O time sensação da década e detentor de 3 títulos no período, Golden State Warriors, viveu tempos sombrios na temporada passada. A lesão de Klay Thompson nas finais ainda na temporada anterior, a saída de Kevin Durant e a lesão de Curry logo no início da temporada fizeram a dub nation viver dias de terror mas, o que parecia ser o caos, foi o que fez renascer a expectativa de uma nova dinastia com uma pick alta de Draft. Pois é, ela veio, a pick número 2 do último draft em que o Golden State Warriors selecionou o pivô James Wiseman, uma unanimidade de carência do time, e que foi bem endereçada com o pivô da universidade de Memphis. Na free agency, apesar de tomar um caminho um pouco conservador, o Warriors acertou a vinda do ala Kelly Oubre Jr, que jogou a última temporada pelo o Phoenix Suns. Ótimas movimentações para deixar o time da Califórnia forte e atlético, mas aí veio a bomba: Klay Thompson que que acabara de se recuperar de uma lesão ACL, rompeu o ligamentos do tendão de Aquiles e está fora da temporada! Com as vindas e baixas, como o Golden State Warriors se organiza para a nova temporada da NBA? Vamos juntos tentar destrinchar alguns pontos importantes para o sucesso californiano.

James Wiseman

Começando pela a aquisição do draft, Wiseman, que jogou apenas 3 jogos no college, encantou o Warriors pela sua mentalidade. O jogador foi dono de uma grande entrevista o que convenceu o GM Bob Myers que ele era a escolha certa, em declaração pós-draft o dono do Warriors, Joseph Lacob falou que “Wiseman sempre foi meu jogador favorito, faria de tudo para o draftar”, Wiseman vai chegar na Califórnia bem estimado por GM e Dono, o que pode ajudar ele a se desenvolver de forma adequada no Warriors.

Kelly Oubre Jr

A outra grande aquisição do Warriors veio através da free agency, Kelly Oubre Jr, ala forte e de grande potencial foi o “pulo do gato” do Warriors. Oubre, que a princípio veio para ser o sexto homem do time, deve assumir outro papel com os acontecimentos desse início de pré-temporada. Na última temporada jogando no Suns, Oubre foi responsável por 18.7 pontos por jogo, além de 6.4 rebotes e 45.6% de FG, além de 35,2% nas bolas de 3, mas o que realmente chama atenção é o desempenho defensivo do ala, responsável por 110 (!) de rating defensivo. Se a produção de Oubre for perto do que ele demostrou na última temporada o Warriors ganhará uma importante arma dos dois lados da quadra, principalmente defensivamente, o que parece ser o grande foco da equipe.

Banco

Como a temporada foi caótica, acabamos por ganhar outros nomes com ótimas contribuições, tais como Eric Paschall, Jordan Poole, Marquese Chriss, jogadores novos, talentosos e com ótimas contribuições. O banco do Warriors deve girar em torno desses nomes, e como o banco hoje na NBA ganhou grande importância, o Warriors parece estar bem municiado nesse sentido para ter um dos melhores e mais contribuintes bancos da liga.

O impacto da lesão de Klay Thompson

Klay Thompson, a segunda grande arma ofensiva da equipe, se lesionou e é claro que o impacto negativo disso é gigante, all star e ídolo, sua substituição é quase impossível. Mas o Warriors fez um ótimo trabalho nesse sentido, principalmente considerando defensivamente, Wiggins que é ala, deve assumir a posição de ala-armador deixada por Thompson, Wiggins que tem grande potencial defensivo supre bem a carência de Thompson no lado defensivo da quadra e, no lado ofensivo, as contribuições de Wiggins e Oubre serão fundamentais para as pretensões do Warriors na próxima temporada.

Defesa

Parece que o Grande foco do Warriors era endereçar o time defensivamente, fazendo o time ser forte, alto e atlético, e conseguiram, Oubre como já citado no início, tem ótimo desempenho defensivo, Wiggins tem potencial para um First Team Defense e, além de tudo isso, temos Dray Green, DPOY e um dos melhores defensores da NBA.  Como o Warriors ficou um time atlético as opções de rodar esquemas defensivos aumentam, e a volta da defesa em zona do Warriors girando em torno do Green que é um playmaker defensivo podendo marcar todas as posições e jogadores do time adversário, o Warriors que ficou famoso por ser um time letal no ataque mas parece que em 2021 vem muito forte para ser uma grande força defensiva na NBA.

Steve Kerr

Um dos grandes nomes da liga entre os treinadores, Kerr tem uma capacidade muito grande de desenvolver e tirar o máximo dos seus atletas, e vamos precisar muito dessa capacidade na próxima temporada, caso Wiggins, Oubre, Wiseman, Poole, Paschall, Chriss se desenvolvam e joguem o seu máximo, o Warriors vai está em grande posição na temporada, outro ponto é o esquema do Warriors, solto, leve, e com grande uso de transições, com a atual equipe do Warriors atlética parece que Kerr pode fazer grande uso de suas armas táticas depois de algum tempo, curioso para ver o esquema e a intensidade que Kerr pode colocar nessa equipe do Warriors.

Stephen Curry

Por fim o craque do time e o dono da engrenagem de todo o sistema, Curry é essencial para o sucesso do Warriors, o nível dele, do jogo dele vai ser o fator determinante para o Warriors ser um time de pós-temporada, ou um time de final de conferência, novamente jogando ao lado de jogadores jovens e leves, Curry vai ter o papel de ser a liderança técnica para a garotada, e o papel de levar o Warriors novamente para a glória.

 

Por fim, analisando todos os fatores citados acima, o Golden State Warriors tem condições de fazer uma grande temporada sendo um coadjuvante de luxo na conferência oeste da NBA, grandes coisas podem e devem acontecer em San Francisco! Olho no Warriors.

DEIXE UMA RESPOSTA