Uma das grandes histórias da temporada 2017 da NFL é a de Marshawn Lynch de volta à NFL, mas dessa vez pelo seu time do coração, o Oakland Raiders. Depois de ficar um ano fora da liga, Lynch iria manter o seu estilo de imposição física de corridas? Ele não apenas fez isso, mas um pouco mais:

Jurrell Casey pesa 138kg. Lynch o tirou da frente com bastante tranquilidade em uma corrida pelo meio, já adiantado no 4th quarter. Então, ao menos para a primeira partida, as corridas estão lá. E o estilo falastrão de entrevistas, será que ele manteve? Bem…

“Eu estava lá, disponível, por três minutos e ninguém veio falar comigo. Tô de boa, né?”

Só nessa primeira semana pudemos ver também que se manteve a velha amizade de Marshawn com Deion “Primetime” Sanders, que durante uma entrevista com Derek Carr em seu programa pós-rodada, teve uma surpresinha enquanto falava do “Beast Mode”:

https://twitter.com/NFL/status/907091628891844609

Ele encerrou a semana 1 com 18 tentativas de corrida pra 76 jardas e uma recepção (com dois passes em sua direção) pra mais 16 jardas (ah, o Raiders venceu o Titans por 26 a 16, confira os melhores momentos do jogo aqui). O que ele fez quando não recebeu o segundo passe? Você não acreditaria se eu te dissesse, então te mostro:

Os companheiros de equipe falam não só no poder que ele usa dentro de campo, mas em sua influência fora dele. “Vejo como Marshawn está afetando não só o ataque, como também a nossa defesa. Estamos criando aquela atitude extra que precisávamos. Este é um jogo de atitude. E temos um ataque que tem múltiplas dimensões”, disse E. J. Manuel, o quarterback reserva. A Besta está de volta e está faminta.