Em todos os esportes existem dinastias que marcam gerações e que, certamente, um dia têm o seu término. Por exemplo, na NFL existe a possibilidade do fim da dinastia da franquia New England Patriots. No entanto, quando considerarmos as dinastias do futebol americano universitário, temos pouca credibilidade na imprensa nacional (brasileira). Dito isso, vamos listar algumas dessas dinastias no College Football.

Alabama (2009-2020)

Nick Saban Net Worth: Contract History, Commercials and Charity ...
HC Nick Saban comemorando título de 2015

Alabama ganhou cinco campeonatos nacionais e seis títulos da Conferência na última década. Certamente, isso o torna como umas das dinastias mais vencedoras da história. De fato, Nick Saban tem uma parcela gigante nessa construção, aliás, ele venceu cinco campeonatos com a franquia, e uma com LSU em 2003.

Assim sendo, é junto com Bear Bryant, o HC com mais títulos nacionais da história (6), inclusive, Bryant foi outro HC que passou por Alabama e que teve uma dinastia em sua época (1958-1982). A dinastia de Saban continua viva, pois, a cada ano ele tem feito ótimo trabalho no recrutamento, e isso possibilita a equipe se tornar competitiva e ganhar mais campeonatos por anos.

Oklahoma (1948-1958)

A night at the Chez Paree: The conspiracy behind how Oklahoma ...
HC Bud Wilkison

Nenhuma equipe dominou mais de dez anos como Oklahoma. Sob a direção do lendário técnico Bud Wilkinson, de 1947 a 1963, o Sooners nunca havia conseguido tal sucesso como o fez naquele período. Durante esse tempo, Wilkinson levou o Sooners a 11 títulos consecutivos da conferência – eles ganharam 14 consecutivos de 1946 a 1959 – além de três campeonatos nacionais.

Para esclarecer melhor, o técnico Bud Wilkinson criou um programa que registrou 107v-8d em um período de 10 anos. Isso ainda o colocou a franquia como recordista da NCAA com 47 vitórias consecutivas entre 1953 e 1957.

Notre Dame (1941-1949)

Frank Leahy, College Football's Greatest Coach // UHND.com

De 1941 até a virada da década, o Fighting Irish produziu quatro campeonatos e cinco temporadas invictas sob o comando do treinador Frank Leahy. O HC substituiu a carência  do lendário treinador Knute Rockne, que liderou uma das épocas mais bem-sucedidas da história de Notre Dame entre 1919 a 1930.

Para esclarecer seu histórico, as equipes de Leahy terminaram com 75 vitórias, sete derrotas e seis empates, considerado pela revista Sports Illustrated como uma das melhores equipes do século XX em 1947, além de também eleger três jogadores aos troféus de Heisman. Certamente, Notre Dame foi uma das grandes equipes da história do College.

Yale, Harvard e Princeton (1869-1920)

1888 Yale Bulldogs football team - Wikipedia
Equipe de Yale em 1888

O futebol universitário era um jogo muito diferente no final do século 19 e início do século 20, principalmente porque o jogo em si mudou muito em um curto período de tempo, mas também porque os principais programas de força dos primeiros anos do esporte não jogam mais em alto nível. Portanto, temos que falar desses três pioneiros da história do esporte.

Yale foi creditado com 27 campeonatos nacionais de futebol universitário, de acordo com registros oficiais da NCAA – perdendo apenas para Princeton na história do esporte. No entanto, 20 dos 28 “títulos” de Princeton vieram antes de 1899, incluindo 11 consecutivos desde 1869 (quando o Princeton, era então conhecido como College of New Jersey) até 1881.

Yale venceu 19 campeonatos nacionais antes de 1900, mas também teve grande sucesso no século 20, incluindo um recorde de 100-4-5 (0,917) de 1900-10. Além disso, de 1872 a 1909, os Bulldogs registraram um recorde de 291-16-17 (0,889).

Também digno de nota, o arqui-rival Harvard foi 64-3-2 (0,928), com três títulos de 1897-1902 e 90-8-6 (0,865), com seis campeonatos nacionais de 1908-20. Juntos, os “Três Grandes” se uniram para ganhar 64 campeonatos nacionais de 1869 a 1927.

Miami/Flórida (1983-1992)

Beyond The U: Jimmy Johnson - State of The U
HC Jimmy Johnson comemorando o título

A dinastia  de Miami ocorreu na década de 1980 e durou até 1992. Apelidado de “The U”, esse programa venceu quatro campeonatos nacionais – 1983, 87, 89 e 91 – e viu inúmeros jogadores estrelas pela NFL. Como exemplo, Bernie Kosar, Vinny Testaverde, Michael Irvin e Jessie Armstead.

Certamente, Miami nos anos 2000 teve uma equipe dominante sob o comando de Cooker e Davis, além de obviamente, jogadores de alto escalão como: Andre Johnson, Willis McGahee, Kellen Winslow Jr, Antrel Rolle, Sean Taylor, Ed Reed, Jonathan Vilma e Clinton Portis.

No entanto, a equipe dos anos 80, apesar de ter três treinadores diferentes – Jimmy Johnson, Dennis Erickson e Howard Schnellenberger – foi uma equipe mais consistente e vencedora

Nebraska (1991-1997)

Video: Tom Osborne tributes | 2012 Husker football season ...
HC Tom Osborne

Nebraska já foi uma potência no futebol universitário e isso nunca foi tão evidente quanto nos anos 90, quando Tom Osborne, o treinador de maior sucesso na história dos Cornhuskers, levou cinco títulos Big 8, um título da Big 12 e três campeonatos nacionais.

Os Cornhuskers foram dominantes entre 1991-97. A equipe de 1995, liderada pelas estrelas Tommie Frazier, Terrell Farley e Ahman Green, é considerada uma das melhores equipes de todos os tempos. Além de ter uma defesa formidável.

Os Cornhuskers, nesse ano de 95, marcaram 638 pontos (53,2 por jogo), permitindo apenas 174 (14,5 por jogo), terminado a temporada invicta em um Fiesta Bowl vencido por 62×24 contra a equipe de Florida, uma das melhores performances da história.

Menções Honrrosas

  • USC (1967-1979) e (2002-2008)
  • Ohio State (1954-1979)
  • Michigan (1894-1905)
  • Texas (1961-1973)
  • Florida St (1992-2000)

DEIXE UMA RESPOSTA