A temporada terminou e como novidade para 2019 nós dos Texanos Brasil traremos alguns textos de opinião e analise, e aproveitando que a free agency chegará logo menos nós iniciamos falando de quem os Texans deveria renovar e dispensar. Possíveis reforços para ataque e defesa ficam para um texto mais a frente, então vamos lá.

O Texans entrará na free agency com 62M de espaço no CAP, esse número pode variar caso o time reestruture o contrato, dispense ou renove com jogadores antes de abrir o mercado para novas contratações, primeiro foquemos nas dispensas.

O Texans tem 5 jogadores que poderiam ser dispensados que ajudariam a criar ainda mais espaço no CAP são eles: Kevin Johnson – CB (9M), Demaryius Thomas – WR (14M), Johnathan Joseph – CB (4,5M), Ryan Griffin – TE (2,7) e Lamar Miller – RB (6M), deste apenas Miller teve um desempenho razoável, Thomas chegou no meio da temporada e não teve tempo para mostrar muito, mas devido ao valor de 14M o Texans poderiam dispensar ou reestruturar seu contrato tranquilamente. Joseph, Griffin e Johnson são jogadores que não entregam mais caso de Joseph ou nunca entregaram caso de Griffin e Johnson desempenho e hoje a melhor contribuição seriam suas dispensas. Destes 5 jogadores só tentaria ficar com Thomas com ele renovando pela metade do salário, ou seja 7M ou algo próximo disso entre 6 e 8. Caso essas dispensas ocorram o Texans teriam mais 28,2M para gastar num total de 90,2M, dinheiro suficiente para renovar com os principais jogadores.

O Texans tem 18 jogadores que irão testar o mercado, a maioria são jogadores de rotação que caso o Texans percam seria fácil de recuperar. Na lista existem 4 jogadores que são extremamente importantes: Clowney – OLB, Mathieu – S, Kareem Jackson – S/CB e Brandon Dunn – DT. A saída de cada um deles representaria uma grande perda para os Texans. Clowney é o jogador mais valioso dos FA, ainda com 25 anos ele ainda não mostrou todo o seu potencial de first pick do draft de 2014, apesar disso vem melhorando muito a cada ano, principalmente no pass rusher. Mathieu chegou na temporada passada e se provou na liga depois de várias temporadas de lesões além de ajudado a resolver um grande problema dos Texans a posição de S, Mathieu também foi uma importante voz ativa dentro do vestiário. Kareem Jackson que começou a temporada como S e depois virou o CB de slot fez uma grande temporada, talvez a melhor com os Texans. E por fim Brandon Dunn, o DT que se for olhar para os stats não encontrará a justificativa para colocar ele como peça importante, entretanto Dunn ajudava demais no combate contra o jogo corrido e quando ele ficou um tempo machucado o desempenho da defesa nesse quesito caiu bastante.

Deste 4 jogadores eu renovaria com Mathieu, Clowney e Dunn. Apesar de ter feito uma temporada fantástica, Kareem Jackson estará com 31 anos e com certeza ele pedirá uma grana muito alta, comprometer essa grana com um jogador que tende a cair de desempenho não é uma coisa muita esperta. Além disso, o Texans já tem o substituto para ambas as posições S e CB, com Mathieu, Andre Hal e Justin Reid para S e Aaron Colvin para CB de slot que não jogou muito devido as varias lesões.

Dos outros 14 jogadores buscaria renovar com Christian Covington – DT, Ka’imi Fairbairn – K, Brennan Scarlett – OLB, Joel Heath – DE, Brandon Wedden – QB e Josh Keyes – ILB.

Fazendo a projeção dessas renovações o Texans gastaria em torno de 35M á 43M do CAP:

Clowney: 17,8M em caso de franchise tag (média dos 5 maiores salários) mas caso não seja usado a tag, acredito na renovação entre 18 a 18,5M.

Mathieu: 9,5M

Dunn: 3M

Fairbairn: 1,5M

Wedden: 1M

Scarlett: 2M

Heath: 2M

Keyes: 1,5M

Covington: 3M

No próximo texto usaremos a grana restante da nossa projeção do CAP dos Texans (49,2M) para o setor defensivo.

DEIXE UMA RESPOSTA