Carta aberta: o Minnesota Vikings merece respeito!

Felippe Drummond Neto

“Ninguém precisa gostar do Minnesota Vikings, apenas respeitar!”

Esqueça qualquer comentário que você tenha escutado sobre o Minnesota Vikings da atual temporada. De Paulo Antunes à seus amigos que torcem para outros times, ninguém tem o direito de diminuir os feitos que esse time alcançou!

Eu queria começar esse texto de uma maneira diferente, mas ficou impossível fazer isso depois de tudo que tenho visto e ouvido diversas pessoas falarem sobre o Vikings. Mas por que você deveria confiar nesse time? É isso que responderei neste texto.

Para começo de conversa, o time roxo e amarelo conquistou o título da NFC North com QUATRO semanas de antecedência. Não apenas isso, o Vikings dessa temporada já escreveu seu nome na história da NFL com pelo menos dois recordes:

  • Mais vitórias em uma temporada por apenas uma posse. Afinal o Vikings está 11-0 nessa situação.
  • Maior virada da história da liga, conquistada na partida contra o Indianapolis Colts, quando virou o improvável placar de 33 a 0 e saiu de campo com o triunfo por 39 a 36.

Um ano, muitas diferenças

Outro motivo para respeitar o Vikings é fazer uma simples comparação com o time do ano passado que tinha Mike Zimmer como Head Coach e terminou a temporada com a campanha de 8-9.

Enquanto neste ano o Vikings vence seus jogos por uma posse de bola, na temporada passada, praticamente todas as derrotas foram no two minute warning. Ou seja, o time evoluiu, aprendeu não apenas como jogar os ‘finais de jogos’, mas principalmente como ganhar nessa situação.

O Vikings deste ano mostrou não uma, nem duas, mas 11 vezes como é resiliente e não se entrega antes que o jogo tenha acabado. Gostem ou não, é preciso dar o braço a torcer.

Jogadores históricos

Eu poderia parar por aqui, mas vou além, esse time possui outros motivos para merecer pelo menos o respeito. O primeiro deles, é o forte ataque que conta com diversos destaques como: Kirk Cousins, Adam Thielem, TJ Hockenson, Dalvin Cook e claro, Justin Jefferson.

Por falar no melhor WR da atualidade, nesta temporada JJ flertou com a possibilidade de se tornar o primeiro jogador a chegar nas 2 mil jardas recebidas. Com 1.771 jardas de recepção ele ainda luta para bater o recorde que pertence à Calvin Johnson, o Megatron, que, em 2012, recebeu 1.964 jardas. Para isso, ele precisa conseguir 193 jardas na última partida da temporada, que será contra o Chicago Bears.

Vamos adiante. Além de todos esses talentos no ataque, o Vikings também conta com jogadores na defesa que merecem respeito, como são os casos de Danielle Hunter, Zadarius Smith, Erick Kendricks, Patrick Peterson e Harrison Smith, este último, inclusive tem tudo para ser HOF.

Por mais que as coisas não estejam funcionando bem na defesa como unidade, todos esses jogadores são playmakers e podem conseguir fazer grandes jogadas, em momentos chaves das partidas, como já fizeram algumas vezes durante a temporada regular.

Além disso, o Special Teams conta com o punter calouro Ryan Wright, que mesmo em seu primeiro ano possivelmente será All-Pro. Além dele, Jalen Reagor e Kene Nwangwu estão conseguindo bons retornos pelo time de especialistas.

O objetivo já foi alcançado, nos playoffs o que vier é lucro!

Por fim e não menos importante, é bom lembrar a todos que o objetivo principal da temporada do Vikings já foi alcançado. O time está garantido nos playoffs, com direito a fazer no mínimo um jogo em casa. Lembrando que a equipe ainda está viva na briga para terminar na segunda colocação geral da NFC (Seed 2), que daria ainda mais vantagens na pós-temporada.

Quer criticar? Faça com quem merece

Agora, se mesmo depois de tudo isso você quiser continuar criticando o Vikings, pelo menos faça isso com quem realmente merece: Ed Donatell. O coordenador defensido é o principal culpado para esse time não ‘honrar’ a campanha que faz.

Sob seu comando, o time piorou o que já era ruim: a secundária que é uma verdadeira peneira. Foram mais de cinco jogos cedendo mais de 300 jardas aéreas para QBs como Mike White, Mac Jones, Teddy Bridgewater e Daniel Jones. Sem falar em Jared Goff e Kyle Murray, que também tiveram excelentes números quando encararam essa defesa.

Futuro promissor

Antes de terminar de vez esse texto, gostaria de lembrar que esse time apenas começou a ser montado por essa NOVA comissão técnica que é encabeçada pelo Head Coach (HC), Kevin O’Conell, e pelo General Manager (GM), Kwesi Adofo-Mensah.

A se projetar que nesta temporada foi possível conhecer todo o elenco, saber quais são as limitações e necessidades que precisam ser refoçadas, a expectativa para 2023/24 pode ser grandiosa. Me lembra muito o Philadelphia Eagles da última temporada, que chegou nos playoffs quase sem querer, e soube trabalhar na off-season para se tornar um contender neste ano.

Todos os conteúdos publicados neste site são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões e posicionamentos da FN Network.

Uma resposta

  1. Como torcedora dos Vikings, vi um time bem mais guerreiro e com vontade com este novo HC nessa última temporada em relação à anterior. Pena perderem o Za’Darius Smith e outros nesta janela de trocas, mas acontece. Orgulhosa desse time, apesar das críticas. Ainda ganharão seu primeiro SB!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

vpn-para-esportes
Por que faz sentido usar VPN para assistir esportes?
recap-nfl-semana-8-2023
Zona Neutra Overtime: Recap Semana 8 NFL 2023
quarterback-1888142_1280
Guia do Jogo #3: Futebol Americano РPosi̵̤es de Ataque
recap-nfl-semana-7
Zona Neutra Overtime: Recap Semana 7 NFL 2023
curiosidades-do-futebol-americano
Curiosidades do futebol americano: Tradições, recordes e muita história em uma das maiores ligas do mundo
previa-semana-5-nfl
Zona Neutra Overtime: Prévia da Semana 5 2023 da NFL
prévia semana 3 nfl 2023
Zona Neutra Overtime: Prévia da Semana 4 2023 da NFL
previa-semana-3-nfl-vikings-cbs
Zona Neutra Overtime: Prévia da Semana 3 2023 da NFL
guia-do-jogo-2 regras futebol americano
Guia do Jogo #2: Futebol Americano – Regras Básicas e Pontuação