Salve, salve Nação Steelers!

Essa será a primeira de um série de postagens preparatórias para o Training Camp do Steelers. Iremos cobrir posição por posição, analisando todos os jogadores do elenco atual e qual a batalha de cada um deles no camp de 2020.

Vamos dar uma olhada hoje na posição de Quarterback. Sofremos ano passado com a lesão de Ben Roethlisberger. Os reservas, tanto Mason Rudolph quanto Devlin “Duck” Hodges mostraram que ainda não são quarterbacks confiáveis, onde podemos colocar o futuro da franquia.

Com isso o camp deste ano se faz extremamente importante para ambos. Vamos à análise!

QBs no roster

  • Ben Roethlisberger
  • Mason Rudolph
  • Devlin Hodges
  • Paxton Lynch

No momento da publicação deste texto estes são os quarterbacks atualmente no roster do Training Camp. J.T. Barrett, que ficou no nosso practice squad por um tempo ano passado foi dispensado recentemente. Vamos olhar individualmente para cada um deles.

Ben Roethlisberger

Recuperado de longa lesão no cotovelo que encerrou prematuramente a temporada de 2019, Big Ben vem disposto a mostrar que está 100%, talvez até melhor do que antes. Sabemos muito bem do que o veterano quarterback é capaz e, nós, torcedores, temos a certeza que com ele podemos ir longe.

Com a ascensão dos Ravens de Lamar Jackson, fora o excelente draft realizado pela equipe de Baltimore, temos um rival claro na briga pela divisão e a rivalidade que já é típica da AFC North está cada vez mais à flor da pele. Big Ben será essencial para dar suporte e equilíbrio ao time, uma vez que temos finalmente uma defesa arrumada e forte.

Mason Rudolph

Rudolph terá um camp de provação. Embora tenha conquistado 5 vitórias e 3 derrotas enquanto titular, além de um rating de 82 para todo o ano, sabemos que Rudolph não teve um bom ano.

Após uma boa pré temporada nos dois últimos anos a maioria da torcida ficou com a impressão que o quarterback era confiável. Podia não ser um primor ainda, mas era constante o suficiente para manter um ataque. Não foi o que vimos. Vimos flashes de boas jogadas e um Diontae Johnson em rápida ascensão nos salvando diversas vezes, ao invés de boas jogadas vindo de nosso QB.

O coaching staff já falou inúmeras vezes o quanto ainda mantém a confiança em Rudolph e que ele é o backup imediato de Big Ben, mas será? Até quando? Rudolph tem que lutar para provar para todos, jogadores, coaching staff e até times adversários que ele tem sim futuro na NFL, ou ser inevitavelmente trocada tentando.

Devlin Hodges

Meio que jogado na fogueira, Duck até que foi bem. Não podemos esquecer que Duck é um QB undrafted que tem diversas dificuldades no seu jogo. Mas em alguns momentos vimos flashes, baseados em confiança, treinamento e tranquilidade passada pelo coaching staff.

Mike Tomlin adora falar sobre o segundo ano dos jogadores. É sempre o ano da afirmação, o ano do salto de produção. O ano onde o jogador pega toda aquela experiência, todo aquele treinamento, todos os ensinamentos, todos os erros e acertos do ano de rookie e extrai o melhor de tudo isso para fazer emergir a sua melhor versão. Ao menos, é isso que nosso coaching staff sempre espera.

Não será diferente para Duck. Tendo adquirido imensa experiência, algo extremamente valioso para sua posição, Duck briga para fazer com que nosso coaching staff mantenha 3 quarterbacks no roster final, e que seja ele o escolhido.

Paxton Lynch

Draftado em 2016 pelo Denver Broncos é inegável que Paxton Lynch tem todas as armas para fazer sucesso na NFL. Ele tem o tamanho, a força no braço, a mobilidade necessária, mas.. mas..

Após as péssimas apresentações pelo Broncos que o fizeram ser cortado sem nem ter terminado seu contrato de calouro, ele parou no nosso practice squad. Reports dos treinamentos falam que durante os treinos ele continua lançando muitas interceptações bestas. Até quando vale apostar em um projeto apenas pelas ferramentas físicas?

Esta é a situação de Paxton Lynch. Provar para algum time que tudo aquilo que o fez ser draftado no primeiro round do draft de 2016 ainda está ali. Ele precisa mostrar consistência, chegar ao máximo de todo seu potencial. Qualquer coisa menos que isso não será suficiente.

Batalha

A batalha dos QBs para ficarmos de olho no camp é justamente Devlin Hodges x Paxton Lynch. Ambos lutam pelo menos no lugar no time, a posição de QB#3 da equipe. Big Ben está mais que garantido e Rudolph será o backup por tudo que o coaching staff já se pronunciou sobre ele.

Resta saber quem irá para o practice squad. Duck ou Lynch?

 

É isso ai galera! Na próxima postagem iremos falar sobre os Running backs, não percam!

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais para podermos debater Steelers.

Twitter: @blackyellowbr

Instagram: blackyellowbr

DEIXE UMA RESPOSTA