Aqui está, finalmente espantei a preguiça, tomei vergonha na cara e vim terminar o que eu havia começado. Abril já acabou faz duas semanas, mas a nossa revisão do mês mais divertido da temporada ainda tem suas pendências para resolvermos, e agora vamos tratar de falar sobre os cinco melhores momentos que tivemos durante o romântico mês um da temporada. Por isso, ajeite a postura (tá com a coluna torta, amigo), respire fundo e vamos juntos embarcar no túnel do tempo da MLB.

 

5- O fenômeno Seiya Suzuki

Vindo da terra do Sol Nascente, e carregando o mesmo pedigree que Shohei Ohtani, Shogo Akiyama e Ichiro Suzuki tinham, de ser bom demais pra NPB, todas as dúvidas acerca da adaptação do outfielder nipônico foram respondidas de modo contundente logo no seu primeiro mês jogando no mais alto nível competitivo de beisebol.

Premiado com o prêmio de NL rookie do mês, Suzuki produziu muito bem ofensivamente, tendo .409 de OBP (porcentagem de chegada em base), .934 de OPS (OBP+SLG) e 4 home runs, numa sequência absolutamente avassaladora logo no início da temporada. O torcedor do lado ruim de Chicago pode ficar muito satisfeito em ter tal talento no seu time, pois ele é o tipo de jogador que aparece poucas vezes na história da liga. Você encontra uma análise mais aprofundada com o pessoal do Cubscast bem aqui.

reprodução: mlb

 

4- Os 2.697 K’s do GOAT Clayton Kershaw

O três vezes Cy Young e MVP Clayton Kershaw quebrou, no dia 30 de abril, o recorde histórico do Los Angeles Dodgers para um arremessador com mais strikeouts (quando o rebatedor é eliminado pelo terceiro strike) na carreira, quando na quarta entrada da partida contra o Detroit Tigers ele conseguiu o strikeout número dois mil seiscentos e noventa e sete da sua carreira vestindo azul e branco, e o seu quarto K daquela noite.

Esse recorde consolida um início muito sólido que Kershaw fez nesse ano, sendo tudo o que o Dodgers esperava do seu Ace e até mais do que isso. Com Kershaw jogando nesse nível, o Dodgers é franco favorito nessa Liga Nacional embolada e um adversário muito enjoado de jogar. Que delícia ver Kershaw de volta depois da sua lesão do ano passado, que seja assim até o final do ano. Você pode ouvir uma análise nada clubista sobre o feito nesse episódio do Dodgers Cast aqui.

reprodução: mlb

 

3- No-no no Queens

Dia 29 de abril, cinco arremessadores se juntaram para lançar o segundo no-hitter da história do New York Mets e o primeiro da temporada. Seus nomes: Meghil; Smith; Rodriguez; Lugo; Días. Temos um episódio do rebatida sobre isso bem aqui.

O jogo foi no Citi Field terminou em uma vitória por 3-0 contra o maior rival, Philladelphia Phillies, o que dá um gostinho ainda melhor para o feito, que serviu pra carimbar a ótima fase que a equipe da grande maçã viveu no final do mês de abril.

reprodução: bleedclubblue.com

 

2- Três mil vezes, Miguel Cabrera

Jose Miguel Cabrera, ou simplesmente Miggy, atingiu no dia 23 de abril, a grandiosa marca de 3.000 rebatidas na carreira. Miggy também já foi duas vezes MVP e conquistou a tríplice coroa na temporada de 2012. Cabrera é o único jogador na história da liga a ter no currículo mais de 3.000 rebatidas, +500 home runs, +.300 de média e ainda ganhar dois MVPs. Também temos um episódio do rebatida falando sobre isso bem aqui.

Sobre esse recorde, é interessante notar que Miggy é natural da Venezuela, o arremessador era venezuelano e o catcher também era venezuelano, e pelo estádio viam-se várias bandeiras da Venezuela. Como pode alguém não ser romântico com o beisebol?

reprodução: detroit jock city

 

1- Habemus beisebol!

Pra mim esse foi o melhor momento de abril, termos o beisebol. Vamos lembrar que foi um sofrimento todo o processo de negociação entre a MLB e MLBPA, eu cheguei realmente a duvidar que teríamos beisebol nesse ano, cheguei até a afirmar que daquele momento em diante a liga começava a sua morte inevitável (mantenho a opinião, como pode ler aqui), mas no fim deu tudo mais ou menos certo e temos o beisebol para apreciar durante o ano. O melhor momento do beisebol é ter o beisebol. Profundo…

reprodução: sporting news

 

Acabo por aqui o meu resumo, se abril foi tão legal, aguardemos o que o esporte da bola cosida nos reserva para o restante do ano. Obrigado se você chegou até aqui, não se esqueça de ajeitar a postura, beber água, passar filtro solar, e de se divertir com o beisebol! Até breve!

reprodução: phillies nation

DEIXE UMA RESPOSTA