Fala fiéis, o sistema de fazenda (na nossa língua materna) é a famosa “categoria de base” do beisebol e nesse texto, vamos esmiuçar a do nosso San Diego Padres mas antes me permitem fazer um leve resumo do que é a MiLB (Minor League Baseball ou Ligas Menores) ela é composta por 120 times dentro de 4 ligas de níveis diferentes. Todas as franquias da MLB tem 4 afiliados, um em cada nível. Ela é divida em 4 níveis, dentre eles a TRIPLE A, DOUBLE A, HIGH A e a SINGLE A.

Quando os jovens jogadores são draftados ou recrutrados via período de contratação internacional, antes de chegarem na MLB (diferente do draft da NBA e NFL) eles são avaliados pelo departamento de prospectos/scouts da franquia e aí são designados de acordo com o seu nível técnico atual (não o seu potencial) para algum desses 4 níveis. Importante destacar que a idade aqui pouco importa, o que vale é o desempenho atual em vista do seu potencial. Lembrando que o prospecto não precisa passar por todos os níveis da MiLB para chegar na MLB ou ficar o ano todo em um só afiliado, ele pode ficar variando os níveis nas ligas menores de acordo com o seu desempenho. É bom destacar que essas ligas são usadas também com outra finalidade pelas franquias da MLB, principalmente para a recuperação de algum jogador que se lesionou ou está em má fase. Feito esse breve resumo de como funciona e a finalidade das ligas menores, vamos falar do nosso farm system, quer saber quais são os nossos times afiliados e em quais níveis eles se encontram? Vem comigo!

O PRIMEIRO NÍVEL DA MiLB – TRIPLE A

Nesse nível boa parte dos jogadores que estão inscritos no roster do afiliado, estão também inscritos no roster de 40 jogadores do Padres para a MLB e eles podem ser convocados para a liga principal a qualquer momento para substituir alguém. O nível triple A é onde se encontra mais veteranos (que não suportam mais o ritmo de uma temporada inteira pela MLB) e poucos prospectos jovens.

Aqui temos o querido EL PASO DE CHIHUAHUAS que disputa a Pacific Coast League East. O nosso querido Chihuahuas fica na cidade de El Paso no belo estado do Texas. El Paso tem uma população pouco maior que 700 mil pessoas e fica localizado na fronteira com o México, El Paso tem em sua região uma zona metropolitana que engloba a Ciudad Juarez no México, igual San Diego tem com Tijuana. O Chihuahuas tem 1 título da Liga do Pacífico onde se sagrou campeão em 2016.

O time atua no ballpark da Southwest University Park que tem capacidade para cerca de 8.000 lugares. E muito bem estruturado possui sala de imprensa para 360 pessoas, 24 suítes de luxo para concentração, escritórios para a equipe e a loja de venda de produtos da equipe, tem salão de festa, vários restaurantes e bares com espaço para crianças brincarem e foi inaugurado em 2014. É administrado pelo grupo que comprou o Chiuhuahas. Foi eleito o melhor estádio das ligas menores em 2018.

Olho neles: Os Chihuahuas é o time mais perto de sabermos qual jogador pode chegar às grandes ligas e contribuir imediatamente com os Padres. O clube abre o ano com duas das principais promessas em seu roster, MacKenzie Gore (nº 4) e Luis Campusano (nº 3), junto com o canhoto Ryan Weathers. A equipe também conta com Reiss Knehr (nº 8), que conseguiu uma vaga na grande liga em 2021 e pode voltar novamente nesta temporada. Eguy Rosario (nº 7) pode ser objeto de muitas negociações comerciais em potencial, olho também em Brent Rooker que chegou na troca com o Twins.

O SEGUNDO NÍVEL DA MiLB – DOUBLE A

Seguindo a fila chegamos no nível DOUBLE-A, aqui alguns jogadores saltam direto para a MLB, já que muitos dos melhores prospectos são colocados aqui, para jogarem uns contra os outros, em vez de contra os veteranos que ainda ocupam espaço na categoria Triple-A. Talentos experimentados que já disputaram ligas profissionais estrangeiras podem aparecer no roster dessa categoria. Os maiores salários dos prospectos se encontram nesse nível.

O Padres nesse nível, é representado por mais uma franquia do estado do Texas, o SAN ANTÔNIO MISSIONS, que joga na TEXAS LEAGUE SOUTH. A cidade de San Antônio fica localizada no sul do estado do Texas e tem uma população grande viu turma, cerca de 1 milhão e 500 mil habitantes, o Missions detém 22 títulos divisionais e 13 títulos da Liga. O nome da franquia foi escolhido de uma forma bem semelhante ao dos Padres, uma homenagem aos freis que desvendaram as cidades. Mandam suas partidas no Estádio Municipal Nelson William Wolff, que pertence ao município de San Antônio, sendo arrendado para as operações do MISSIONS onde o mesmo precisa fazer investimentos e cuidar da manutenção do ballpark. Tem capacidade para mais de 6.200 espectadores chegando a 9 mil se colocando assentos em uma parte do gramado, o local mais popular e com ingressos em conta.

Um fato curioso e bem legal é que o estádio fica nas costas (fundo) da base militar da Força Áerea de Lackland, então durante as transmissões é normal ver os aviões militares pousando e decolando na beira do estádio. Os Missions têm regularmente a “Noite Militar”, convidando tropas recém formadas nos cursos de formações, para acompanhar as partidas, assim como o Padres, então é óbvio que iríamos querer vinculo com o Missions né?

Olho neles: O Missions têm uma mistura interessante de veteranos com experiência em grandes ligas e alguns remanescentes da safra (onde gastamos uma nota no período de contratação internacional em 2016). O clube não apresenta grandes promessas, mas pode disputar o título da renomada Texas League. O principal prospecto aqui é o pitcher Kevin Kopps (nº 17) e Korry Howell (nº 16) que chegou na troca com o Brewers. Vale a pena acompanhar Esteury Ruiz que desapareceu da lista de principal prospectos, mas ele ainda tem 22 anos. Se repetir o que fez na temporada passada, onde deu flashes combinando sua velocidade e potência no bastão, faz dele alguém para assistir e acompanhar no Missions.

O TERCEIRO NÍVEL DA MiLB – HIGH A

Aqui temos prospectos promovidos do Single A (quarto nível da MiLB), embora alguns jovens geralmente de primeira rodada até a terceira rodada do draft possam integrar o rooster dessas equipes, em especial aqueles com experiência universitária (college).

Nosso terceiro afiliado é o simpático FORT WAYNE TINCAPS, que joga na MIDWEST LEAGUE EAST. O time que fica localizado na cidade de Fort Wayne no estado da Indiana, cidade que tem pouco mais de 270 mil habitantes. É o nosso afiliado mais antigo em termos de parceria e longevidade (desde 1999). O TinCaps é também o afiliado que está mais distante da cidade de San Diego cerca de 1.849 milhas (2.976 km) de distância.

Disputa suas partidas no moderno estádio Parkview Field que fica localizado no centro da cidade de Fort Wayne, foi inaugurado em 2009, o estádio pertence ao próprio TinCaps e suporta pouco mais de 6.500 fãs. O ballpark é muito bonito e estruturado, custou cerca de 40 milhões de dólares e só o naming rights do estádio foi vendido por 3 milhões de dólares. Um detalhe curioso é que esse nosso afiliado vem conquistando vagas nos playoffs em todas as temporadas de existência do Parkview Field, com exceção de 2016. Uma outra curiosidade, sabe quem é ídolo máximo do TinCaps? Que eles tem um baita orgulho de ter “formado” e que inclusive, durante sua carreira nas ligas menores, foi onde passou mais tempo e possui mais jogos disputados? Fernando Gabriel Tatis Medina ou conhecido popularmente sob a alcunha de TATÍS JR. É claro que quem revela, trabalha o jogador é o Padres, mas nesse caso isso aconteceu e ele foi digamos assim “trabalhado” no FORT WAYNE TINCAPS. Daí você vê a qualidade de El Niño, que saltou do nível Alto A para a grande liga.

Olho neles: O TinCaps tem quatro dos 20 melhores prospectos do San Diego Padres em 2022 e facilmente terão o melhor campo externo do nosso farm system, com Robert Hassell III (nº 2), Joshua Mears (nº 10) e Corey Rosier. Depois do catcher Luis Campusano (nº 3), Brandon Valenzuela (nº 20) é a melhor perspectiva da posição no nosso farm system e ele guiará uma equipe universitária liderada pelo pitcher Robert Gasser (nº 9). Dependendo de quanto tempo todos fiquem todos disponíveis no TinCaps, este pode ser um afiliado que vai brigar por algo maior na sua divisão. A garotada desse nível aqui, devem demorar ainda umas 2 temporadas para chegarem na MLB se tudo der certo é claro.

O QUARTO NÍVEL DA MiLB – SINGLE A

É a liga onde começa os nossos rookies e jogadores recém contratados no período de contratação internacional, provenientes de países como Cuba, Venezuela, México, República Dominicana, Colômbia e demais países da América Latina.

Vamos para o quarto nível da minor league, aqui o nosso representante é o LAKE ELSINORE STORM, que joga na California League South. O time fica localizado na cidade de Lake Elsinore que tem pouco mais de 70 mil habitantes, no estado da Califórnia. O nome do time é em homenagem ao nome da cidade, pois fica em volta do LAGO ELSINORE e dai o nome em português, TEMPESTADE DO LAGO ELSINORE, legal né? O Storm possui 6 títulos da sua divisão o último sendo em 2019 e 3 títulos da liga, 1996, 2001 e 2011. São nossos afiliados desde 2001 e geograficamente, é o nosso afiliado mais próximo da cidade de San Diego, aproximadamente 66 milhas (106 km) de distância.

O Storm é um afiliado muito valoroso para os Padres por conta da sua proximidade com San Diego e principalmente pelo clima bem gostoso da Califórnia, o que facilita na adaptação dos jogadores provenientes de países do caribe e de países tropicais. O Padres utiliza bastante a estrutura do Storm, por exemplo, para fazer transições entre jogadores regressando de lesões ou para poder trabalhar melhor individualmente um jogador que está em má fase, evitando uma viajem pouco mais longa para Peoria no estado do Arizona, onde fica localizado o Centro de Treinamento dos Padres.

O Storm disputa seus jogos no Lake Elsinore Diamond, que foi inaugurado em 1994; o parque de beisebol que acomoda cerca de 7.866 fãs. O estádio é muito bacana, ele é meio que rebaixado no terreno se comparado ao nível do estacionamento, você consegue assistir o jogo de la. Uma curiosidade é que anualmente hospeda um evento de Halloween chamado o CAMPO DOS GRITOS é bem legal.

Olho neles: O Storm tem as duas principais escolhas dos Padres no draft de 2021 (a primeira e segunda escolha). O shortstop Jackson Merrill (nº 6) e o outfielder James Wood (nº 5), o segunda base Max Fergunson (nº 17) e o jovem pitcher de apenas 18 anos Victor Lizarraga (nº 13), o garoto saltou o nível da ACL e ira fazer parte da rotação do Storm. Aqui é onde temos o maior número de talentos disponíveis do farm system, começando a lapidação agora, então eles vão demorar um pouquinho ainda para serem cogitados na MLB. Vai ser legal assistir o jogo leve dessa molecada do Storm.

 

CONCLUSÃO SOBRE A MILB

Para finalizar este texto, quero destacar o funcionamento dessas organizações. As franquias da MLB é que decidem quais jogadores irão formar o roster e a comissão técnica dessas equipes, com isso arcando com a folha salarial na íntegra. Já o clube afiliado fica responsável pela parte administrativa, logística dos jogos, venda de ingressos, fornecimento dos materiais esportivos utilizados pelo clube e cuida de toda a parte relacionada aos departamentos de comunicação/marketing e a parte comercial e exploração dos produtos.

Ainda existe um último nível de MiLB que é a Rookie League para nós a ACL (Arizona Complex League) mas essa é disputada quando todos os outros níveis já se encerraram e possui jovens, geralmente abaixo dos 19 anos. O Padres ainda disputa a DSL (Dominican Summer League) que é a espécie de ACL só que disputada na República Dominicana com atletas nativos.

Particularmente adoro tudo que envolve o farm system e procuro assistir uma boa quantidade dos jogos para observar como anda nosso futuro. Claro que fica mais fácil quando o Padres decepcionam na MLB (se brincar assisto mais jogos dos afiliados do que do Padres até 2019 hahaha) mas e você fiel, vem nessa jornada de ligas menores comigo? Hoje o bate papo foi para explicar para vocês o funcionamento e falar um pouquinho dos nossos times afiliados. Te convido para que na próxima jornada, acompanhem os relatos do desempenho dos nossos prospectos e as classificações dos nossos times afiliados na MiLB. Um abraço!

OBS: todos os prospectos mencionados no texto foram ranqueados de acordo com o MLB Pipeline e podem variar com outras mídias que analisam o farm system.

Autor: Victor Salviano @VSalviano (twitter)

DEIXE UMA RESPOSTA