A pandemia do coronavírus continua a sacudir o cenário do college football, deixando uma grande pergunta no ar: Teremos ou não temporada esse ano?

Em junho, Mark Emmert, presidente da NCAA, havia afirmado a possibilidade da temporada do College Football ser encurtada devido à pandemia. Parece que isso fica cada vez mais evidente.

Nesta terça-feira, 11, de acordo com a ESPN, a Big Ten e a Pac-12 anunciaram que não participarão da temporada devido o alto número de casos de COVID-19 no país. As duas conferências são as primeiras do Power 5 a tomarem a decisão.

Kevin Warren, comissário da Big 10 afirmou que a decisão foi estimulada por conselhos de especialistas em saúde. A conferência prioriza a saúde e o bem estar dos atletas.

“A saúde mental e física e o bem-estar de nossos atletas universitários esteve no centro de todas as decisões que tomamos com relação à nossa capacidade de seguir em frente”.

Segundo Pat Forde e Ross Dellenger, da Sports Illustrated, SEC e ACC estão no aguardo da decisão da Big 12, para anunciar por definitivo uma possível desistência.

A Pac-12, seguirá o mesmo caminho do Big Ten, e planeja começar seus jogos a partir da primavera, segundo fontes da ESPN. Em uma reunião com o comissário da conferência, Larry Scott adotou discurso semelhante. “A saúde, segurança e o bem-estar de nossos atletas universitários e todos ligados aos esportes da Pac-12 sempre foram nossa prioridade número um desde o início da atual crise. Nossos atletas universitários, torcedores, funcionários e todos aqueles que amam esportes universitários gostariam de ver a temporada sendo jogada neste ano, como planejado originalmente, e sabemos o quão decepcionante isso é”.

Porém, não sou todos que estão de acordo com a paralisação. Ontem, 10, Trevor Lawrence, QB de Clemson, cotado para ser a primeira escolha geral do draft de 2021, junto a outros atletas fizeram declaração em uma rede social, expressando seu desejo de participar da temporada de 2020. Além disso, o grupo também pontuou medidas que deveram ser tomadas para garantir um ambiente seguro para todos. QB de Ohio State Justin Fields, Oregon OT Penei Sewell and Oklahoma State RB Chuba Hubbard, também participaram.

Alguns head coaches da primeira divisão também se mostraram a favor da realização da temporada. Ryan Day e Jim Harbaugh, da Big Ten e Scott Frost, que congita até jogar com Nebraska fora de divisão se for necessário.  Frost disse que seu programa está pronto “para olhar todas e quais opções” para jogar neste outono. A universidade emitiu um comunicado conjunto hoje, dizendo “estamos muito decepcionados com a decisão da Big Ten.”

O head coach de Michigan, Jim Harbaugh, também expressou desapontamento com a decisão. “Nossos alunos-atletas e treinadores querem competir”, disse ele em um comunicado. “Eles se comprometeram, treinaram e prepararam suas vidas inteiras para esta oportunidade, e sei o quanto estão decepcionados neste momento. Compartilho a decepção de hoje.”

Vale lembrar que além da Big Ten e da Pac-12, Mid-American Conference (MAC) e a Universidade de Connecticut (U-Conn) também anunciaram que não jogarão em 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA