Após 28 anos, o Patriots seleciona um quarterback na primeira rodada do draft

Em 1993, o Patriots estava com a primeira escolha geral no draft e selecionou o QB Drew Bledsoe, prospecto de Washington State. Durante 9 anos, foi o titular da posição após lesionar e um tal de Tom Brady assumir o posto. Em 2019, Jarrett Stidham foi colocado como o “sucessor do trono” de Tom Brady, porém no ano seguinte (2020), não demonstrou qualidade necessária para um futuro como titular em New England. Mac Jones desembarca em Foxborough com a expectativa de iniciar uma nova era, em Alabama teve números expressivos, demonstrando liderança e inteligência em campo, vencendo o título do College em 2020. Esperamos que mais títulos sejam comemorados no Gillette Stadium. 

Cornerbacks não foram o alvo no draft, Gilmore vai renovar? 

Stephon Gilmore será free agent em 2022 e esperava-se procura por cornerbacks no draft. Não aconteceu. Albert Breer, na Sports Illustrated, informou que o ex-jogador de defesa do ano da liga, “estaria muito aberto” a uma extensão contratual com o Patriots. Gilmore falou que “está feliz em ser um Patriots agora e vai ver no que vai dar”. J.C. Jackson é outro jogador importante na posição e que será free agent em 2022. Vamos acompanhar o desenrolar dessas negociações. 

Front seven tem obtido foco da comissão técnica 

No draft 2019, Patriots selecionou Josh Uche (LB) na segunda rodada, Anfernee Jennings (LB) na terceira rodada e Cassh Maluia (LB) na sexta rodada, esse último não faz mais parte do time. Em 2020, Christian Barmore (DT) no início do round 2 e Ronnie Perkins (DE) na terceira rodada. Na free agency, New England assinou com Matt Judon (OLB), Davon Godchaux (DT), Kyle Van Noy (LB), Henry Anderson (DE), em busca de uma solidez maior no setor que foi uma das maiores fragilidades defensivas na temporada passada (2020). A equipe segue na trajetória de rejuvenescer a linha que já conta com Chase Winovich em crescente desempenho. 

A espera pelo wide receiver durou até a sétima rodada

A tão esperada seleção por um recebedor em uma das classes mais profundas dos últimos anos durou até a escolha #242, no sétimo round do draft de 2021. Ernie Adams, ex-diretor de pesquisas do time, fez as honras e selecionou o WR Tre Nixon. Em três foram apenas dois jogadores da posição escolhidos, N’Keal Harry e Tre Nixon, e é compreensível o pedido da torcida por recebedores, porém, na free agency Nelson Agholor (WR), Kendrick Bourne (WR), Jonnu Smith (TE) e Hunter Henry (TE) juntaram-se ao grupo, tornando ele melhor, com uma das melhores duplas de tight ends da liga e com diversidade de características. O ataque de New England exige do jogador mais que correr rotas, e a complexidade pode explicar a preferência por recebedores experientes e baixa produção dos atletas recém chegados a liga. 

Nenhum jogador não draftado assinou com o time

Até o momento que escrevo esse texto (04/05), o Patriots não assinou com nenhum jogador que não foi draftado em 2021, uma situação bastante atípica. Devido a pandemia de COVID-19, o número de atletas elegíveis ao draft caiu de 1932 para 657, sendo 259 selecionados, uma redução considerável, a qualidade dos jogadores esperados pela comissão técnica pode não ter sido satisfatória durante a prospecção. Outro ponto importante é a quantidade é a realização do minicamp liberado pela NFL, cinco jogadores free agents podem ser convidados para testes e com seis vagas no roster disponíveis (aumentará para sete após oficializar aposentadoria de Patrick Chung), Bill Belichick e sua comissão podem estar sendo cautelosos e utilizar esse período para melhor avaliação, sem entrar na disputa financeira que casualmente ocorre para contratação de free agents pós draft. 

 

 

Assine o feed para não perder nenhum episódio do podcast: https://fumblenanet.com.br/feed/doyourjobpodcast/

Siga nossas redes sociais e se mantenha atualizado: @DoYourJobPod e Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA