Reggie Bush é novamente um USC Trojan! Mas não se surpreenda, afinal quando ele deixou de ser? A suspensão, mais figurativa que real, dada pela NCAA foi retirada após dez anos. E, assim, resgatando a história de um dos maiores atletas da história do College Football à sua alma mater.

A suspensão de Reggie Bush ocorreu pelo fato do jogador ter recebido dinheiro e outros presentes por estar atuando por USC, e destruindo defesas quando tinha a bola em suas mãos. Ao ser novamente considerado um Trojan, Bush declarou:

“Eu venho sonhando com este dia tem mais de dez anos. E estou muito empolgado em voltar para casa”.

Reggie Bush faturou o Troféu Heisman em 2005, além de ter sido campeão nacional em duas ocasiões: 2003 e 2004. O atleta teve 6541 jardas totais; o décimo na história da NCAA. E somou 43 touchdowns, conquistados através de corridas, passes dados e recebidos, além de retornos de kickoff e punt.

Troféu Heisman
A suspensão é, pra mim, na verdade, um absurdo. Como desvincular toda a magia de Reggie Bush em campo com USC? Independente das violações, discutíveis como temos visto recentemente com estados abertos a permitir atletas-estudantes receberem dinheiro para atuar por universidade, o talento que Reggie Bush demonstrou não teve nada a ver com o dinheiro.

Ele teve benefícios resultantes pelo que fazia quando a bola oval estava em sua mão. Mas o talento e o trabalho duro dele que resultaram nisso. Afinal, ser remunerado por sua dedicação não é um dos pilares do “American Dream”?!

E o próximo passo agora será ele ter de volta em suas mãos o troféu Heisman, que ele abriu mão após todo o caso vir à tona. Afinal, apagar os feitos um dos melhores atletas do futebol americano universitário é passar uma borracha em um dos melhores capítulos de sua história.

DEIXE UMA RESPOSTA