Trade Deadline se foi e essa semana além do último jogo houve muita discussão em quem o Browns poderia ficar alguma troca a ajudar alguns setores do time. A busca por ajudar a área de Safety e Linebacker era claro dentro dos rumores, e após a lesão de Odell Beckham os rumores que o Browns poderia ir atrás de algum recebedor. Também houve rumores que David Njoku poderia ser um bom alvo para conseguir algum valor dentro do último dia de trocas.

A Trade Deadline da NFL segue como sempre foi conhecida, ela nunca foi intensa, nunca houve muita loucura nem se pensar nos momentos finais e hoje foi mais uma prova disso, fora as trocas por Desmond King, Kwon Alexander e Avery Williamson no dia anterior inclusive com bom valor de troca não houve mais nenhuma movimentação na terça decisiva e agora o que fica é a projeção do futuro para o Browns após não haver ação no mercado.

A defesa do Browns segue em uma fase muito crítica em praticamente todo quesito, mal na questão de ceder First Down, em ceder em terceira e quartas descidas, na questão de pontos cedidos por jogo e por jardas totais. Existem exemplos em certos momentos de alguns jogos onde a defesa pareceu melhor, havendo turnovers onde fosse um fator dentro do jogo mas a defesa em uma análise em geral não consegue ser específica em parar ataques, não consegue dar paz para o ataque e parece se caminhar a uma não evolução até o fim da temporada. As lesões complicaram em muito a situação de várias áreas, na ausência do Delpit o Browns se depara com Sendejo em uma fase desastrosa mas que ainda é preciso estar ativo em boa parte do jogo, se deparou também em uma secundária bastante frágil fora Denzel Ward onde a opção mais viável fora ele seria a de Terrence Mitchell onde vive numa bipolaridade entre os jogos e que infelizmente segue recebendo bastante responsabilidade com a ausência de Greedy Williams. Entre os Linebackers Mack Wilson retornou a pouco tempo e ainda não é ativo por muito tempo durante os jogos e os nomes que fazem a composição da posição ainda não mostraram terem um jogo quase completo sendo impecáveis.

A defesa é o calcanhar de Aquiles e a impressão que temos é a de que não teremos nunca paz, que em jogos mais difíceis será ainda mais agoniante ver os tais erros individuais que sempre aparecem contra ataques potentes, se o Browns pensa em playoffs automaticamente lá será enfrentado um dos melhores ataques da conferência. Andrew Berry foi bem conservador, existe um processo onde se pensou que teremos retorno de jogadores, um Draft futuramente com bastante foco defensivo e cap para futuramente pensar em alvos na Free Agency mas também havia o desejo de ver alguma ajuda, aliás QUALQUER AJUDA para algum dos setores, algum jogador que impactasse um pouco já seria incrível para o lado da bola.

Njoku não foi trocado, muito do último jogo com drops pode ter impactado seu valor e agora vamos viver um Njoku ainda muito inconsistência tentando mostrar que ainda vale e muito junto a algumas polêmicas em Cleveland. O Browns seguiu também sem nenhum olhar para o jogo aéreo mas que isso não seja um problema, o ataque consegue produzir da sua maneira e não era tão esperado o Berry ser ousado nessa questão.

A sensação que saímos desta terça é a de um Browns sem mudança onde o que foi visto é o que temos. Existe uma semana de bye onde além do descanso geral existe a recuperação de lesão de Garrett, Chubb, Hooper..e existe ainda a esperança de uma evolução em plano de jogo e produção principalmente defensiva. Sempre coloco isso em disposição a todos pensarem e sigo com a ideia de que estamos dentro de um esporte, evolução geral e individual pode acontecer ainda sendo já metade da temporada, existe uma corrida pela pós temporada nos momentos finais que mostram o quanto times que chegam lá viverão uma crescente para conseguir. Tudo pode melhorar, estagnar ou piorar, futebol americano é incerto, nada é isso que assistimos hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA