Entramos na semana do draft da NFL, e farei meu último mock. Nas minhas últimas simulações escolhi um jogador defensivo para a 1ª rodada em duas posições que necessitamos, linebacker e cornerback. Mesmo sendo a favor de um trade down caso não haja nenhum prospecto que salte os olhos, para conseguir mais escolhas no draft, não sei se isso irá acontecer, por isso não farei o mock com trocas. Em meu último mock usei novamente a plataforma On the Clock, vamos as escolhas.

  • 1ª Rodada – Laviska Shenault, Wide Receiver, Colorado.

Provavelmente estamos diante da melhor classe de wide receivers da década, há projeções de 15 recebedores sendo selecionados nas duas primeiras rodadas. Falando de Laviska Shenault, não entendo muito bem o porquê ele caiu tanto no draft, o tier 1 de prospectos é bem definido com Jeudy, Lamb e Ruggs, e em minha opinião Laviska, Jefferson e Higgins vinham logo atrás, com uma vantagem para o jogador de Colorado. Uma performance ruim no combine atrapalhada pela lesão que teve fez seu stock cair consideravelmente, e ele que no início do ano era presença certa na primeira rodada, hoje é mais visto como um jogador para o 2º dia. Eu discordo totalmente disso, vejo Shenault como o wr #4 lock entre os prospectos, e vendo seus jogos percebe-se sua capacidade de produzir após a recepção, que é elite. Devo ponderar que na universidade não mostrou grande complexidade nas rotas, mas acredito que ele pode causar um impacto imediato na liga fazendo com que, já em 2020, o Saints tenha um dos melhores trios de recebedores da liga. Pela falta de hype da liga com o prospecto, talvez esse seja um cenário favorável para um trade down, mas se Loomis & Cia decidirem puxar o gatilho na 24ª escolha não ficaria nem um pouco triste, Laviska é um talento de primeira rodada.

 

  • 3ª Rodada – Cameron Dantzler, Cornerback, Mississipi State.

Se Laviska na primeira rodada seria um reach, encontrar Dantzler no final da terceira com certeza seria um steal. Penso que essa classe de cornerbacks esteja sendo ofuscada pela de wide receivers, mas tem excelentes prospectos e Dantzler é um deles. Jogador alto para a posição é muito atlético e possui uma ótima leitura, sabe jogar bem tanto em marcação homem-a-homem como em zona e teve ótimos desempenhos contra recebedores de primeiro escalão na faculdade. O retrospecto recente do Saints no draft nos diz que em algum momento haverá algum trade up, e apesar de na minha simulação, Dantzler estivesse disponível, não sei se será o caso dia 24.

 

  • 4ª Rodada – Willie Gay Jr, Linebacker, Mississipi State.

Back-to-back picks from Mississipi St! Willie Gay é um dos prospectos mais subestimados da liga e pode ser um daqueles calouros que causam impacto já em seu primeiro ano. Apesar de pecar um pouco na leitura, Gay possui um atleticismo de elite, sendo um jogador muito veloz, o que ele comprovou no combine com seu tempo de 4.46s. Em algum momento no draft teremos que selecionar um linebacker, e se Gay for o cara, ficaria muito feliz com a escolha.

 

  • 5ª Rodada – Charlie Heck, Tackle, North Carolina.

Heck é um prospecto que inicialmente impressiona com o seu tamanho, o jogador tem 2,03 metros de altura. A posição de Tackle está curta no elenco do Saints, contando com Armstead, Ramczyk e Peat, e Heck chegaria para compor a posição e se desenvolver por uma ou duas temporadas.

 

  • 6ª Rodada – Sean Mckeon, Tight End, Michigan.

As rodadas finais são uma verdadeira loteria para quem encontra algum prospecto que faça impacto já em seu primeiro ano. Não vejo esse sendo o caso de Mckeon, mas o tight end possui uma boa altura para a posição, se destaca em recepções em marcações em zona, e vem melhorando nos bloqueios. Penso que o seu primeiro ano na liga não terá muitos snaps e ele será basicamente um development player.

 

DEIXE UMA RESPOSTA