Uma coisa precisa ficar clara sempre que assistimos jogos da pré temporada: o principal a se ficar de olho são as atuações individuais de jogadores, principalmente aqueles que estão na briga por uma vaga no elenco. Apesar de algumas atuações serem desagradáveis, devemos lembrar que a maioria dos que estão ali são reservas tentando desempenhar o seu máximo para ficar entre os 53

Posto esse apêndice no texto, é necessário dizer que o desempenho do ataque no primeiro tempo foi uma coisa horrível. Mesmo sabendo que Tyler Huntley passou o jogo inteiro atrás do segundo e terceiro escalões da OL, as campanhas do Baltimore Ravens foram bem incompetentes. os dois avanços que mais renderam nesse período morreram por conta de interceptações.

E já que começamos falando de OL, vamos a ela

Tyler Huntley tem recebido dos analistas a alcunha de Lamar Jackson piorado. Muitos observam como o estilo de jogo é parecido com o do quarterback titular do time, e isso por um lado é bom, pois em alguma eventualidade, o gameplan do time não sai prejudicado.

Entretanto, foquemos no adjetivo “PIORADO”. Huntley é atlético, porém menos preciso e menos hábil que Lamar. Isso faz com que deficiências da linha sejam menos mascaradas, algo que ficou visível ontem.

O lado esquerdo da OL se mostrou completamente incompetente em proteger o passador, e corridas por ali não logravam muito sucesso. Isso acende um leve sinal de alerta para o começo da temporada, pois mostra que, se por algum inconveniente, não pudermos contar com Stanley e Cleveland – embora o jogador de Georgia seja apenas calouro de primeiro ano – haverá uma exposição no ponto cego que pode nos causar problemas.

Running Back carregando o ataque

Para além dos problemas na trincheira, vimos um esquema ofensivo que lembrou muito o jeitão Baltimore Ravens com o qual nos acostumamos a ver nos últimos dois anos. Sem a presença de Duvernay e um James Proche pouco expressivo em campo, no segundo tempo os Running Backs Nate McCrarry e Ty’Son Willians mostraram que vieram para brigar pela vaga de RB3, atualmente nas mãos de Justice Hill.

Mesmo jogando contra reservas, a atuação de ambos foi significativa. Ambos somam 25 carregadas para 111 jardas totais, média de 4.4 jardas. A dupla também anotou um touchdown corrido cada. E para além dos números, eles demonstraram ter boas valências para se aproveitar pontualmente em jogo: a dupla mostrou que podem ser bons quebradores de tackles.

McCrarry mostrou que pode também receber alguns passes. na partida de sábado contra os Panthers. O Running Back teve três targets com duas recepções para um total de 19 jardas. São números baixos, mas mostram que existe um potencial que pode ser explorado, mesmo que seja para um RB3 no elenco.

Um pouco sobre os recebedores

Falando em recepções, o jogo de sábado trouxe ao jogo algumas coisas interessantes a respeito de definição de elenco principal. Apesar de ter sido responsável pelo turnover em uma das campanhas mais promissoras do primeiro tempo, Josh Oliver foi fundamental na partida, sendo o principal alvo de Tyler Huntley. O ex-Jaguars teve 7 recepções dos 10 targets totais, somando 50 jardas totais.

Todos os demais alvos na partida tiveram no máximo três recepções. Entre essa galera, o destaque fica para o calouro de Oklahoma State Tylan Wallace. Nas duas recepções dos quatro targets que teve, Wallace conseguiu produzir um total de 36 jardas, sendo o segundo principal recebedor da partida em termos de produção.

Uma defesa clutch

Se o ataque demorou a engrenar, a defesa se manteve em um bom nível durante o jogo, sendo a principal responsável por segurar os Panthers e dar aos Ravens a chance de melhorar na partida e correr atrás do resultado.

O destaque fica para a dupla de Safeties DeShon Elliot e Chuck Clark. Principalmente em situações de campo curto, a dupla mostrou boas leituras de jogo, conseguindo realizar uma cobertura eficiente para segurar o ataque dos Panthers. Em uma das campanhas no começo do jogo, eles foram fundamentais para um turnover on downs na beira da endzone. Além dos 4 tackels totais Elliot obteve um tackle para perda de jardas e 1 sack.

O DB Nigel Warrior também teve boa participação na partida fazendo pressão na trincheira. O jogador saiu da partida com 4 tackles totais e um tackle para perda de jardas.

Para o último jogo, contra o WFT, existe a expectativa de que vejamos mais do time titular em campo. Talvez seja a chance de vislumbrarmos um resquício do que será o Baltimore Ravens na temporada regular, porém sem garantias. Aguardemos cenas do próximo capítulo.

DEIXE UMA RESPOSTA