Patrick Mahomes, quarterback do Kansas City Chiefs, assinou uma extensão de contrato de 10 anos com a franquia no valor de mais de 500 milhões de dólares. Além de ser o contrato mais valioso da história de todos os esportes, a assinatura abre precedentes para que os QBs que estão prestes a renovar contrato sejam influenciados por tal situação.

Inegavelmente, Mahomes vale o preço a ser pago. No entanto, assinar um contrato com tamanho valor faz a NFL e os próprios jogadores levantarem uma questão importante. Quanto os jogadores que estão para renovar seus contratos devem pedir?

Lamar Jackson

Reprodução: Twitter @Ravens

Mahomes e Lamar Jackson são talentos únicos e jogam com sob a criatividade dos seus coordenadores, ambos com menos de 25 anos. Lamar tem dois anos de NFL no currículo, mas ele não pode negociar com o Ravens, por uma questão de regras da liga, até o fim de 2020.

É absolutamente plausível que o QB de Baltimore terá que esperar o tempo passar e mostrar resultados tão bons ou até melhores do que tem mostrado. Assim sendo, ele poderá pedir suas centenas de milhões de dólares quando estiver próximo do fim de seu contrato.

Dak Prescott

Dak Prescott Dallas Cowboys
Imagem: NFL/divulgação

A situação de Dak Prescott é um pouco mais complicada. Isso porque o jogador irá jogar este ano em franchise tag, já que não houve assinatura de uma extensão contratual com o Dallas Cowboys.

Entretanto, devido a estrutura de contrato de Mahomes, existe a possibilidade de Dak pedir, no final da temporada de 2020, algo similar ao que diz respeito às garantias. Até porque, no contrato do QB dos Chiefs, ele recebe se estiver no elenco durante o período, e não de maneira “semanal” como os outros jogadores.

Em suma, o que pode influenciar o pedido de Prescott em relação a um novo contrato não seria tão somente valor, pois é evidente que ele não pediria algo tão alto. Mas sim a maneira como ele ganharia este valor.

Influências não tão diretas

Para Deshaun Watson, do Houston Texans, e Josh Allen, do Buffalo Bills, que também estão nos últimos anos de contrato, o contrato de Mahomes não seria um exemplo ou coisa do tipo, mas sim um incentivo.

Mahomes, apesar de estar apenas em seu segundo ano, conseguiu um contrato imenso não só pelo fato de já ter ganho um Super Bowl, mas garantindo um futuro muito bem planejado em relação às potencialidades. O que pode, de certa maneira, vir a elevar a produção de Watson e Allen, que não tem sido tão a contento de ambas franquias.

De maneira geral, o contrato de Pat Mahomes oferece diversas opções de mudança no futuro da liga. E não só pelo valor e pelo tempo, mas também por assegurar a estrutura de recebimento dos ganhos de maneira estável.

DEIXE UMA RESPOSTA