O Browns cada vez mais se caminha para a tão sonhada vaga para os playoffs, neste domingo tivemos primeiro tempo impecável ofensivamente seguido de mais uma vez a relaxada que o Browns segue fazendo acontecer no segundo tempo. O jogo de ontem veio a provar alguns pontos muito importante para o restante da temporada, uma forma do Browns provar alguns pontos que tanto era preciso a ganhar respeito de quem ainda não gostava de relacionar a franquia e aqui falamos mais do jogo deste último domingo.

Em um jogo comercializado com base no poder dos running backs estrelas dos dois times conseguimos parar por muito tempo essa arma do Titans e quem se sobressaiu foi o jogo aéreo de Cleveland. Mayfield completou passes para dez recebedores diferentes, incluindo o ataque ofensivo Kendall Lamm, tirando o máximo proveito de um grande plano de jogo de Kevin Stefanski que manteve a defesa do Titans sem equilíbrio durante todo o primeiro tempo. Ao todo, Mayfield lançou para 290 jardas e quatro touchdowns nos primeiros dois quartos, principalmente, usando uma quantidade significativa de Mayfield em formações que sempre deixavam algum alvo em separação de sua marcação, ele foi capaz de encontrar caras abertos por todo o campo, ele não falhou esta semana e os Titans frequentemente se perdiam tentando manter o ritmo defensivo nos primeiros 30 minutos do jogo.

Os Browns correram apenas 42 jardas no primeiro tempo, quando viram os Titans montarem um plano de exclusão da grande força terrestre do Browns consequentemente como os times sempre fizeram nesta temporada. A linha ofensiva manteve Mayfield protegido e ele foi capaz de fazer arremessos para todos os níveis do campo, incluindo um passe para touchdown de 75 jardas para Donovan Peoples-Jones, o foco estava nele, e estávamos precisando de um jogo grande dele alinhado a um jogo onde o jogo corrido não havia encaixado do jeito que se esperava ainda.

Saindo da semana de descansi, o técnico do Browns Kevin Stefanski disse que acha que Baker Mayfield estava “pronto para ascender”. Ele jogou razoavelmente bem em três jogos onde a situação climática era muito tensa e fez grandes coisas contra o Jaguars, mas entre seu recorde e alguns arremessos perdidos, a caminhada a partir do Titans era o foco de todos para observar a “construção final” dele. Este foi o ponto culminante de tudo o que Stefanski tinha visto. Mayfield tem jogado de uma maneira controlável e boa mostrando lampejos de brilho. Este jogo o colocou em um desempenho dominante contra uma linha defensiva que não conseguia pressão e uma secundária que não estava preparada para o seu “tiroteio” no primeiro tempo.

Rashard Higgins liderou todos os recebedores com 95 jardas em seis recepções, incluindo um touchdown em um fade Mayfield colocado lindamente no canto da end zone. Jarvis Landry forneceu muitos passes curtos e foi o mais alvejado por Mayfield. A posição de tight end foi mais uma peça complementar neste jogo, mas tornou-se mais importante no final do primeiro tempo quando os Titans desistiram de serem mais agressivos contra a corrida. Austin Hooper teve algumas recepções para 24 jardas.

Defensivamente a linha defensiva teve uma apresentação muito grande contra o jogo corrido, assistimos até Myles Garrett se preocupando um pouco mais com o Titans querendo ativar Derrick Henry a jogo. Henry por sua vez teve apenas 15 corridas para 60 jardas, uma média de 4,0 por corrida, o Titans atrás do placar e não encaixando a corrida foi sendo obrigado a cada período que se passava em ativar o passe, e isso ficou claro quando foi preciso encarar a secundária do Browns sem Denzel Ward.

O Browns parece seguir em não querer dominar do início ao fim, segue querendo não vencer jogos fáceis, o segundo tempo e por mais de algumas campanhas onde o ataque conseguiu gastar relógio não houve nem de perto a mesma produção, defensivamente o cenário também ficou um pouco mais instável e isso se traduziu em Tannehill querendo soltar mais o braço no fim do jogo. O Browns mais uma vez venceu mas quase que se repetiu o que aconteceu no jogo do Cowboys, que deixamos eles chegarem tanto que se não fosse o grande touchdown do Odell Beckham seria perigoso a virada acontecer. Hoje e em todas as outras vezes vencemos mas será que algum dia a virada acontece?

O Browns segue dando passos mais largos para a pós temporada, se provou contra um dos melhores jogos corridos da liga, viu Mayfield ter uma apresentação digna contra um grande adversário e viu nesse domingo resquícios de um time que possa estar indo para os playoffs não apenas para participar mas sim para fazer barulho e disputar de igual pra igual com os “companheiros de futebol em janeiro”.

DEIXE UMA RESPOSTA