No último dia 4, em decorrência de complicações causadas pela infecção por COVID-19, o ex-kicker e lenda da NFL, Tom Dempsey morreu aos 73 anos. Dempsey nasceu sem os dedos do pé e da mão direita e atuou por 11 temporadas na NFL. Além disso, ele lutava contra doenças como Alzheimer e demência; e morava em um asilo em Nova Orleans.

A filha do jogador, Ashley Dempsey, disse à imprensa local que seu pai testou positivo para a covid-19 em 25 de março. Entretanto, pelo risco de contágio, a família não pôde estar com ele em seus últimos momentos de vida.

Início promissor

Thomas John Dempsey nasceu em Milwaukee no dia 12 de janeiro de 1947, e cresceu no sul da Califórnia. Ele era jogador de linha defensiva e kicker no ensino médio; jogou brevemente em Palomar College, no Condado de San Diego; e foi contratado pelos Saints como um jogador não-draftado.

Em 8 de novembro de 1970, durante uma partida contra o Detroit Lions, ele chutou um field goal de 63 jardas para o New Orleans Saints que foi o recorde da liga até 2013. Por isso, esse Field Goal é lembrado até hoje como o marco que fez Tom Dempsey se tornar uma lenda NFL.

Adaptações e polêmicas

Para poder jogar, Tom Dempsey usava uma chuteira adaptada que contava com uma ponta achatada, que acabava onde deviam ser os dedos. No entanto, o uso da chuteira causou protestos de outros jogadores na época, sob o argumento de que ele levava uma vantagem injusta.

Chuteira utilizada por Tom Dempsey do acervo do Bullock Texas State History Museum

Por isso, em 1977, a NFL adicionou uma regra em que:  “qualquer sapato usado por um jogador com um membro artificial em sua perna deve ter uma superfície de chute em conformidade com a de uma chuteira normal”. A regra ficou conhecida como Tom Dempsey Rule.

Carreira surpreendente

Ele marcou 22 de 41 de seus chutes no ano de estreia e foi selecionado para o Pro Bowl. Após isso, depois de dois anos no Saints, o kicker passou por quatro temporadas defendendo o Philadelphia Eagles; duas no Los Angeles Rams; uma no Houston Oilers; e nos últimos dois anos de sua carreira, jogou pelo Buffalo Bills. Por fim, ele se aposentou após a temporada de 1979. No total, ele marcou 159 field goals de 258 tentativas.

Determinado e poderoso

Inúmeros canais de comunicação de diferentes ligas lamentaram o falecimento de Dempsey. A empresária e proprietária do New Orleans Saints, Gayle Benson, por meio de um comunicado, declarou seu apreço sobre a vida do jogador e sua “determinação resoluta de não permitir que contratempos impeçam de seguir seus sonhos e aspirações”

DEIXE UMA RESPOSTA