Oneil Cruz: o futuro do beisebol em Pittsburgh

Por Filipe Saochuk

Dois metros de altura, força no bastão, velocidade impressionante e um verdadeiro canhão no lugar de seu braço. Oneil Cruz, o shortstop (que de short não tem nada) do Pittsburgh Pirates, é um combinado de atributos físicos únicos, que o tornam um dos jovens jogadores mais intrigantes de toda Major League Beisebol.

Com tanto potencial, o camisa 15 dos Pirates carrega uma expectativa e empolgação com um atleta que não era vista há muito tempo entre os torcedores da franquia, talvez desde o início da trajetória de Andrew McCutchen na MLB em 2009.

Prospecto de enorme potencial

Nascido em 4 de outubro de 1998, na cidade de Nizao, República Dominicana, o “pequeno” Oneil Cruz seguiu os passos de muitos outros jovens de seu país e de seu próprio pai, ex-atleta da modalidade, tendo o beisebol como parte de sua vida desde cedo.

Após anos jogando na República Dominicana, Cruz assinou com os Dodgers em julho de 2015 como um Agente Livre Internacional, recebendo um bônus de $950 mil pela assinatura do contrato.

A sua estreia como profissional aconteceu em 2016, com o afiliado das ligas menores de Los Angeles, o Dominican Summer Dodgers, da Dominican Summer League. Até que o dia 31 de julho de 2017 marcou um capítulo importante de sua carreira.

Oneil Cruz foi trocado para o Pittsburgh Pirates em uma negociação que envolveu a ida do arremessador veterano Tony Watson para os Dodgers. A partir daí, o jovem shortstop iniciou uma escalada no sistema de Ligas Menores de sua nova equipe.

Cruz iniciou 2019 jogando pelo FCL Pirates, foi promovido para o Bradenton Marauders da High-A, onde rebateu sete home runs com .302 de aproveitamento e roubou sete bases em 35 jogos. Em julho daquele ano, Oneil Cruz já fazia parte do elenco do Altoona Curve na Double-A, mas acabou não jogando por praticamente dois meses devido a uma fratura no pé.

Oneil Cruz atuando pelo Altoona Curve, da Double-A
Oneil Cruz atuando pelo Altoona Curve, da Double-A (Foto: Altoona Curve)

Em 2020, a temporada das Minor Leagues foi cancelada por conta da pandemia da Covid-19, o que afetou o desenvolvimento de muitos prospectos em todo o beisebol. Já em 2021, com a situação um pouco mais normalizada, Oneil Cruz atuou em Altoona e Triple-A Indianapolis, onde rebateu 17 home runs, 47 RBIs e roubou 19 bases.

Mostrando tanto potencial nas Ligas Menores com sua força no bastão e velocidade, apesar de ainda gerar questionamentos quanto à sua defesa, Oneil dava indícios de que sua hora de receber uma oportunidade na MLB estava chegando. Em 2 de outubro de 2021, a oportunidade apareceu.

Oneil Cruz foi chamado para o elenco principal dos Pirates para participar dos últimos dois jogos da temporada. E fazendo jus à expectativa, terminou seu primeiro gostinho na MLB com três rebatidas e um home run neste espaço amostral tão pequeno.

Levantando sobrancelhas, agora com a camisa dos Pirates

Entrando em 2022, um jogador era consenso entre os torcedores e a mídia para começar o ano no elenco de Pittsburgh: Oneil Cruz. Porém, a diretoria tinha outros planos (sempre motivado pelo objetivo de economizar o máximo possível, mesmo que sejam “trocados”).

Ao final do Spring Training, contrariando as expectativas, Oneil Cruz não fez parte do elenco final dos Pirates para o Opening Day, e foi mandado para Triple-A Indianapolis para começar o ano.

Após 55 jogos, 49 rebatidas, 9 home runs e 35 RBIs, a longa espera acabou: Oneil Cruz agora era oficialmente jogador do Pittsburgh Pirates. Dessa vez, para não voltar mais para as Minors.

O dia 20 de junho de 2022 certamente ficou marcado na memória dos torcedores. Além da performance de três home runs (incluindo um Walk-off) de Jack Suwinski contra o San Francisco Giants, esta data marcou a aguardada chegada de Oneil Cruz para o tão necessitado elenco dos Pirates.

Diante do Chicago Cubs, foram 4 RBIs para o calouro em uma vitória por 12 a 1 no PNC Park, injetando uma faísca de empolgação e animação que a torcida dos Pirates não via há um bom tempo. Aliás, Oneil Cruz passou a chamar atenção de todo o mundo do beisebol.

Oneil Cruz na partida de estreia contra os Cubs
Oneil Cruz na partida de estreia contra os Cubs (Foto: Charles LeClaire – USA Today Sports)

Os atributos físicos do camisa 15 são de fazer qualquer fã do esporte levantar as sobrancelhas. Oneil Cruz ainda tem muito o que evoluir, como a sua produção contra canhotos, contra breaking balls, diminuir o número de strikeouts e ser mais consistente defensivamente… mas quando ele acerta, ele acerta.

Disputando praticamente metade da temporada nos Pirates, Oneil Cruz anotou 77 rebatidas, sendo 13 duplas, quatro triplas e 17 home runs, além de impulsionar 54 corridas.

Enfrentando o arremessador Kyle Wright do Atlanta Braves, rebateu a bola mais rápida já registrada na era do Statcast, a qual viajou a hilariantes 197km/h (122.4 mph).

Ao final da temporada, Oneil fazia parte de um elenco rejuvenescido e cheio de talentos intrigantes para o ano que estava por vir. Porém, sem alguma dúvida, o camisa 15 era quem mais causava a perigosa sensação de animação no tão machucado torcedor do Pittsburgh Pirates.

Após o aperitivo, o que está por vir em 2023 para Oneil Cruz?

O ano de 2022 foi o primeiro contato de fato de Oneil Cruz com a Major League Baseball, e apesar de perder alguns meses da temporada nas Minors, o jovem shortstop deixou a sua marca, gerando ainda mais expectativa pelo que está por vir.

Agora em definitivo como uma das peças chave da reconstrução da franquia, tendo seu lugar garantido no infield de Pittsburgh, Oneil Cruz, assim como os fãs, espera que 2023 seja onde o seu potencial possa ser de fato desbloqueado.

Com atributos físicos tão únicos e um talento nítido para praticar o beisebol, o jovem shortstop é a representação da esperança por dias melhores para a franquia de Pittsburgh. Mas afinal, até onde será que Oneil Cruz pode chegar?

Todos os conteúdos publicados neste site são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões e posicionamentos da FN Network.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

radio-pirata-085
Rádio Pirata 085 – Cutch 300 e rotação afinada
radio-pirata-084
Rádio Pirata 084 – Pirates zarpando na frente na NL!
radio-pirata-083
Rádio Pirata 083 – Olho no Opening Day
radio-pirata-082
Rádio Pirata 082 – Preview Pitchers Pirates 2024
radio-pirata-081
Rádio Pirata 081 – Preview Lineup 2024 e destaques ST Pirates
080 (1)
Rádio Pirata 080 – A NL Central 2024
radio-pirata-079
Rádio Pirata 079 – Mitch Keller renovou e mais negócios dos Pirates
radio-pirata-078
Rádio Pirata 078 – O mercado dos Pirates 2024
radio-pirata-077
Rádio Pirata 077 – Vida de torcedor dos Pirates vol2