A temporada regular da NFL acabou com o Saints vencendo a divisão com um record 13-3 vencendo a divisão Sul da NFC, e apesar dessa campanha, não conseguiu uma folga na primeira semana dos playoffs. A equipe chega na pós temporada apresentando o seu melhor desempenho, finalmente conseguindo um equilíbrio entre ataque e defesa, e receberá, neste domingo, o Minesota Vikings. Falarei agora do que podemos esperar desse jogo.

  • Defesa Saints vs Ataque Vikings

Como é normal na liga, no decorrer da temporada, as equipes sofrem bastante com lesões, e com o Saints não foi diferente, chegaremos à pós-temporada sem dois titulares de uma das melhores linhas defensivas da NFL, e mesmo com Ryan Nielsen e Dennis Allen conseguindo suprir muito bem as ausências de Rankins e Davenport, ainda são perdas relevantes. Ainda mais se estamos falando de segurar um dos melhores running backs da liga, Dalvin Cook. Isso porque apesar de termos uma das melhores defesa contra o jogo terrestre, esse provavelmente será o principal recurso de Minesota para tentar controlar o jogo e não deixar o ataque dos Saints dominar desde o início.

Outro ponto fortíssimo do ataque dos Vikings é o seu grupo de recebedores, um dos melhores da NFL, e nossa secundária deverá estar bem atenta quanto a isso, pois além do combo Thielen e Diggs, Kyle Rudolph, Irv Smith e a ameaça de Dalvin Cook saindo do backfield assustam bastante. Nossa secundária, ainda que esteja bem agora, foi o setor mais irregular durante a temporada, e parece estar bem definida para a partida. Lattimore foi o grande nome entre os defensive backs e um lockdown corner, Vonn Bell e Marcus Williams se saudáveis não preocupam após a ótima temporada que fizeram, e achamos no calouro Chauncey Gardner-Johnson um ótimo slot cornerback. Para mim, o grande problema está na posição de CB2, pois Eli Apple foi bastante irregular durante a temporada, fazendo ótimas e péssimas partidas, e caso ele não jogue, a função sobrará para Janoris Jenkins, que mesmo sendo um bom jogador, chegou há pouquíssimo tempo, e esse não é um cenário ideal para uma partida de playoff, ainda mais enfrentando um dos melhores WR2 da liga.

Para finalizar, temos que falar de Kirk Cousins, que depois da melhora de desempenho de sua linha ofensiva, que vem sendo bem sólida, começou a apresentar bons jogos. O grande problema está nas suas performances nas grandes partidas, por não ser um jogador decisivo, acredito que o gameplan de Minesota não o forçará no início do jogo, e a chave para a partida estará em nossa linha defensiva, que deverá conseguir pressionar Cousins com pouca ajuda de blitz, visto que ele vem conseguindo ir bem nesse quesito durante a temporada.

  • Ataque Saints vs Defesa Vikings

O ataque do Saints está cada vez mais próximo de atingir o seu potencial, e será fundamental para controlar a partida desde o início. Drew Brees dispensa comentários e está crescendo a cada partida, mostrando que a lesão em pouco o incomoda. Michael Thomas fez uma das melhores temporadas de um recebedor da história, superando o recorde de recepções de Marvin Harrison, é o alvo de confiança de Brees e como de costume, será o principal fator de atenção da secundária adversária, algo que ele vem lidando bem a temporada inteira. Este final de temporada mostrou que Brees vem ganhando outras válvulas de escape no jogo aéreo, Trequan vem sendo importante, Taysom Hill é o verdadeiro coringa da equipe e mostrou verdadeiros “contested catches”, mas principalmente Jared Cook, que é um mismatch no meio do campo e apareceu muito bem em partidas onde Thomas estava muito bem marcado.

Nosso jogo terrestre parece finalmente estar engrenando, pois durante a temporada, Kamara não esteve bem e só nas ultimas partidas mostrou evolução, ele será fundamental para a sequência da temporada, pois todos sabemos do seu potencial de decidir partidas. Latavius Murray mostrou a ótima aquisição que foi, e mesmo Ingram indo muito bem em Baltimore, não se sente sua falta em New Orleans. E por último mas não menos importante, nossa linha ofensiva depois de muito tempo, deve estar completa, e isso é vital para segurar a dupla Hunter-Griffen que anotaram 22.5 sacks durante a temporada.

A defesa de Minesota é provavelmente top 10 da liga, além da já citada dupla de pass rushers, ainda tem outro DE que fez boa temporada, Odenigbo. Sua dupla de linebackers é sólida com Barr e Kendricks, mas o perigo maior está na sua secundária, que mesmo não sendo top 5 da liga, é clutch e costuma anotar bastante turnovers. Há a dupla de safeties que é muito inteligente, além dos sólidos cornerbacks que não costumam ceder big plays.

Para resumir, acredito que o Saints seja favorito, e vejo Sean Payton criando um gameplan bem intenso no início da partida, para fazer com que Cousins saia de sua zona de conforto e Cook seja menos usado, assim será possível aumentar nossa vantagem e sofrer o menos possível na partida.

DEIXE UMA RESPOSTA