O último jogo da preseason seria a oportunidade de vermos um pouco mais o time titular em campo. Infelizmente, Washington não deu muita oportunidade e logo após a primeira campanha, John Harbaugh literalmente tirou o time de campo.

O Ataque Titular

O único drive do ataque titular deu bons sinais do que podemos esperar na temporada regular e acende uma esperança de vermos um Lamar Jackson mais bem preparado como passador, principalmente com os dois passes em profundidade na direção da sideline. Um deles recepcionado por Mark Andrews e o outro que daria um bom avanço de Devin Duvernay se o WR não tivesse deixado a bola escapar por suas mãos. Mesmo com uma boa cobertura, poderia ter ocorrido uma bela recepção.

No fim das contas, o time saiu zerado após Lamar Jackson ser sackado duas vezes pela DL de Washington e o Kicker reserva Jake Varety ter seu FG de 40 jardas bloqueado.

O prejuízo maior ficou por conta do Running Back J.K. Dobbins. Em uma segunda para 12 jardas na linha de 25 no campo de ataque, Dobbins recebe um passe curto de Lamar e é parado na linha de scrimmage. O impacto do LB Jordan Kunszyk causou uma hiperextensão do joelho de Dobbins. Até o momento de publicação deste texto, o jogador ainda fará uma ressonância magnética para avaliar a gravidade da lesão. Mas, ao que tudo indica, houve um rompimento do LCA, decretando o fim da temporada para o RB titular do Baltimore Ravens

Reservas Em Campo

No mais, o jogo foi um passeio no parque para os Ravens. Tyler Huntley, que já contra os Panthers havia demonstrado merecer a posição de QB 2, teve um dia de gala, anotando 4 touchdowns e fazendo uma média de quase 12 jardas por passe.

Quem acabou e beneficiando dessa alta produção foi o WR Ben Victor. O jogador recepcionou todas as bolas lançadas para ele, anotando um total de cinco recepções para 85 jardas e 1 touchdown. James Proche e Devin Duvernay também tiveram boa produção com Huntley no backfield. Proche teve 4 recepções para 52 jardas e um touchdown, enquanto Duvernay teve 4 recepções para 47 jardas. Seu único drop foi o descrito no começo do texto.

Entre os corredores, Ty’Son Williams aproveitou o dia para se colocar como novo RB2 da franquia. Embora Nate McCrarry tenha recebido mais carregadas (foram 22 ao todo), Williams foi o mais produtivo. Com quatro toques na bola, o jogador conseguiu produzir uma média de 10.5 jardas por carregada. McCrarry, por sua vez, produziu 3.1 jardas por corrida.

A Defesa De Sempre

Já no setor defensivo, o placar fala por si só. Vimos muito pouco o ataque de Washington em campo, em um jogo onde a pressão funcionou muito bem, principalmente no miolo da linha defensiva.

Mas se a pré-temporada é para ficarmos de olho em demonstrações individuais, Cris Westry e Nigel Warrior se saíram muito bem na partida. Ambos foram fundamentais para parar os snaps ofensivos dos adversários, principalmente em jogadas de corrida e passes curtos. Também vale destacar a atuação de Odafe Oweh, que vem atuando bem fazendo as pressões pelo lado de fora, e Patrick Queen, que vem demonstrando evolução na leitura do jogo.

Dominante, defesa para o ataque do Washington Football Team

O Baltimore Ravens volta a campo na segunda-feira, dia 13 de setembro, contra o Las Vegas Raiders, no Allegiant Stadium, na expectativa de que o time titular seja tão dominante como foram os reservas nos três jogos que precederam a temporada regular. Não fomos capazes de acompanhar um jogo inteiro com a linha ofensiva titular completa, tampouco vimos os principais WR em campo.

Será que o Baltimore Ravens vem tão dominante quanto promete para 2021?

DEIXE UMA RESPOSTA