Pós Jogo: Venceu quem errou menos

A semana 10 foi o pontapé para a segunda parte dos duelos divisionais da AFC North para o Baltimore Ravens. O desafio da vez era encarar a, discutivelmente, melhor defesa da temporada. Infelizmente, a vitória saiu para o lado adversário. Ou, melhor dizendo, o lado do ataque que cometeu menos erros.

Começo Potente

As coisas pareciam que tomariam um rumo mais tranquilo assim que a bola começou a voar. Com Cleveland começando no ataque, não bastou um minuto para que Kyle Hamilton anotasse um touchdown após bloquear um passe de Deshaun Watson. E, logo depois de forçar um punt, Keaton Mithcell engatou uma corrida de 39 jardas para deixar o jogo em 14 a 00.

Até aquele, momento, o jogo parecia controlado. Cleveland parecia não ameaçar tanto, e sempre que chegava na redzone, saía apenas com três pontos, no placar, fazendo com que o jogo no intervalo estivesse 17 a 09 para Baltimore. O problema é que o segundo tempo foi todo sabotado por falhas do ataque.

Falta de concentração

O jogo em si, tanto do lado ofensivo quanto defensivo não foi dos piores. Mas quando se encara um duelo divisional contra a melhor defesa da NFL na temporada, há de se tomar alguns cuidados com a bola.

E foi isso que aconteceu no jogo. Lamar Jackson teve duas interceptações na partida, e uma delas custou uma pontuação a favor dos Browns. Além de algumas trapalhadas como handoffs mal feitos que prejudicaram o desenvolvimento dos aaques.

Linha Ofensiva fraca

Já faz um tempo que estamos falando da baixa produção do Ronnie Stanley como tackle da linha de Baltimore. Para piorar, o time entrou em campo sem Morgan Moses e, em determinado momento, apenas Simpson e Linderbaum eram os titulares ainda em campo. Olhando para o duelo das trincheiras com essa configuração de linha ofensiva, dava para prever que o dia seria difícil.

Pois dito e feito: Lamar Jackson foi sackado três vezes na partida. O jogo corrido evoluiu pouco na partida, obrigando Lamar a passar mais a bola e tornando o aaque de Baltimore um pouco mais previsível. Gus Edwards, por exemplo, teve média de 2.2 jardas por carregada. Justice Hill teve apenas dois toques na bola.

No fim das contas, foi um duelo equilibrado

Apesar da derrota, a diferença foi de apenas dois pontos. É importante lembrar que estamos falando de uma divisão onde todos têm campanha positiva. A volta de Deshaun Watson, mesmo que não esteja no auge de sua forma, dá ao ataque de Cleveland a esperança de ser bem competitivo.

Como sempre mencionamos, jogos de divisão são ganhos no detalhe, e em uma divisão onde todo mundo tem chances de conquistar alguma coisa, é fundamental limpar o mínimo de erro possível. Foi isso que faltou ao Baltimore Ravens, além de, claro, uma dose de sorte no duelo.

Falando em divisão, o Baltimore Ravens volta a campo na quinta-feira, ainda em casa, contra o Cincinnati Bengals. Lamar Jackson tem um retrospecto positivo tanto em prime time quanto enfrentando os Bengals de Joe Burrow. Pode ser um ótimo momento para enfrentar um time que, acredite se quiser, se encontra na última posição da divisão, após perder para o Houston Texans.

Nada como um jogo após o outro na NFL.

 

Todos os conteúdos publicados neste site são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões e posicionamentos da FN Network.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

01hgfp89wwvvp2r743zt
O Impacto de Mike Macdonald em Baltimore
7b1f9139-84cb-4078-b06f-b8eb2502a5b0-AP22296726540271
10 PITACOS sobre Ravens vs Browns
Lamar
10 PITACOS sobre Ravens vs Seahawks
defense
Pós Jogo: Só precisa cuidar da bola
20231030_072258
10 PITACOS sobre Ravens at Cardinals
Geno
Pós Jogo: nunca foi tão fácil
c6e995993963b2f3a7164fe4aab39dda
10 PITACOS sobre o London Game
London
Pós jogo: O epitáfio do Baltimore Ravens
Andrews
Pós-Jogo: fazendo força para perder