O Cleveland Browns vai até Baltimore neste domingo (28/11) a fim de conseguir uma vitória importante se ainda quiser ter chances de ganhar a divisão ou ao menos ir para os playoffs. Para o Ravens, mostrar serviço em casa também será essencial, uma vez que ainda não ganhou contra times da AFC North e vai ter um calendário bem pesado nas próximas semanas com todos os confrontos de divisão pendentes.

Histórico

Desde 1999, os dois times já se enfrentaram 44 vezes, com os corvos chegando à glória em 33 dessas oportunidades, sendo o último evento em Cleveland naquele maluco Monday Night Football marcado pelo retorno heróico de Lamar Jackson, game winner de Justin Tucker e um safety para finalizar o jogo com um resultado inédito para a NFL (47×42).

A última vitória da Dawg Pound foi na semana 4 de 2019, um balde de água bem gelada em cima da defesa roxa por ceder uma corrida de 88 jardas para Nick Chubb, além de 3 touchdowns e mais a humilhação.

Além desses jogos, outra aparição em horário nobre entre os dois foi também numa semana 12, há 6 anos numa segunda-feira, que ficou eternizado pela narração de Everaldo Marques no field goal bloqueado por Brent Urban e recuperado para touchdown por Will Hill nos últimos segundos, que deu a vitória ao Ravens.

A promessa que nunca se realiza

Para muitos, é uma surpresa o time de Cleveland estar em último na AFC North com uma campanha de 6-5. É uma equipe muito promissora no papel: no ataque, vários alvos aéreos e fortes running backs acompanham o calouro ofensivo de 2018, enquanto que na defesa contam com uma fera na linha e vários jogadores bons na secundária, além de um técnico com esquemas modernos, que em seu primeiro ano conseguiu levar o time para os playoffs.

A temporada de 2021 até esse momento tem sido um tanto inconsistente. Nos primeiros 5 jogos do Browns, o ataque conseguia produzir cerca de 417 jardas totais por jogo e mesmo com o outro lado da bola cedendo quase a mesma quantidade foram capazes ganhar 3 jogos seguidos, com ênfase na atuação espetacular da defesa contra o Bears.

Em contrapartida, os últimos 6 jogos mostraram uma decadência com relação ao início da temporada. A defesa cedeu cada vez mais jardas e o ataque não conseguia produzir da mesma forma.

Por fim, o jogo

Se o jogo será com emoção ou não, só depende do que a defesa do Ravens vai apresentar. Mesmo sendo forte contra o jogo corrido, é bem difícil defender Chubb e cia. Se o time souber como não dar tanto espaço para ele, o trabalho será mais fácil de ser executado. Sem Odell, um nome tem sido muito decisivo para o jogo aéreo desde o ano passado: Donovan People-Jones. Se a falta de comunicação entre a secundária continuar, esse nome vai ser muito falado domingo à noite.

Ofensivamente o Ravens não tem muito o que ajustar. Roman pode trazer um playbook mais diversificado e provavelmente com jogadas mais rápidas para evitar o avanço de Myles Garrett para cima do QB, já que a linha ofensiva não vai dar conta desse trator.

Serĺa interessante ver como o time se comporta nas terceiras descidas. Browns deixou que o oponente movesse as correntes em 43% das oportunidades, enquanto o time da casa só conseguiu o feito em 35% das vezes. Como uma boa rivalidade, tudo é possível se tratando de Cleveland Browns e Baltimore Ravens no horário nobre. Que seja um bom jogo!

DEIXE UMA RESPOSTA