Com o aumento dos casos de Covid 19 dos norte-americanos, o otimismo sobre jogar futebol universitário em 2020 diminuiu. De fato, algumas conferências até já cancelaram os jogos para esse ano, como por exemplo a Ivy League. O presidente da NCAA, Mark Emmert, já expressou preocupações com o agravamento das tendências do vírus e considera adiar a temporada. Pensando nisso, será mesmo que terremos temporada de College Football este ano?

De acordo com uma pesquisa recente do Stadium, diretores esportivos de grandes programas de conferências rebaixaram suas perspectivas para um início de temporada normal, com muitos esperando um atraso além do início oficial, previsto para 29 de agosto. Além disso, vários jogadores optaram por não jogar esse ano, como Rashod Bateman (Minessota), Micah Parsons (Penn State) e Caleb Farley (Virginia Tech). Esses jogadores são considerados escolhas altas no Draft e certamente são uma baixa para suas equipes.

Ainda assim, de acordo com as pesquisas, apenas 11% esperam uma temporada cancelada. Um cancelamento definitivo devastaria a economia esportiva da faculdade, visto que o futebol americano é o principal mecanismo de receita do setor e uma temporada perdida pode acabar com US $ 4 bilhões em receita total, de acordo com a ESPN.

Entretanto, vale ressaltar que os jogadores querem jogar. Uma pesquisa recente perguntou a 73 jogadores da FBS se eles jogariam mesmo com tanto casos, e 64 responderam que se sentiriam confortáveis treinando e jogando nesta temporada, sem a existência de uma vacina.

Conclusão

Portanto, a tendência é que tenha sim temporada de College Football. Porém, como já foi reportado, os jogos serão dentro de suas conferências e sem torcida, com todos os protocolos de saúde sendo executado rigorosamente.

Porém, não é descartado a temporada ser adiada e começar apenas em março de 2021, mas o diretor executivo do College Football Playoff, Bill Hancock, garantiu à ESPN que os playoffs estarão prontos “para o que acontecer”. Lembrando que os playoffs acontecem em dezembro, e a final em 11 de janeiro, no Hard Rock Stadium, em Miami.

DEIXE UMA RESPOSTA