Joseph Anthony Musgrove, o garoto de San Diego, que conseguiu o primeiro no-hitter na história do Padres, é um potencial agente livre. O Padres fez uma recente tentativa para assinar uma extensão com ele, mas as conversas não levaram a um acordo. No-No Joe está ganhando $8.625 milhões de dólares nesta temporada, o final da arbitration. Os números não foram 100% confirmados, mas uma fonte ligada ao The Athletic, através do insider Dennis Lin, indicaram que a última oferta feita pelo Padres foi de 8 anos de contrato por um valor aproximado de 11 milhões por temporada. Não é surpresa que o Musgrove considere essa proposta insuficiente, pois desde Março do ano passado, dois arressadores entrando na Free Agency, assinaram contratos bem mais lucrativos que este oferecido pelo Padres. José Berríos, do Toronto Blue Jays, assinou por 7 anos no valor de $131 milhões de dólares, uma média de 20 milhões por ano, já Lance McCullers Jr., do Houston Astros, assinou sua extensão de 5 anos por $85 milhões de dólares, média de 17 milhões por temporada.

Joe Musgrove está com 29 anos e possivelmente fazendo seu último contrato valioso na carreira, e seu valor cresceu desde que chegou em San Diego, portanto, se o Padres não conseguir uma renovação antes de ele virar agente livre, é provável que muitas equipes se interessem por ele e o valor dele aumente ainda mais. Desde sua última lesão no triceps em setembro de 2020, ainda jogando pelo Pirates, seu ERA está em 2.96 em um total jogado de 231 entradas, incluindo um ERA de 2.16 em 25 entradas pelos Padres nessa temporada. Os outros arremessadores que vão virar agentes livres, são de uma classe muito alta de ACES, entre eles, Jacob deGrom do New York Mets, Justin Verlander do Houston Astros, Noah Syndergaard do Angels, Nathan Eovaldi do Red Sox e Chris Bassitt também do Mets.

Em entrevista para a 97.3 The Fan, rádio de San Diego, na semana passada, inclusive citado por Victor Salviano e por mim no último Padres Cast, Joe Musgrove disse que o Padres está muito interessado na renovação e que valorizam muito ele, inclusive ele também revelou a vontade de permanecer em San Diego, e que o ‘lockout’ atrasou algumas coisas, mas o clube e ele vêm conversando há algumas semanas sobre o assunto e a negociação caminha devagar, até por ser meio da temporada, mas que ainda não chegaram em um denominador comum, bom para as duas partes. Levando em consideração que o valor esperado por Musgrove seja de aproximadamente 20 milhões por temporada, compatível com os arremessadores que possuem o mesmo nível de métricas e números segundo o FanGraphs. Nas duas últimas temporadas, o FanGraphs avaliou Musgrove em $26 milhões de dólares por ano.

Em resumo, Joe Musgrove vai pedir um valor mais alto para conseguir fechar no que realmente ele merece, já que o Padres está fazendo o caminho inverso, oferecendo um pouco menos (talvez contanto com a boa vontade de Joe pela cidade e o time) para ir aumentando e chegar num meio termo, até porque Peter Seidler sabe que a torcida não ficaria feliz se o clube deixasse o Musgrove bater na Free Agency e eventualmente assinasse com outra franquia. Joe Musgrove entra em campo hoje na partida final da série contra o Pittsburgh Pirates, buscando a vitória para levar a série, que se encontra empatada em 1-1, para seguir com a ‘road trip’ e encerrar com dois jogos em Cleveland na terça e quarta-feira, onde inclusive Mike Clevinger retorna ao montinho pelos Padres.

Autor: Felipe Bruce – (twitter instagram) além do @SDLoyalBR.

DEIXE UMA RESPOSTA