Pós-jogo: o bom, o ruim e DeForest Buckner

Podemos dizer com certeza: jogar contra Deshaun Watson, independente do elenco de apoio, sempre será difícil! Com mais uma vitória proveniente de um turnover e com uma partidaça de DeForest Buckner, o Indianapolis Colts completa a dobradinha contra os Texans na temporada. O placar de 27-20 contra Houston no Lucas Oil Stadium deixou os Colts mais próximos dos playoffs, levando o recorde a 10-4.

O BOM

O jogo come√ßou com o ataque colocando duas posses a frente no placar, algo que animou a torcida nos primeiros drives. Para isso, contamos com boas participa√ß√Ķes de Jonathan Taylor e Nyheim Hines, al√©m do bom suporte da linha ofensiva. No in√≠cio do jogo, do outro lado da boa, a linha defensiva pressionou muito Deshaun Watson e conseguiu alguns sacks logo no in√≠cio do confronto. A linha ofensiva, que tinha problemas no suporte ao jogo terrestre, melhorou sua atua√ß√£o e manteve a boa prote√ß√£o a Rivers. Por consequ√™ncia, nosso QB deve ser o menos sackado ao fim da temporada.

Apesar de ceder algumas recep√ß√Ķes que n√£o ced√≠amos e algumas corridas tamb√©m incomuns, podemos dizer que a defesa fez sua parte para ganhar o jogo quando o ataque j√° n√£o respondia tanto em campo. Darius Leonard apareceu mais uma vez para “salvar” os Colts de um empate no fim do jogo que levaria a prorroga√ß√£o. Segundo jogo da temporada contra os Texans, segundo jogo em que vencemos com um momento de brilho da defesa.

O RUIM

Apesar da vit√≥ria e dos 27 pontos marcados, n√£o podemos deixar de falar que o ataque foi algo preocupante nesse jogo. Os Colts iniciaram a partida em alta rota√ß√£o, conseguindo abrir duas posses de vantagem, mas n√£o conseguiram manter o bom ritmo. Desta forma, a apreens√£o de perder um jogo essencial para as pretens√Ķes do time foi crescendo. Depois de uma semana animadora passando o carro sobre os Raiders, os Colts provavelmente voltaram a por os p√©s no ch√£o contra os Texans e entenderam que ainda precisam trabalhar melhor no ataque para sonhar com algo maior na p√≥s-temporada.

Outro ponto de alerta foi a secundária com um jogo abaixo do esperado. Observamos erros importantes na cobertura de passe, com um deles resultando num touchdown fácil de Watson lançando a bola após queimar uma blitz pouco efetiva. Os Colts precisam ficar atentos a qualidade de Ben Roethlisberger que tem experiência suficiente para explorar pontos vulneráveis da defesa.

DEFOREST BUCKNER

Saiu muito barato. S√≥ podemos dizer que DeFo saiu muito barato pros Colts ap√≥s as atua√ß√Ķes que o iDL teve at√© o momento. Nesta semana o ex-49ers estava question√°vel para o jogo com um problema no tornozelo. Ainda assim foi a campo e conseguiu mais tr√™s sacks, dois tackles para perda de jardas e outros quatro hits no QB advers√°rio. A √ļltima estat√≠stica √© uma das que mais impressiona, especialmente quando vemos que apenas Aaron Donald est√° a frente de Buckner, com 25 hits dentre os jogadores da posi√ß√£o. Mesmo com snaps limitados, jogando apenas em 51% deles, o impacto de Buckner na defesa √© absurdo e digno de mais elogios a Chris Ballard pela aquisi√ß√£o.

PR√ďXIMO CONFRONTO: Pittsburgh Steelers

No pr√≥ximo domingo √†s 15h, com transmiss√£o da ESPN 2, o Indianapolis Colts enfrentar√° o Pittsburgh Steelers no Heinz Field. No come√ßo da temporada, imagin√°vamos que esta partida seria uma derrota certa, mas o momento atual pode ser favor√°vel aos Colts. Os Steelers vem de tr√™s derrotas consecutivas, incluindo uma para o rival Cincinnati Bengals no √ļltimo MNF. Sendo nossos carrascos hist√≥rico, os Steelers seguem como favoritos para o confronto. Os Colts ter√£o que jogar muito bem para vencer uma das melhores defesas da liga. Para isso, proteger Rivers contra Cameron Heyward e T.J. Watt √© essencial, assim como evitar que Ben Roethlisberger ache seus recebedores. A chave passa por pressionar o QB, coisa que os Bengals fizeram com maestria.

Os playoffs já começaram para os Colts. Vitória significa um passo enorme para a pós-temporada e, quem sabe, até o título da AFC South. Sem falar na moral que daria ao time vencer os Steelers, que não acontece desde a temporada 2008.


Fiquem ligados nas notícias sobre os Colts no @HorseshoeBr, @potrosbr  e @fumblenanet, além dos pitacos da @CarolVago12, do @pj1992 e do @William_Borella!

Assine o Colts Brasil no Spotify!

Assine o Feed do Colts Brasil para não perder nenhum episódio do podcast ou texto! https://fumblenanet.com.br/feed/coltsbrasil

Siga-nos no Instagram! https://www.instagram.com/podcastcoltsbr/

Fotos: disponíveis no site oficial dos Colts.

Todos os conte√ļdos publicados neste site s√£o de responsabilidade de seus autores e n√£o necessariamente refletem as opini√Ķes e posicionamentos da FN Network.

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOT√ćCIAS RELACIONADAS

COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 138 РVergonha na Flórida
gyvtetc7xwwzdnco2rxm
O Indianapolis Colts e a cultura do conformismo
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 137 – MVP despacha New England
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 136 – √Č playoff em Indianapolis!
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 135 – Cinco vezes Jonathan Taylor
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 134 – Sete confrontos para o fim
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 133 РEsperança em Indianapolis
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 132 – Colts 27-17 Dolphins
COLTSBRASIL_large
Colts Brasil Podcast 131 ‚Äď Colts 0-3