Se você perguntar a qualquer torcedor do San Diego Padres quais jogadores estão devendo na temporada, dois nomes serão quase unânimes: Luke Voit e Trent Grisham. O primeiro chegou para ser um rebatedor designado de potência, mas vinha entregando apenas 20% ao bastão. Muitas vezes parecia ansioso ao home plate, mas em entrevista antes da série contra o Pittsburgh Pirates prometia iniciar um novo momento com a camisa Café e Ouro. O segundo é velho conhecido da torcida, que antes se dividia a seu respeito: metade o defendia, enquanto a outra metade o criticava. Com o decorrer da temporada, suas falhas defensivas e seus incipiente 15% ao bastão, conseguiu unificar a torcida na opinião a seu respeito, correndo o risco de perder a vaga no time titular para Azócar. E a sombra parece lhe ter feito bem.

A série contra o Pittsburgh Pirates iniciou na sexta-feira, dia 27, e teve em Luke Voit seu herói. Apesar de mais uma boa partida de Sean Manaea (7.0 IP, 4 H, 3 ER, 5 SO), os visitantes abriram 3 a 0 nas quatro primeiras entradas. E com Quintana mantendo o nosso ataque sob controle, o horizonte não parecia tão azul no Petco Park. Mas, na sexta entrada Voit chegou lá, depois de duas eliminações anteriores por strikeout. O camisa 45 trocou o cinto amarelo pelo preto e parece ter retomado seus super poderes. Com dois em base e dois eliminados, aproveitou a troca de arremessador do adversário e acertou a bolinha na cabeça do taco, soltando uma bomba indefensável para empatar o jogo em 3 a 3. Na parte baixa da oitava entrada, os Padres colocaram dois em base antes de Myers ir para o home plate, e a vontade foi tanta que o jardineiro direito quebrou o taco na rebatida, mas conseguiu impulsionar Machado de volta para casa, anotando a quarta corrida e decretando a virada no placar: Padres 4 a 3. Depois, na parte alta da nona, Rogers precisou de apenas onze arremessos para eliminar três rebatedores e salvar seu 17º jogo na temporada. A 29ª vitória dos Padres.

 

 

As equipes tornaram a se enfrentar na noite de sábado, dia 28, com Machado poupado por recomendação médica. Desta vez, os Piratas foram cruéis com os Padres e viraram na parte baixa da nona entrada em um jogo que parecia perdido. A grande verdade é que Joe Musgrove teve mais uma atuação memorável e cedeu apenas uma corrida aos visitantes nas seis entradas em que esteve em campo. Os Padres haviam aberto o marcador logo na segunda entrada, quando Nola trouxe Cronenworth de volta para casa com uma rebatida de sacrifício no campo externo direito. Na terceira entrada, Gamel buscou uma rebatida de Hosmer fora dos limites do campo, impedindo um crucial home run de uma corrida e segurando o placar em 1 a 0 para o Café e Ouro. Motivado, os Pirates empataram na sequência, em uma lambança defensiva dos Padres. Na sexta entrada os Padres lotaram as bases, com apenas um eliminado. Mas o promissor cenário desmoronou com um infield fly de Kim, seguido por um strikeout em Hosmer. Na entrada seguinte não teve jeito: Grisham rebateu e Voit partiu em velocidade desde a segunda base para completar o diamante e desempatar o jogo para o Café e Ouro: 2 a 1. Com o jogo na mão, Rogers voltou ao montinho para mais um fechamento tranquilo. Porém, teve uma rara jornada ruim e acabou sucumbindo em um home run de três corridas que virou o placar em favor dos visitantes para 4 a 2. E a bomba de Hayes caiu como um balde de água fria sobre os Padres, que foram devorados vivos por um velho conhecido da torcida café y oro, David Bednar na parte baixa da nona entrada, em apenas doze arremessos.

 

 

Com a série empatada, Padres e Pirates fizeram o tira-teima de dez entradas em uma tarde de domingo (29), no Pecto Park. Mais uma vez sem Machado em campo, o Café e Ouro conquistou uma vitória por walk off, no limite do limite. O herói da vez foi Grisham, com um home run de duas corridas que explodiu contra o poste que delimita o campo de jogo e fez a alegria dos 44 mil torcedores que compareceram ao Petco Park. As coisas até poderiam ter sido mais fáceis se Azócar conseguisse uma rebatida simples na segunda entrada, quando os Padres lotaram as bases, com dois eliminados. Melhor ainda seria um grand slam, mas a realidade foi um ground ball no shortstop adversário. Desta forma, os Padres só conseguiram sair do zero na quinta entrada, com um home run de duas corridas oferecido por Profar. No montinho, MacKenzie Gore foi explosivo como sempre, com nove strikeouts. Deixou o campo após sete entradas completas, cedendo apenas duas rebatidas e nenhuma corrida neste período. Abriu passagem para Crismatt na oitava entrada, que foi muito mal. Cedeu três hits e duas corridas que igualaram o placar. É bem verdade que Profar teve sua parcela de culpa, ao deixar escapar a bolinha de sua luva e dar o tempo necessário para que uma corrida entrasse. Com o filme da noite anterior ainda vivo na lembrança, os Padres contaram com um inspirado Tim Hill no montinho e não deram sopa ao azar na nona entrada. Mas também passaram em branco na parte baixa, indo o jogo para as entradas extras, que já começam com um corredor em base. Park foi o escolhido pela equipe de Pittsburgh para ser o corredor e quase teve sucesso após um arremesso selvagem de García. Mas Alfaro conseguiu recuperar a bolinha e se atirar contra o home plate a tempo de fazer a providencial eliminação, que abriu caminho para o home run de Grisham.

 

 

Com 30 vitórias e 17 derrotas na temporada, os Padres caem na estrada nesta semana, sem direito a day off. Entre segunda (30) e quarta (1) disputam uma série melhor de três jogos contra os Cardinals, em Saint Louis, no Missouri. Depois, vão ao Wisconsin encarar os cervejeiros de Milwaukee, entra quinta (2) e domingo (5). Em jogo, a manutenção da vice-liderança da NL West, da vantagem de 7.5 jogos sobre San Francisco e da quarta melhor campanha entre as trinta equipes da MLB.

Autor: Henrique Porto

DEIXE UMA RESPOSTA