A NBA está de volta! Mesmo que os jogos até aqui, tenham sido apenas jogos amistosos, já foi possível matar a saudade do basquete. Na semana passada, trouxemos uma análise de quem poderia vencer o MVP, mas e os outros prêmios? Na minha opinião, esses serão os vencedores de cada prêmio.

Rookie of the Year

– Ja Morant

Estatísticas: 17.6 pontos, 6.9 assistências e 3.5 rebotes.

Para mim, esse é um prêmio que não tem discussão, Ja Morant é o Rookie of the Year. Apesar de não ser a primeira escolha do Draf, Morant tem se provado um grande jogador para os Grizzlies. Além disso, ele foi eleito o Rookie of the Month em 3 de 4 premiações nessa temporada.

Após dois anos seguidos fora dos playoffs da NBA, Morant e os Grizzlies vêm fazendo uma temporada razoável, contando com 3 grandes jovens jogadores que podem dar grandes frutos no futuro.

Eu ainda tenho minhas dúvidas quanto a defesa de Morant, que é um problema que o acompanha desde o College. Entretanto, apesar dessa dúvida, não tem como tirar o mérito do impacto ofensivo que ele tem, além de ser um jogador muito físico, mesmo com sua estatura não o favorecendo.

Most Improved Player

– Brandon Ingram

Estatísticas: 24.3 pontos, 4.3 assistências e 6.3 rebotes.

Com Zion Williamson perdendo boa parte da temporada, Brandon Ingram foi a estrela que os Pelicans precisavam. Em relação a temporada passada, apenas o aproveitamento de arremessos de Ingram caiu, o que mostra como a troca para os Pelicans ajudou o jogador a melhorar seu estilo de jogo.

Graças a extensão dos playoffs, a 10° colocação foi suficiente para que os Pelicans voltassem a disputa de pós-temporada, depois de ficarem fora da última oportunidade. Os playoffs podem ser a chance de Brandon Ingram se provar como um futuro all-star da liga, já que a temporada regular foi muito satisfatória.

Coach of the Year

– Nick Nurse

Estatísticas: 46 vitórias – 18 derrotas, .719% de aproveitamento

Após analisar os candidatos ao prêmio de MVP da NBA, é hora de apostar em quem levará os demais troféus individuais do basquete americano.

Nick Nurse pode se tornar para os Raptors a mesma figura que Phill Jackson é para os Bulls. Desde a temporada 13-14, Dwaane Casey levava os Raptors aos playoffs, mas acabava falhando na missão de dar um título a equipe.

Por isso, em 2018, mesmo sendo eleito o técnico do ano, Casey foi substituído por Nick Nurse, que já levou a franquia ao seu primeiro título de NBA em seu ano de estreia como treinador.

Após perder Kahwi Leonard na free agency, Nick tem feito mágica nesta temporada. Segunda melhor equipe do leste e terceira melhor da liga, os Raptors têm provado que eram muito mais que apenas Leonard. Pascal Siakam tem sido o cestinha da equipe, mas o plano de jogo e maneira de jogar da equipe é o que impressiona.

Fred Van Vleet saiu de 11 pontos de média na última temporada para 17 nesta, já Norman Powell passou de 8.6 para 16.4, e isso mostra a habilidade que Nick Nurse tem de envolver os jogadores na rotação. Além disso, a equipe do Raptors foi a que mais sofreu por lesões na temporada, exigindo mais ainda do funcionamento do plano de jogo e da ajuda dos  jogadores de banco.

Defensive Player of the Year

– Anthony Davis

Estatísticas: 2.4 tocos, 1.5 roubos de bola e 9.4 rebotes

Após analisar os candidatos ao prêmio de MVP da NBA, é hora de apostar em quem levará os demais troféus individuais do basquete americano.

Anthony Davis foi o melhor defensor da NBA nesta temporada. Ele foi o segundo jogador com mais tocos (empatado com o Brook Lopez), ficou entre os 15 melhores em rebotes e entre os 20 melhores em roubos de bola.

O esquema defensivo de Frank Vogel ajudou o jogador, mais ainda assim, Anthony Davis tem ajudado muito a equipe a melhorar no lado defensivo. O Lakers tem uma das três melhores defesas em aproveitamento, e o esforço de Davis no garrafão contribui muito para isso.

 

DEIXE UMA RESPOSTA