O New England Patriots assinou com o Cam Newton um contrato de um ano. Através das redes sociais, futuros companheiros do Pats e ex-companheiros do Carolina Panthers, parabenizaram o QB pelo feito. No entanto, existem algumas dúvidas e críticas em relação ao futuro de Super Cam em Foxborough.

Preço abaixo do mercado

O valor de $7,5 milhões agradou os bolsos da franquia de Foxborough, porém desagradou e MUITO alguns jogadores da liga. O cornerback do San Francisco 49ers ,Richard Sherman, manifestou-se através de seu twitter sobre o contrato “mínimo” feito com Cam:

O comentarista da ESPN Stephen A. Smith também comentou o contrato, achando “ridículo” o valor pago a Newton, visto que com o reforço, o Patriots tem chance de ir atrás de um Super Bowl.

Existem quarterbacks na liga, como Phillip Rivers, que nunca passaram de uma final de conferência e estão ganhando lá seus $25 milhões por temporada. O valor pago a Newton, de 31 anos e que já liderou o antigo time a um Super Bowl, ganhando o MVP ofensivo e da temporada, é baixíssimo se comparado aos feitos de outros jogadores. Talvez isso se deva ao fato de Newton praticamente não ter atuado na temporada passada, ter sido afetado por uma sequência de lesões e a ausência causada pela recuperação.

Jogabilidade x mobilidade

Cam Newton é um QB móvel. Ele corre muito bem com a bola e isso é uma novidade em New England. Josh McDaniels, coordenador ofensivo do Patriots, não está acostumado com a ideia de um QB versátil e isso pode trazer inúmeros problemas. A equipe tem um ataque centrado no quarterback, o que causa ocasiona o seguinte impasse no sentido de: vale a pena reformular e/ou montar um playbook em cima da jogabilidade e estilo de um único jogador? Ou será que Cam Newton será capaz de adaptar-se?

Sair do pocket é uma habilidade muito bem requisitada em diversas em algumas situações de jogo, no entanto, preservar a integridade do QB tem sido uma das prioridades da NFL nos últimos anos. A partir do momento em que o quarterback vira um corredor, ele está sujeito à agressividade da defesa e isso, principalmente em Newton, tem deixado sequelas. Neste caso, a mobilidade cobra caro. Seria o tempo de pocket a criptonita do Super Cam?

Imagem: NFL (divulgação)

Histórico x experiência

Em 9 temporadas na NFL, Newton é um jogador experiente. Ele já jogou Super Bowl e tem um MVP na bagagem. Mas, a experiência cobra seu preço. Apesar dos prêmios e bons números, o jogador teve problemas na costela, no ombro, no joelho e no pé. Esta última, tirou o QB praticamente de toda a temporada passada, fazendo com que o Carolina Panthers o dispensasse.

Por estar em um contrato de valor baixíssimo por um ano e disputar posição com Jarrett Stidham, Newton não tem outra opção que se não demonstrar serviço. Apesar de não ter desaprendido a jogar, Cam conta com um severo histórico e pode não estar recuperado totalmente. Pois, com grandes saídas do pocket, vêm grandes lesões.

DEIXE UMA RESPOSTA