O Saldo da Pré-Temporada 2022

Setembro sempre chega e com ele a NFL começa sua temporada regular, mas antes disso os times têm a chance de testar jogadores que adquiriram via draft ou na free agency com 3 joguinhos de pré-temporada. Aqui elencamos alguns pontos que nos chamaram atenção durante os jogos contra Tennessee Titans, Arizona Cardinals e Washington Commanders.

Ataque

A pré-temporada anterior foi o terror para os torcedores do Baltimore Ravens. Foi nela que perdemos JK Dobbins e o técnico John Harbaugh foi extremamente criticado por ter colocado seus titulares no último jogo. Neste ano, para não repetir o erro, os titulares da equipe que ainda estão retornando de lesão foram poupados ou estiveram presentes em poucos snaps. Assim, dos jogadores que muito provavelmente vão ter muitas chances de entrar em campo, tivemos 3 destaques: TE Isaiah Likely, RB Mike Davis e WR Demarcus Robinson.

O tight end calouro draftado na 4ª rodada, Isaiah Likely, já estava chamando a atenção durante o training camp e nos dois primeiros jogos da pré-temporada, principalmente contra Cardinals, teve um show à parte. Recebedor muito sólido, que faz o arroz e feijão muito bem feito e quando não consegue a separação sabe disputar bem a bola. Teve um dos melhores, senão o melhor jogo de pré-temporada de um Raven: 100% nas recepções (8) para 100 jardas e 1 TD. Deixa a desejar somente no bloqueio.

Para os bloqueios, já diria que temos um running back veterano muito bom que foi adicionado nessa intertemporada: Mike Davis. No jogo aéreo ele dá um apoio necessário para o RT e se precisar vira um trator para cima do adversário. Apostaria nele como RB1 enquanto Dobbins estiver limitado. Ele faria a mesma função do Mark Ingram II (saudades!): um veterano com experiência nos hand-offs para ajudar o QB Lamar Jackson durante as run options e ao mesmo tempo tem conhecimento necessário para achar os espaços vazios e mover as correntes.

Para finalizar o ataque, o recém-contratado wide receiver Demarcus Robinson soube fazer uma entrada! Já no primeiro alvo fez um touchdown de 67 jardas em que mostrou toda a sua desenvoltura nas rotas, deixando o defensor perdidinho até hoje. No outro touchdown também fez um corte maravilhoso, o que mostra que pode ser um bom alvo com separação ou até um jogador com experiência como mentor do corpo de WR. Lembrando que fora ele nenhum outro dessa posição tem mais de 4 anos na liga.

Defesa

Se no ataque tivemos poucos destaques que valem uma vaga no roster, na defesa foi menos ainda. Não que a defesa não tivesse atuado bem, até porque limitar o ataque adversário a somente 14 pontos por jogo com praticamente todos reservas é algo muito positivo. Entretanto, um atleta que chamou muita atenção foi o ILB calouro não-draftado Josh Ross que esteve presente em todos os cantos, sendo muito forte na cobertura de passes. O fato de ele ter jogado em Michigan sob comando do DC Mike MacDonald pesou para deixá-lo no time e pode crescer muito nas mãos do técnico.

A defesa comandada por MacDonald na Universidade de Michigan se baseava no lema “enverga, mas não quebra” e deu para perceber muito disso durante os 3 jogos. Poucas vezes aconteceu uma jogada explosiva dos adversários e quando um recebedor estava descoberto, logo aparecia alguém para parar a jogada com um tackle impedindo um avanço maior – o que já acontecia em Michigan. Acredito que isso se deva muito pela formação carregada de linebackers fazendo a cobertura do campo.

Se a preocupação dos torcedores era de que o Ravens não conseguia pressionar sem ser com blitz durante a “Era Wink”, esse ano talvez isso não seja tanto um problema. Percebia-se durante os jogos que a pressão ao QB acontecia mesmo sem colocar quatro ou mais jogadores na linha defensiva. Os reservas do Ravens conseguiram acumular 20 QB hits e 10 sacks. Outra preocupação dos torcedores no ano passado foi a inexistência de turnovers. Nesses 3 jogos a defesa roxa forçou 1 fumble e interceptou 4 bolas.

Considerações Finais

Muito se diz que os jogos de pré-temporada não significam nada, mas dão certo parâmetro para conhecer alguns jogadores novos. As expectativas estão muito altas no Likely, esperamos que ele se comporte de acordo. Mike Davis e Demarcus Robinson são a experiência veterana que Baltimore necessita nesse ataque jovem. A defesa desse ano tem tudo para ser assustadora e isso é essencial caso queiram chegar ao Super Bowl no Arizona.

Todos os conteúdos publicados neste site são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões e posicionamentos da FN Network.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

7b1f9139-84cb-4078-b06f-b8eb2502a5b0-AP22296726540271
10 PITACOS sobre Ravens vs Browns
Três jogadores de roxo do Baltimore Ravens cercando o quarterback do Cleveland Browns de branco
Pós Jogo: Venceu quem errou menos
Lamar
10 PITACOS sobre Ravens vs Seahawks
defense
Pós Jogo: Só precisa cuidar da bola
recap-nfl-semana-8-2023
Zona Neutra Overtime: Recap Semana 8 NFL 2023
20231030_072258
10 PITACOS sobre Ravens at Cardinals
quarterback-1888142_1280
Guia do Jogo #3: Futebol Americano РPosi̵̤es de Ataque
recap-nfl-semana-7
Zona Neutra Overtime: Recap Semana 7 NFL 2023
Geno
Pós Jogo: nunca foi tão fácil