Se encerra mais uma série de jogos do Kansas City Royals, desta vez contra os Cleveland Indians, fora de casa. Com isto, mais uma análise aqui no Fumble na Net!

Primeiro Jogo: Royals 3@0 Indians

 Considerações gerais: O ataque mostrou pouco esforço, assim como no jogo anterior contra os texas rangers. Soler, Taylor e  Perez se destacam na defesa, mas deixam muito a desejar no ataque. Duffy, que no passado mostrou-se inseguro, se mostra positivo em sua estréia na temporada regular de 2021, com poucos walks cedidos e cinco strike outs. Barlow se mostra eficaz na sétima inning, mas cedeu um pouco à pressão da nona. Por fim, Hahn deixa muitas brechas inaceitáveis, cabendo à defesa, que mostrou ótimo desempenho ao longo do jogo, conter a ameaça do empate.  

 O início de jogo foi extremamente parado, com Duffy cedendo sua primeira walk e o ataque atuando de forma ineficiente. Na segunda entrada o jogo passa a esquentar: Com dois outs, Whit Merrifield rebate uma excelente Home Run em direção ao left field, abrindo o placar com duas runs (Lopez – Merrifield) a favor do Kansas City. Na defesa, Duffy consegue seu primeiro Strike Out, por Swing, cedendo apenas uma base ao adversário. Na próxima entrada, o pitcher começa a se apresentar mais sólido, fazendo arremessos melhores e cedendo apenas uma base novamente.

 No quarto período a falta de inspiração no ataque ainda é bem visível, como ocorre até a sétima inning. Nosso pitcher dá uma oscilada, dando duas walks de presente para o adversário, ainda que sem ceder runs, anotando apenas um Strike Out. 

 A partir da quinta entrada, Duffy atinge seu ápice na partida, e não cede mais nenhuma base, finalizando a sexta inning com um belo Strike Out e se retirando do jogo.

 Na sétima entrada, acontece o inesperado: Surge uma luz no ataque. McBroom conquista a terceira plate. Merrifield, mostrando que o ataque ainda tem jeito, realiza uma rebatida de sacrifício, permitindo com que McBroom, que por sinal não vem fazendo boas rebatidas na temporada, anotasse mais uma run! Barlow entra de pitcher, e ao contrário dos últimos jogos, tentou demonstrar esforço não cedendo nenhuma base.

 Na oitava inning, Barlow sentiu a pressão. Oscilou nos arremessos e facilitou para os rebatedores adversários. A defesa, assim como em toda a extensão do jogo, se mostrou bastante efetiva, eliminando rapidamente os adversários. 

 A nona entrada, por fim foi a mais ameaçadora do jogo. Designado para terminar o jogo, o pitcher Jesse Hahn deixa brechas inaceitáveis ao ataque adversário, cedendo uma walk em seus primeiros pitches. Destaque para Carlos Santana, que com um double out conseguiu aliviar um pouco a pressão nos ombros do Royals (lei do ex, Ironia, não?). O último rebatedor é eliminado, e assim, encerra-se o jogo.

Segundo Jogo: Royals 2@4 Indians 

 O seguinte jogo contra a franquia de Ohio, onde infelizmente sofremos a segunda derrota na temporada regular, também teve uma pontuação baixa.
As três primeiras innings começaram bem mornas, sem nenhuma run marcada, com atuações sólidas dos pitchers de ambas as equipes, vale destacar o desempenho de Jakob Junis que fez uma partida bem consistente e não cedeu runs em nenhum momento. Na quarta entrada conseguimos sair na frente no placar, com uma bela solo Home Run anotada por Salvador Pérez.

 Depois disso na sexta inning Hanh era o nosso pitcher que cedeu a primeira Home Run dupla à José Ramírez, o que voltou a acontecer na oitava entrada com Holland nos arremessos, fazendo com que o nosso empate conquistado na entrada anterior (sétima) por Kyle Isbel depois da rebatida de Nicky Lopes fosse por água abaixo.

 Depois disso pouco aconteceu, o que vale destacar é a entrada de Brentz que vem fazendo boas eliminações e ganhando mais solidez. 

Departamento Médico:

Adalberto Mondesi, duração: algumas semanas, motivo: distensão no musculo do tórax.

E aí torcedor, o que achou da análise? Deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA