Os prospectos do SF Giants tem se destacado cada vez mais na liga. De acordo com o novo ranking feito pela Baseball American, San Francisco tem hoje a quinta melhor farm de toda MLB, encabeçados por Marco Luciano na quinta posição. Então separamos para vocês os prospectos que podem pintar na grande liga ainda essa temporada.

 

1. Kervin Castro –  Arremessador

O arremessador destro, Kevin Castro é ranqueado como o 26º melhor prospecto de todo o sistema de ligas menores – desde a pausa do all-star. No começo da temporada Castro chegou a ser convidado ao Spring Training, contudo, foi ofuscado por arremessadores como Gregory Santos e Camilo Doval. Porém, tem emergido discretamente como um dos melhores arremessadores na Triple-A.

Castro depende primariamente de sua fastball e de uma poderosa curveball. Desenvolvido como starter até essa temporada, nosso arremessador nunca havia arremessado em uma temporada inteira nas minors, até 2021. Diante de um enorme desafio de transição para o bullpen para a nova temporada, o jovem destro tem respondido de forma admirável.

Na Triple-A West, atuando pelo Sacramento Rivercats, Castro fez 26 aparições nessa temporada. Nesse período, acumulou 52 strikeouts e registrou um sólido ERA de 3.23 em 39 entradas. Kervin também cedeu apenas 29 rebatidas, 19 walks e apenas três home runs. Desde sua primeira aparição em junho – onde cedeu duas corridas – Castro tem sido ainda melhor, com um ERA de 1.86 em suas últimas 29 entradas.

Algo a ser observado por Gabe Kapler são as consistentes aparições em múltiplas entradas. A constar que a franquia de San Francisco não tem um long reliver há muito tempo, talvez seja uma ponto a se pesar na possível promoção de Kervin Castro – que já consta na lista de 40 homens. Não parece difícil o imaginar nas grandes ligas já essa temporada.

 

2. Joey Bart – Receptor

Com os Giants chegando ao topo da MLB, Buster Posey ressurge jogando como se tivesse 20 anos novamente. Com isso, Joey Bart, aparentemente desapareceu da consciência da maioria dos torcedores. Mesmo fora do radar, o segundo melhor prospecto da farm dos Giants tem feito uma temporada muito regular nas minors. Se aproximando do final da temporada, Bart poderia muito facilmente desempenhar um papel crucial nas semanas finais da temporada regular.

Supondo que segunda escolha geral do draft de 2018 se recupere bem de uma lesão com a qual está lidando há pouco mais de uma semana. Bart está a um infortúnio de precisar desempenhar um papel significativo na grande liga. San Francisco recebeu uma produção fantástica de Posey e Curt Casali. Porém, com Casali prestes a completar 33 anos em novembro e Posey já com 34 anos, as lesões atrás do plate permanecem uma preocupação para o restante da temporada.

Por mais que Posey e Casali tenham feito um bom ano, é difícil imaginar os Giants abandonando o cronograma de descanso construído, mesmo que um deles se machuque. Caso aconteça, Bart pode estar a um infortúnio de começar três jogos por semana para San Francisco.

Dado o baixo desempenho de Bart na temporada passada, a organização espera que ele tenha tomado os passos necessários para ser um jogador viável em um futuro próximo. Bart vem sendo produtivo em Sacramento, porém, continua a registrar um alto número de strikeout (29%) e de walks (7,5%).

3. Jaylin Davis – Campista Externo 

Se Bart saiu um pouco do radar, Jaylin Davis provavelmente está em um plano diferente de existência. Enquanto LaMonte Wade Jr emergiu como a mais recente descoberta de Farhan Zaidi. Davis se afundou em uma combinação de lesões, sendo enterrado de vez pela incrível profundidade de campo externo dos Giants. Ainda assim, ele permaneceu como a 23ª melhor prospecto no sistema de farm.

Em 126 jogos nas ligas menores de 2019, Davis fez 36 home runs, o que acabou o levando a MLB. No entanto, sua temporada quase que foi encerrada imediatamente quando ele foi atingido na mão em seu 17ª jogo. Desde então, uma combinação de lesões no joelho e contatos inconsistentes o impediram de voltar as grandes ligas.

Davis é um defensor acima da média em todos os três lados do campo externo e tem velocidades de elite. Sua versatilidade defensiva e velocidade devem permitir que ele contribua caso seja chamado essa temporada. Se sua produção ofensiva na Triple-A se traduzir no próximo nível, os Giants podem realmente encontrar outro bastão de impacto para a pós-temporada. Com a confirmação de todas as expectativas, talvez Jaylin Davis seja a próxima estrela a emergir em San Francisco.

Âncora do Mavscast e do Gigantes do Beisebol. Apaixonado por esportes desde a primeira vez que vi um fadeaway do Dirk Nowitzki lá em 2008. O garoto que fingia narrar jogos de futebol em frente ao espelho, mais tarde também iria se apaixonar pelo Beisebol, em específico pelo SF Giants.

DEIXE UMA RESPOSTA