Aaron Judge, o her├│i da raps├│dia

O que me cativa nos esportes, que me vicia, que me domina, ├ę o seu romantismo. Esporte ├ę a coisa mais rom├óntica que existe. Engra├žado, ele segue exatamente a cartilha do romantismo cl├íssico: supervaloriza├ž├úo das emo├ž├Áes pessoais, subjetivismo, egocentrismo, escapismo, o embelezamento da busca pela vit├│ria e sua idealiza├ž├úo como a ├║nica coisa que completa […]