Um total de 19 processos já foram movidos contra Deshaun Watson, acusando o quarterback do Houson Texans de agressão sexual. As ações são públicas e podem ser vistas no site do Condado de Harris County, no Texas.

O advogado Tony Buzbee abriu os três primeiros processos em 16 e 17 de março, todos relacionados à má conduta sexual por parte do jogador. Os dois primeiros estão relacionados a incidentes separados, nos quais Watson é acusado de cometer agressão civil ao tocar uma massagista com o seu pênis. Buzebee escreveu no processo que o comportamento de Watson é parte de um “padrão perturbador de predar mulheres vulneráveis”.

O advogado concedeu uma entrevista coletiva em seu escritório no dia 19 de março, quando mais quatro ações foram arquivadas. Com sete processos movidos até então, o advogado disse que havia mais cinco por fazer e que seu escritório estava em contato com outras 10 mulheres, totalizando 22 acusações.

Mais 12 ações foram movidas contra Watson desde então. Ele ainda disse que está enviando diversas informações e evidências à polícia de Houston e ao Ministério Público do Condado de Harris.

Principais acusações contra Deshaun Watson

Os dois primeiros processos alegam que Watson cometeu agressão civil expondo-se e tocando as massagistas com seu pênis. O primeiro aconteceu na casa de uma massagista, em março de 2020, e o segundo ocorreu em um spa, em agosto do mesmo ano.

Ambas as ações afirmam que as vítimas se sentiram desconfortáveis durante as massagens e encerraram as sessões depois que Watson agiu de maneira inadequada. “Ficou claro que Watson queria a massagem por apenas um motivo – sexo”, afirma o primeiro processo.

Watson tentou se comunicar com elas após o ocorrido por mensagens diretas no Instagram, mas elas não responderam. “Sei que você tem uma carreira e uma reputação, e sei que odiaria que alguém mexesse com a sua, assim como não quero que ninguém mexa com a minha”, disse o jogador à primeira vítima, de acordo com as ações. Ela considerou o comentário uma ameaça.

Terceiro processo envolve possível estupro

O terceiro processo relata um incidente que aconteceu em Houston, em dezembro de 2020. A ação relata um padrão comportamental observado nos dois primeiros processos, mas também relata um suposto estupro.

“Watson ficou mais agressivo, forçando ela (massagista) a mover a sua mão até a região íntima dele”, diz o processo. A ação ainda afirma que Watson forçou a massagista a fazer sexo oral nele e que ela não consentiu.

“A vítima gostaria de ter sido mais corajosa e ter encerrado a massagem. Mas ela se sentiu impotente no momento. Ela estava sob o controle de Watson”, afirma o processo.

Watson assediou a mesma massagista duas vezes

A quarta ação movida contra Deshaun Watson envolve uma massagista que alega ter sido assediada sexualmente duas vezes pelo jogador (em setembro e outubro de 2020).

“Durante a sessão, Watson agrediu e assediou a vítima tocando-a com seu pênis, tentou beijá-la e se expôs“, diz o processo.

Últimos processos acusam Watson de apagar mensagens enviadas às vítimas

Três novos processos acusando Deshaun Watson de assédio sexual foram arquivados no último domingo, 28. Entre eles, está um que afirma que o quarterback está excluindo mensagens que enviou no Instagram e que também está tentando entrar em contato com as mulheres que o acusam na tentativa de resolver a situação.

Todos essas três novas ações seguem o padrão das 16 anteriores, dizendo que o jogador agrediu sexualmente as massagistas tocando-as propositalmente com seu pênis. Uma delas ainda diz que Watson ejaculou na massagista sem o consentimento dela.

“Os requerentes não trouxeram esses casos por dinheiro ou atenção; em vez disso, buscam uma mudança no comportamento em relação ao Deshaun Watson e uma mudança de cultura na NFL”, diz o processo.

O que disse Deshaun Watson?

Watson se pronunciou apenas uma vez desde que o primeiro processo foi arquivado. Em uma publicação no Twitter, o quarterback afirmou que nunca tratou mulher alguma com outra coisa além de respeito. Também disse que o advogado das vítimas está em busca de publicidade e que ofereceu ao jogador “um acordo de seis dígitos” antes de abrir o primeiro processo.

O advogado do jogador, Rusty Hardin, emitiu um comunicado na última segunda-feira a respeito do último processo, que alega que Watson está excluindo as mensagens enviadas às massagistas no Instagram e entrando em contato com elas.

“Como muitas pessoas, Deshaun deleta regularmente mensagens antigas no Instagram”, disse Hardin. “Dito isso, ele não excluiu nenhuma mensagem desde 15 de março, um dia antes do início da primeira ação. Também negamos categoricamente que ele tenha entrado em contato diretamente com seus acusadores na tentativa de resolver esses casos”.

O agente de Watson, David Mulugheta, se pronunciou no dia 19 de março sobre as acusações e incitou que os acusadores estão em busca de ganhos financeiros.

NFL está investigando os casos

O porta-voz da NFL, Brian McCarthy, afirmou que o assunto está sob análise relativo à política de conduta pessoal da liga. Os Texans emitiram um comunicado dizendo que estão mantendo contato próximo com a NFL durante a investigação.

O diretor executivo da NFLPA, DeMaurice Smith, disse na terça-feira que o sindicato também monitoraria a situação.

“Monitoramos esses casos e se resultar em uma investigação da liga com relação à política de conduta pessoal, nos envolveremos nisso”, disse Smith em uma entrevista à ESPN.

DEIXE UMA RESPOSTA