A temporada 2019-20 da NBA foi suspensa por tempo indeterminado. Em vista disso, enquanto não temos novas histórias pra ver e contar temos que nos apegar ao passado (mas nem tão distante assim) e relembrar jogos históricos da NBA. Hoje, iremos falar exclusivamente do jogo 7 entre Toronto Raptors e Philadelphia 76ers, na temporada passada; em que finalmente a fama de azarão e pipoqueiro do time de Toronto foi exterminada, aniquilada e destruída por Kawhi Leonard & Cia.

A série

(Foto: David Dow/NBAE via Getty Images/AFP)

No momento, a série estava empatada por 3×3 sendo jogada a 7ª partida em Toronto por causa da melhor campanha do Raptors na temporada regular. No Jogo 5, os donos da casa não tomaram conhecimento do Sixers e venceram por 125×89; precisando apenas de uma vítoria em Philly no jogo 6 para ir para à final de conferência. Apesar disso, o Sixers, em sua casa, conseguiu forçar o 7º jogo ganhando por112x101 num jogo muito equilibrado, apesar do placar. Ou seja, o jogo 7 iria acontecer e iriamos presenciar mais um dos jogos históricos da NBA.

Por um lado, o Raptors apostava na força e a atmosfera de sua torcida; já o Sixers também apostava nisso tendo em vista os jogos anteriores de playoffs que o Raptors deslizava dentro de sua casa. A fama de azarão e correios (sempre entrega em casa) era piada pela NBA inteira; mas ali naquele “Game 7”, o universo dava outra oportunidade do Raptors desfazer (multiplicar) isso; e dependia única e exclusivamente dele.

O clima do jogo

Air Canada Centre to become Scotiabank Arena in whopping $800 ...(Canadian Press)

O clima do jogo era o melhor possível para os amantes de basquete. O ginásio estava literalmente fervendo e explodindo a cada pontuação do Raptors. Portanto, isso era óbvio, a torcida globalizada de Toronto sempre fez muita festa em jogo de playoff do Raptors. Mas a questão era: como os jogadores do Raptors iriam se comportar com tamanha euforia?

O jogo

Butler chama a responsabilidade, e 76ers empatam a série contra os ...(Reuters)

Este jogo foi feito de fases. Antes do 4º quarto não havia um equilíbrio no jogo em si, e sim uma alternância de momentos bons. Em consequência da importância do jogo e pelo fato de serem duas das melhores defesas da NBA, a pontuação foi reduzida, e no final do 3º quarto o placar estava apenas em 67×64 para o Raptors.

No entanto, logo depois tudo mudou, e no começo do 4º quarto realmente havia um equilíbrio na partida; pontuação no lado de lá e do lado de cá. Porém, quando finalmente chegou a hora que separa o homem dos meninos, o Sixers, que não necessariamente era a equipe mais entrosada em quadra (era a mais calma), conseguia trabalhar a bola planejando o melhor arremesso. Por outro lado, o Raptors era diferente, talvez aquela narrativa de azarão estava pesando naquele momento; até que Kawhi Leonard, o homem da risada estranha, colocou a bola debaixo do braço e fez ponto de tudo e qualquer jeito.

Game Winner

Toronto Raptors x Philadelphia 76ers - Jogo 7 - Kawhi Leonard — Foto: Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images(Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images)

O placar estava marcado 90×88 para o Raptors, até que Kawhi Leonard errou o 2º lance livre e Tobias Harris pegou o rebote, deu o passe para o Jimmy Butler correr e fazer a bandeja do empate faltando 4.2 segundos. Apesar de ter ainda a última posse de bola para tentar ganhar o jogo, um filme passou pela cabeça do torcedor do Raptors naquele momento. Será que o Raptors vai entregar um jogo que estava na mão de novo? A fama de time pipoqueiro vai permanecer? O time fez a troca do DeRozan por 1 temporada de Kawhi atoa?

Enfim, a resposta é NÃO! Kawhi Leonard recebe a bola no meio da quadra, marcado por Simmons e Embiid, se descola pro lado direito para conseguir um arremesso melhor e arremessa… O relógio para… A bola encosta no aro e na tabela, não uma, nem duas, nem três e sim QUATRO VEZES, até se render a cesta. E assim, o Toronto Raptors, o time que entrega em casa, vai para a final do Leste, e logo após a final da NBA conseguir seu 1º título.

 

DEIXE UMA RESPOSTA