Com a vitória sobre os Jaguars e uma ajudinha dos Bills, os Colts conseguiram sua classificação aos playoffs. Jogando após saber do resultado em Buffalo, os Colts venceram em casa por 28-14 em mais um jogo com desempenho oscilante. Desta forma, o time de Indy acumulou 11 vitórias e cinco derrotas, o suficiente para se classificar como Seed 7 da disputada AFC.

O BOM

Antes de mais nada devemos falar que Jonathan Taylor foi uma grande escolha dos Colts no Draft de 2020. Questionado no início da temporada por não conseguir suprir de forma imediata a ausência de Marlon Mack, o produto de Wisconsin fechou a temporada mais do que em alta. Como se não houvesse uma defesa adversária, Taylor somou 253 jardas terrestres contra o Jaguars e carregou o ataque dos Colts em campo. Desta forma, o calouro bateu o recorde de jardas terrestres de um único jogador na história dos Colts e de quebra ainda terminou a temporada como o calouro com o maior número de jardas corridas na NFL.

https://twitter.com/Colts/status/1345885023979888642

 

Por mais que seja difícil desviar os olhos da atuação do RB e se atentar a outras atuações precisamos destacar Jared Veldheer. O veterano atuou como laft tackle para suprir a ausência de Anthony Castonzo e já se mostrou mais sólido que as opções usadas até então. Enquanto isso no lado defensivo, destacamos Darius Leonard que teve um hit no QB adversário, um fumble forçado além de dois passes desviados e mais 10 tackles (oito solo). Tais números o credenciaram a ganhar o AFC Defensive Player of the Week pela terceira vez na carreira. Ainda que com snaps reduzidos se recuperando da COVID-19, Buckner foi destaque com dois tackles para perda de jardas, dois sacks e um passe desviado. Com os números, DeForest se tornou o defensive tackle com maior número de sacks (9.5) em uma única temporada pelos Colts.

O RUIM

Tudo corria muito bem quando as coisas começaram (novamente) a ficar estranhas no segundo tempo. Abrindo a segunda etapa com um field goal desperdiçado por Rodrigo Blankenship, os Colts não pontuaram no terceiro quarto e viram os Jaguars encostar na pontuação, colocando o placar em 20-14. Mais um vez o declínio de desempenho no segundo tempo de jogo assustou os Colts, porém dessa vez nosso oponente não teve força para virar a partida. Nos playoffs, contra times mais qualificados, este pode ser um grande problema para o time de Frank Reich & Cia. Além disso, vale destacar outra partida com péssima taxa de conversão de terceira descidas: apenas 30%.

CLASSIFICAÇÃO AOS PLAYOFFS

Ainda que num cenário desfavorável para a classificação, o Indianapolis Colts bateu as probabilidades e não foi o terceiro time na história com recorde 11-5 a ficar de fora dos playoffs. A possibilidade da não classificação para a pós-temporada assombrou os Colts após a derrota fora de casa para os Steelers. Precisando de uma derrota de Ravens, Browns, Dolphins ou Titans, além de vencer o próprio jogo, os Colts ficaram muito próximos da não classificação. Com a primeira temporada 11-5 desde 2014, os Colts ainda chegaram perto do título da AFC South, perdendo para os Titans no critério de desempate. Uma temporada após perder seu franchise quarterback por aposentadoria, o time de Frank Reich retorna aos playoffs como azarão e transfere a responsabilidade ao próximo adversário, mas podendo incomodar numa AFC extremamente disputada em 2020.

PRÓXIMO CONFRONTO: Wild Card Round @ Buffalo Bills

Classificando como Seed 7, o Indianapolis Colts viajará até a gelada Buffalo para enfrentar os Bills na primeira partida de playoff entre os dois times na história. O jogo acontecerá às 15h05 (horário de Brasília) do próximo sábado (9), com transmissão da ESPN. O confronto é extremamente complicado para os Colts, uma vez que o ataque adversário está num momento excepcional, com Josh Allen jogando em nível de MVP. Além disso, a defesa de Buffalo foi a terceira que mais roubou bolas do adversário, 26 vezes. Desta forma, os Colts precisam fazer um jogo perfeito, explorando as (poucas) deficiências do adversário. Por exemplo, no lado do ataque os Bills são apenas a 13ª equipe pontuando na red zone. Já do lado defensivo, é uma das franquias que mais cederam TDs terrestres na temporada.

Independente do resultado do jogo, a temporada dos Colts foi excelente. Mostramos que conseguimos render com um QB que está em fim de carreira, mas é competente, amparado por elenco extremamente jovem e com boas peças e espaço para evolução. O planejamento feito por Chris Ballard e desenvolvido pelo coaching staff está no caminho certo.


Fiquem ligados nas notícias sobre os Colts no @HorseshoeBr@potrosbr  e @fumblenanet, além dos pitacos da @CarolVago12, do @pj1992 e do @William_Borella!

Assine o Colts Brasil no Spotify!

Assine o Feed do Colts Brasil para não perder nenhum episódio do podcast ou texto! https://fumblenanet.com.br/feed/coltsbrasil

Siga-nos no Instagram! https://www.instagram.com/podcastcoltsbr/

Fotos: disponíveis no site oficial dos Colts.

DEIXE UMA RESPOSTA