A temporada regular é longa – sequer entramos no segundo terço – e os atletas tendem a alternar bons e maus momentos. Faz parte do jogo e também reside aí um pouco de sua graça, suas histórias de superações, etc. No caso do San Diego Padres, dois jogadores ainda estavam devendo: o segunda base Jake Cronenworth e o campista central Trent Grisham. Cronen até vinha produzindo bem na defesa, porém ao bastão não vinha tendo o mesmo desempenho que se espera dele. Estava se salvando, digamos, pelos walks que normalmente o colocavam em jogo. Mas ainda faltavam suas rebatidas de potência e elas começaram a aparecer na série contra os Brewers. Foram dois home run decisivos, em momentos cruciais das partidas. Já Grisham vinha pagando por suas escolhas equivocadas no home plate, que ocasionavam contatos ruins e sucessivas eliminações por fly ou ground out. Chegou a Milwaukee com meros 16% de aproveitamento ao bastão e se despediu do Wisconsin com quase 18%. Uma evolução e tanto. Foram cinco rebatidas, quatro corridas, três walks e dois roubos de base na conta do camisa 2.

Sobre a série vencida em Milwaukee, a derrota no primeiro jogo foi um castigo amargo para Sean Manaea. O ás jogou por seis entradas completas, cedendo apenas uma corrida e cinco rebatidas, obtendo oito strikeouts. O catcher Alfaro também foi muito bem, com um home run de duas corridas e dois walks. Os Padres entraram na parte baixa da nona entrada vencendo por 4 a 1, mas Rogers não estava bem e cedeu quatro corridas aos cervejeiros, que custaram a vitória para San Diego.

 

 

Na segunda partida veio a reação, com direito a uma atuação de gala da equipe. Um 7 a 0 comandado por Joe Musgrove, que por muito pouco não conseguiu seu segundo no-hitter com a camisa café e ouro. Atuou por oito entradas completas e só foi ceder rebatida – a única – exatamente no último inning em que esteve em campo. Foram seis strikeouts e mais uma atuação acima da média do ás que ainda negocia sua renovação contratual. Machado anotou um home run, teve dois walks, impulsionou três corredores e anotou duas corridas. Já Profar foi 3 em 5, impulsionando duas corridas e anotando uma.

 

 

No jogo três, da melhor de quatro, MacKenzie Gore implodiu o American Family Field com uma dezena de strikeouts, nenhuma corrida permitida e apenas três rebatidas cedidas. Apoiado no ataque por uma grande exibição de Jake Cronenworth, os Padres venceram por 4 a 0. Jogando como primeira base, Cronen foi 2 em 4, com um home run, uma rebatida dupla, uma corrida anotada e três corridas impulsionadas.

 

 

Por fim, o jogo quatro foi marcado por fortes emoções. Com Clevinger de volta ao montinho, os Padres viram os donos da casa abrir o placar na primeira rebatida, com um home run solo de Wong. A ofensiva café e ouro teve sucesso apenas na terceira entrada, virando o placar para 3 a 1. Ramirez assumiu o montinho na parte baixa da entrada, atuando por quatro entradas completas. Foi muito bem nas três primeiras, mas sucumbiu na última, cedendo as duas corridas que empataram o jogo. Saiu para a entrada de Suarez, que não foi bem e precisou ser salvo por Tim Hill, que segurou o empate. Na parte alta da décima entrada, Jake Cronenworth despachou a bolinha para a estratosfera, em um home run de três corridas que deixou os Padres muito perto da vitória. Mas faltava ainda a parte baixa da entrada e Bob Melvin chamou Rogers para tentar fechar o jogo e recuperar sua moral. O camisa 17 precisou de apenas oito arremessos para fechar o jogo, sua 18º na temporada, mas não sem antes ceder uma corrida. Na última eliminação, contou com a ajuda da defesa, numa bela queimada dupla.

 

 

Com uma campanha de 33 vitórias e 21 derrotas, os Padres seguem em segundo lugar na NL Oeste, mas voltam do Wisconsin fortalecidos, após triunfarem sobre o líder da NL Central. Agora terão pela frente mais uma pedreira. Líder da NL East com 36 vitórias e 19 derrotas, o NY Mets aportam em San Diego para uma série melhor de três jogos, entre segunda (6) e quarta (8). A expectativa em torno das partidas é muito grande, inclusive com a ESPN colocando dois deles em sua grade de programação. Também pudera, é o encontro da terceira e da quinta melhor campanha de toda a MLB, ainda com a possibilidade remota da volta de Fernando Tatis Jr ao time café e ouro. É jogo de gente grande.

Autor: Henrique Porto

DEIXE UMA RESPOSTA