“Setembro sempre chega”, e finalmente a NFL está de volta. Depois de uma offseason agitada com renovações milionárias, muitas trocas de técnicos e jogadores, já tivemos a primeira das 17 semanas da temporada regular. Portanto, já podemos apontar quem foi a grande decepção da semana 1 da NFL.

Tom Brady e o Tampa Bay Buccannears

Tudo bem que era uma estréia amarga para o seis vezes campeão do Super Bowl, já que logo de cara enfrentaria o ótimo time do Saints. Mas, é inegável que foi decepcionante a forma como Brady estreou no time da Califórnia, mesmo jogando contra um time já entrosado.

O começo até foi promissor, liderando uma campanha terminada em um touchdown corrido do próprio QB. Entretanto, depois disso, o time e Brady foi ladeira a baixo. Foram 24 pontos seguidos para New Orleans, sendo dois TDs resultantes de duas interceptações – uma delas uma pick six. Um verdadeiro banho de aguá fria na empolgada torcida californiana.

No fim, derrota por 34-23, com um touchdown de Mike Evans já no famoso garbage time; além da sensação amarga de que ainda há muito a ser feito, até para se sonhar com uma vaga nos playoffs. Tom Brady não é o único responsável pelo fracasso na semana 1 da NFL, mas teve uma partida muito abaixo de sua capacidade, com passes imprecisos e escolhas ruins.

Ainda é cedo para falar em fracasso, contudo, uma grande luz amarela se acende em Tamba. Brady saiu de uma zona de conforto em Boston e agora os críticos serão bem exigentes com seu trabalho. Agora,ele pode e deve fazer muito mais do que apresentou nesse jogo para justificar seu alto salário e a expectativa em torno de sua transferência.

Avatar
Torcedor e refém do Cavaliers. Um entusiasta do Patriots e acima de tudo um apaixonado por esportes.

DEIXE UMA RESPOSTA