Após 8 jogos qualificatórios, começaram os playoffs da Stanley Cup, e temos muitas surpresas nessa fase final. Por conta da pausa de 4 meses, tivemos 8 jogos que decidiram as equipes classificadas, e algumas fortes candidatas ao título acabaram nem avançando para a disputa do título.

Edmonton Oilers

Jeff Vinnick/Getty Images

Com a dupla McDavid e Draisaitl brilhando, os Oilers tinham tudo para voltar a disputar uma Stanley Cup, troféu que não levantam desde 1990, mas a sorte não estava a favor deles; a má sorte já começou nos critérios de desempate para ver quem iria jogar o qualificatório, em que a equipe ficou a .009 de se classificar direto aos playoffs.

Depois disso, a equipe precisaria passar pelo décimo segundo seed, a equipe do Chicago Blackhawks, em uma melhor de 5. Devido ao tempo sem jogar, a equipe dos Oilers veio muito apática, e nem parecia o mesmo time, que acabou sendo derrotado por 3×1.

Pittsburgh Penguins

Minas Panagiotakis/Getty Images

Se alguém me dissesse no começo do ano que Oilers e Penguins estariam fora dos playoffs esse ano, seria impossível acreditar. Já que ambas as equipes vinham muito bem, e são lideradas por dois grandes jogadores da era recente do hóquei (McDavid e Crosby).
Os Penguins sofreram da mesma maneira que os Oilers, equipe praticamente garantida nos playoffs antes da pandemia, ficando de fora.

A derrota por 3 a 1 para os Canadiens, além de ter eliminado os Penguins da disputa, pode significar o início do fim da era Crosby, já que o camisa 37 já está com 33 anos e uma aposentadoria pode estar mais perto que imaginamos.

New York Rangers

Andre Ringuette/Freestyle Photo/Getty Images

Assim como a equipe dos Oilers, o Rangers vinham comandados pelo concorrente ao MVP Panarin e por Mika Zebanejad, que marcou 41 gols na temporada. Se antes da pandemia a torcida dos Rangers estava empolgada com o desempenho da equipe, a volta virou um verdadeiro pesadelo. A equipe simplesmente não entrou no gelo, e foi varrida em 3 jogos contra o Carolina Hurricanes.

DEIXE UMA RESPOSTA