Após o retorno de peças importantes da defesa, o Indianapolis Colts garantiu mais uma vitória dentro da divisão. Com mais um jogo espetacular de Justin Houton e de T.Y. Hilton contra seu adversário favorito, os Colts continuam fortes na briga por uma vaga nos playoffs após garantir um recorde com pelo menos oito vitórias. Com um placar de 26-20 contra os Texans e a derrota dos Titans para os Browns, ainda vive o sonho de vencer a AFC South.

O BOM

Jogo contra os Texans, em Houston… Dado o histórico desse confronto, outra coisa não poderia acontecer: T.Y. Hilton é o dono do NRG Stadium! Com um início de temporada fraco para seus padrões, Hilton parecia estar esquentando os motores para esse confronto desde o jogo contra os Titans, onde teve boa atuação. T.Y. contra os Texans é um caso a ser estudado: rotas perfeitas, recepções de elite, ótimos números e atuações de gala mesmo durante uma má fase. Ainda vale destacar o bom jogo de Philip Rivers. Mesmo sendo protegido pela terceira opção da posição de left tackles e com uma séria lesão no pé, o veterano tem se mostrado seguro e importante para o ataque do time produzir.

No lado defensivo podemos falar sobre Kenny Moore II e DeForest Buckner. O DB apareceu de forma brilhante antes do intervalo com dois passes desviados em sequência. Mas seu maior momento no jogo foi a interceptação no 3º quarto em que praticamente roubou a bola da mão de Brandin Cooks. Já o DT faz cada centavo do contrato valer a pena. Com dois sacks, dois tackles para perda de jarda e três QB Hits, Buckner mostra cada vez mais que é extremamente importante para os Colts.

Outro jogador que apareceu muito bem, especialmente no segundo tempo, foi Jonathan Taylor. O calouro parece estar cada dia mais ambientado com o jogo profissional e mostra que qualquer dúvida quanto a sua capacidade de receber passes caiu por terra. Ainda conseguiu um touchdown de 39 jardas recebendo passe curto de Rivers. Pelo ar teve 44 jardas, enquanto somou mais 91 jardas terrestres. Mais um jogo ultrapassando a marca de 100 jardas de scrimmage, mais um jogo mostrando evolução e mais um jogo mostrando os motivos pelos quais os Colts usaram uma escolha de segunda rodada para selecioná-lo. Taylor teve uma média de sete jardas por carregada e foi o “ponto de luz” no nosso jogo corrido pouquíssimo eficiente com outros running backs.

https://twitter.com/Colts/status/1335662022147641347?s=19

O RUIM

Apesar de boas apresentações individuais no ataque, o time ofensivo ainda sofre em conversões de terceira descida. Nesse jogo, os Colts conseguiram apenas converter 27% das tentativas. Outro ponto que acabou se tornando negativo, graças à falha na execução, foi uma tentativa de conversão de quarta descida muito próximo da end zone dos Texans. Porém, temos que lembrar que o touchdown do Jonathan Taylor aconteceu exatamente numa tentativa de quarta descida.

Outro ponto negativo foi a ausência de Anthony Castonzo, por lesão no joelho. La’Raven Clark assumiu o posto de titular como left tackle e acabou se machucando durante o jogo. Posteriormente Reich confirmou que o jogador de linha ofensiva teve uma lesão no tendão de Aquiles. Além disso, a ausência de Bobby Okereke continua sendo sentida pela nossa defesa.

JUSTIN HOUSTON

Após mais de uma temporada e meia nos Colts já podemos cravar que o contrato de Justin Houston foi muito bem pago. Havia uma dúvida sobre quanto o ex-Kansas City Chiefs ainda poderia contribuir e agora já podemos dizer que a aposta dos Colts foi certeira. Oficialmente Houston conseguiu três sacks no jogo, um fumble forçado, três hits em Watson, dois tackles para perda de jardas e ainda mais quatro tackles. Performance digna de um prêmio de Jogador Defensivo da Semana da AFC. Com as atuações dessa temporada e também da anterior, é justo pensar numa renovação de contrato com o defensor que chegou sob a suspeita de ser “velho demais” para jogar em alto nível.

PRÓXIMO CONFRONTO: Las Vegas Raiders

No próximo domingo às 18h05 o Indianapolis Colts viaja até Las Vegas para enfrentar os Raiders no moderno Allegiant Stadium. A partir de agora cada confronto é importante. Cada vitória aproxima na mesma medida em que a derrota afasta dos playoffs.

Na temporada passada os Colts tiveram problemas sérios com o Raiders, principalmente nos passes curtos que iam triturando a defesa aos poucos. É preciso muito cuidado com esse jogo pois a franquia de Las Vegas possui uma defesa que incomoda, principalmente com Maxx Crosby.


Fiquem ligados nas notícias sobre os Colts no @HorseshoeBr@potrosbr  e @fumblenanet, além dos pitacos da @CarolVago12, do @pj1992 e do @William_Borella!

Assine o Colts Brasil no Spotify!

Assine o Feed do Colts Brasil para não perder nenhum episódio do podcast ou texto! https://fumblenanet.com.br/feed/coltsbrasil

Siga-nos no Instagram! https://www.instagram.com/podcastcoltsbr/

Fotos: disponíveis no site oficial dos Colts.

DEIXE UMA RESPOSTA