Mock Draft Steelers 2023 v2

por Léo Lima

Falta pouco mais de um mês para o NFL Draft 2023 (27, 28 e 29 de Abril), a free agency foi bem movimentada (e ainda continua), mas a gente sabe que vocês seguem em ansiedade pura com as escolhas do Steelers, então nosso analista Léo Lima preparou uma segunda versão do Mock Draft Steelers 2023 (primeira versão aqui, versão em podcast aqui), para que vocês se habituem com mais nomes e discutam mais possibilidades. A gente divulga muita análise pelo Telegram, então cheguem junto pra acompanhar! Vamos às escolhas!

1ª rodada – escolha 17 – Joey Porter Jr, CB, Penn State

A família começa a aparecer desde cedo. Nosso menino Joey Porter Jr, filho do eterno LB Joey Porter, deve estar disponível na nossa escolha, para reeditarmos essa conexão bem familiar.

Porter é um cornerback atlético e físico, que gosta de contato o tempo inteiro. Parece até que cresceu nos arredores do antigo Heinz Field (pera, ele realmente cresceu rs).

Pontos positivos: Tamanho anormal para um CB com direito à 4ª maior envergadura já registrada e 5º maior braço, quase um slenderman. Correu muito bem o 40yd para o seu tamanho, perfeito pra jogar man coverage e fazendo pressão. Fede a Steelers, seria um dos melhores matches que eu já vi, fora que pode marcar até TE alinhando dentro do box. Só cedeu mais de 15 jardas em 1 jogada.

Pontos negativos: Tem um probleminha que pode vir a ser grande na NFL que é o excesso de contatos com o WR. No college os juizes dão mais liberdade para este tipo de contato, já na NFL ele pode sofrer com faltas. Pode usar melhor os braços e a envergadura bizarra que tem, além de melhorar o movimento de quadril. Precisa fazer big plays.

Comparação: Richard Sherman turbinado e com braços compridos

Outras opções: CB Devon Whiterspoon (Illinois) ou EDGE Lukas Van Ness (Iowa)

2ª rodada – escolha 32 (via Bears) – Drew Sanders, LB, Arkansas

Às vezes aparecem jogadores no draft que você olha e se pergunta: por que um cara desse joga na posição X e não na posição Y? E quando você começa a assistir a ele,  sua cabeça borbulha de tantas possibilidades por conta dessa tomada de decisão que antes fora duvidosa.

Sanders é um daqueles LBs com tamanho de EDGE, que sabe jogar de EDGE, mas escolheu ser LB e agora é um cara com um teto gigantesco por conta de suas escolhas. Por conta de seu tamanho não convencional, Drew pode ser um cara de impacto no dia 1 e que tem frame pra crescer ainda mais fisicamente, o que vai ser importante na liga.

Pontos positivos: Pass rush moves muito acima da média, pode jogar de Inside e Outside LB, colado na linha ou até marcando TE, tem explosão pra atacar o gap, consegue jogar o campo todo.

Pontos negativos: precisa ganhar mais músculo, melhorar o quadril que não é tão fluido na mudança de direção e melhorar a leitura de gap para estar no lugar e hora certo.

Comparação: Tremaine Edmunds mais magro que pode acabar virando EDGE

Outras opções: LB Jack Campbell (Iowa) ou WR Jordan Addison (USC)

2ª rodada – escolha #49 – Joe Tippmann, C, Wisconsin

Historicamente, o Steelers é um time que gosta de big guys nos dois lados da trincheira. Junta tamanho com atleticismo e temos então Joe Tippmann.

O center mediu muito bem em altura, peso e envergadura no combine, com seus 6’6″ e 313 lbs, pode jogar tanto de center como de Guard, dando essa abertura pro time testar diferentes combinações na OL.

Pontos positivos: Tamanho, atleticismo, 1.65 no 10yd dash pra um center 6’6″ é surreal. Tem uma âncora muito sólida, é dificil de ser derrubado, tem bons moves pra tirar o equilíbrio do adversário, ataca bem o 2º nível, tem um bom first punch (essencial na OL do Steelers).

Pontos negativos: Precisa abaixar o pad level, por conta da altura fica dificil de controlar, precisa melhorar a movimentação lateral, tem problema com holds, precisa refinar o footwork

Comparação: Bigger Josh Myers

Outras opções: G Steve Avila (TCU) ou OT Jaelyn Duncan (Maryland)

3ª rodada – escolha #80 – Byron Young, DT, Alabama

Uma das grandes needs do Steelers a curto prazo é DT e aqui vou repetir a minha única escolha da primeira versão do mock. Apesar de não jogar de NT, bem provavelmente teremos que substituir Larry Ogunjobi também, Young alinou muito como DT, DE e até como EDGE, versatilidade é sempre importante.

Meu DT2 contra o jogo terrestre, tendo o pedigree de Bama, mediu muito bem o tamanho do braço o que da pra ver na tape que ele usa muito bem pra buscar RBs e ainda terminou o combine como o 5º DT em atleticismo pela nota do Next Gen Stats da NFL.

Pontos positivos: ótimo motor, bom equilíbrio, reconhece bem jogadas, sabe lidar com double team e tem tudo para ter impacto já no primeiro ano.

Pontos negativos: Muito leve pesando apenas 294lbs (precisa ganhar massa urgente), cru no pass rush com poucas armas.

Comparação: D.J. Reader 50lbs mais leve

Outras opções: LB DeMarvion Overshwon (Texas) ou DT Zacch Pickens (South Carolina)

4ª rodada – escolha #120 – Xavier Hutchinson, WR, Iowa State

Que tal um jogador especial pra rechear o nosso WR Room? Xavier tem tudo pra ser esse jogador. Sabemos que Calvin Austin III pode acrescentar muito, mas por que não investir no início do 3º dia em um cara que pode ser uma arma desde o 1º dia, dando mais espaço para cortar jogadores como Gunner, Boykin etc.

Hutchinson é um big slot de 6’1 7/8 (quase 6’2″) que completaria muito bem o nosso time, consegue gerar jardas após a recepção, estatística que o Steelers foi o 4º pior da liga em 2022.

Pontos positivos: Habilidade de quebrar tackles, tamanho, boa variedade de rotas corridas, bom footwork pra quebrar rotas.

Pontos negativos: Produção baixa contra a Big 12, 6 drops em 2022, falta de explosão pra queimar CBs ou criar separação.

Comparação: Amon-Ra St. Brown menos atlético, mas maior

Outras opções: S Ji’Ayir Brown (Penn State) ou LB Owen Pappoe (Auburn)

7ª rodada – escolha 234 (via Broncos) – Stetson Bennett, QB, Georgia

Acho que não precisamos nos aprofundar muito aqui, mas o Steelers sempre vai pro training camp com 4 QBs, e hoje só temos 2 no elenco. Com esta escolha, vamos garantir o atual bi-MVP e campeão nacional do College Football.

Pontos positivos: Boa antecipação, consegue gerar problema correndo, tem capacidade de rodar esquemas de NFL, é um líder nato e pode ser uma boa sombra a Kenny Pickett.

Pontos negativos: faz 26 anos no inicio da temporada, pequeno demais, precisa evoluir o ball placement, sempre teve ótimas armas, já foi preso por beber na rua.

Comparação: Much Smaller Alex Smith

Outras opções: QB Maxx Dugger (TCU) ou WR Tre Tucker (Cincinnati)

7ª rodada – escolha #241 – Brenton Strange, TE, Penn State

Zach Gentry é um free agent e precisamos de um novo TE bloqueador. Strange é um nome de final de draft que tem toda a capacidade de assumir a função, além de toda a conexão com o nosso Pat Freiermuth!

Pontos positivos: Atlético, tem capacidade de bloquear muito acima da média, consegue jardas depois da recepção, mãos seguras.

Pontos negativos: precisa gerar mais separação, evoluir o footwork e o posicionamento de mãos no bloqueio, além de desenvolver a arvore de rotas.

Comparação: Tyler Conklin

Outras opções: RB Mohamed Ibrahim (Minesotta) ou C Jake Andrews (Troy)

Todos os conteúdos publicados neste site são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões e posicionamentos da FN Network.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

large-436
BlackYellowBR 436 – Perguntas da Audiência pt2 – Filosofando sobre Steelers
large-435
BlackYellowBR 435 – Perguntas da Audiência pt1 – Steelers 2024
O curioso caso da QB room do Atlanta Falcons
O curioso caso do QB room do Atlanta Falcons
large-434
BlackYellowBR 434 – Fields, Najee, WRs e Sutton
Steelers Draft 2024
BlackYellowBR 433 – O IMPÁVIDO COLOSSO Steelers Draft 2024
large-432
BlackYellowBR 432 – Fofocas draft 2024
como-assistir-futebol-americano
Como assistir futebol americano no Brasil
mock-draft-fnn-2024
Mock Draft by Creators FNN: Lista completa de Trades
large-431
BlackYellowBR 431 – Mock Draft Steelers 2024 v2