O domingo da estreia está chegando, o próximo dia 12 se inicia mais uma caminhada pensando muito mais alto, a glória dos playoffs e até o Super Bowl a vista e nas prévias de todas as posições faltaram apenas 3 que seriam Linebackers, linha defensiva e Special Teams antes que a gente fale especificamente do jogo contra o Chiefs.

Linha Defensiva

Andrew Billings
Jadeveon Clowney
Jordan Elliott
Myles Garrett
Malik Jackson
Malik McDowell
Takkarist McKinley
Tommy Togiai

Linebackers

Jeremiah Owusu-Karamoah
Tony Fields II
Jacob Phillips
Malcolm Smith
Simone Takitaki
Anthony Walker
Mack Wilson

Special Teams

Jamie Gillan
Charley Hughlett
Chase McLaughlin

Linha Defensiva

O Cleveland Browns adicionou muito talento na defesa nesta offseason, mas o maior impactante ação pode ter sido a contratação de Jadeveon Clowney para Edge Rusher. Os Browns precisavam muito de um talento que causaria tanta atenção quanto o Myles Garrett para ser uma ajuda a ele e depois que Olivier Vernon terminou sua temporada no ano passado com uma lesão grave e foi para a Free Agency eles foram atrás de quem seria esse novo homem para a função. Então chega Clowney, cujo talento é o jogador mais talentoso que Garrett contracenou em sua carreira na NFL, mas Clowney está saindo de uma temporada decepcionante no Tennessee, onde sua temporada foi interrompida com uma lesão. Ele não joga em uma temporada completa desde 2017. Mas, o talento é tão atraente em Clowney onde nos últimos tempos em Cleveland a equipe só viu essa combinação de velocidade e força em outro jogador no Garrett.

A chave para Clowney será a saúde. Ele chegou ao Training Camp em grande forma, mostrando sua habilidade física em sua devastação da linha ofensiva durante todo o processo de treinos e isso mostra que já estamos no caminho certo. Se Clowney puder se manter saudável, ele dará aos Browns um defensor de elite e um pass rusher que deve puxar muita atenção da linha ofensiva em cada descida e esse é um cenário ideal quando você já tem Garrett do outro lado procurando um pouco mais de liberdade na marcação.

Myles Garrett estava a caminho de ter a melhor temporada de sua carreira e estava rumo a um possível prêmio de jogador defensivo do ano na última temporada, mas ele foi atingido pela Covid-19 e isso alterou completamente sua reta final de 2020. Ele perdeu dois jogos e lutou para retornar à sua forma anterior após retornar, o que ele admitiu e visualmente a gente assistia o quanto ele estava cansado nos momentos finais dos jogos. Então, ele agora tinha um período de pós temporada completo para voltar ao que era antes e com Garrett em plena saúde, espero um ano impactante nos seus números comparado com a carreira e talvez até histórico para esta franquia. Ele terá uma contraparte do outro lado, Clowney, atrairá muita atenção, possivelmente ajudando a aliviar o fardo de Garrett. É mais um ano treinando e aprimorando suas habilidades e tudo isso me leva a pensar que Garrett é o favorito para o prêmio de Jogador de Defesa do Ano na NFL, se ele puder se manter saudável, ele deve ser o principal candidato ao prêmio.

Entre os melhores da posição no quesito que mais impacta a posição ele está lá no top4

A linha defensiva interna dos Browns será um time muito diferente do que na temporada passada. Larry Ogunjobi saiu para testar o mercado enquanto Sheldon Richardson foi cortado e transferido para outro time. Substituindo esses dois grandes contribuintes da última temporada, haverá um trio de jogadores, Andrew Billings, Malik Jackson e Jordan Elliott. Billings foi uma das maiores contratações defensivas antes da temporada de 2020, mas ele desistiu da última temporada por causa da situação de pandemia dentro do país, ele é um jogador com uma força imensa e habilidades de movimento únicas para um homem do seu tamanho. Ele se mostrou muito promissor em Cincinnati mas precisa mostrar mais do que foi colocado em campo na pré temporada, assistimos um jogador com sérios problemas de explosão e para se desmarcar no jogo de mãos.

Jackson conquistou uma longa carreira na NFL acumulando muitos números em várias posições na linha defensiva. Ele acumulou 267 tackles e 35 sacks com 25 rompimentos de passes e seis fumbles forçados desde que se tornou a escolha do draft da quinta rodada em 2012. Na última temporada na Filadélfia, Jackson totalizou 28 tackles e 2,5 sacks, números baixos de sua média. Ele sabe o que é ganhar um Super Bowl. Ele começou todos os 16 jogos em 2015 para o Broncos, campeão do Super Bowl 50, e construiu uma temporada forte que incluiu 45 tackles, 5,5 sacks e um recorde na carreira de sete desvios de passe tendo jogadas impactantes na final. Se espera que ele ainda tenha muitos flashes dessa temporada ou a de Jacksonville quando ele estava no meio de uma das melhores DLs da liga.

Existe muito talento jovem como Jordan Elliott entrando em sua segunda temporada onde esse ano pode apresentar uma explosão de o quão impactante seu talento e todo o tempo na NFL construiu dentro do jogador e Tommy Togiai que vem a ser um jogador a ser lapidado ao mesmo tempo que terá suas oportunidades dentro de campo.

Mas a grande história desse setor foi e está sendo a de Malik McDowell. O famoso contrato de baixo risco e alta recompensa deu certo durante todo o processo de pré temporada. McDowell mostrou potencial suficiente no estado de Michigan para ser uma seleção de segunda rodada no Draft da NFL de 2017 pelo Seattle Seahawks mas uma série de incidentes fora do campo, incluindo bater um veículo de 4 rodas Yamaha que resultou em ferimento na cabeça, ser preso quatro vezes, ser suspenso pela NFL e ser processado pelos Seahawks por não ter reembolsado seu bônus de assinatura fez um conturbado período muito grande onde também qie significa que McDowell ainda está esperando para jogar em seu primeiro jogo da temporada regular, quatro anos depois de ser selecionado no Draft.

Demorou para chegar ao fundo do poço para McDowell perceber o que estava prestes a perder, disse ele na terça-feira:

“Enquanto estava na prisão, tive muito tempo para pensar sobre o que eu queria fazer da vida e para onde minha vida estava se dirigindo. Isso realmente me deu motivação e pressão para tentar lutar e recuperar o que perdi. Eu estava dizendo a todo mundo que estava lá com o que estou trabalhando. ‘Quando eu sair, vou voltar para tentar jogar futebol.’ ”

os Browns foram a única equipe a investir tempo em McDowell depois de todos os seus problemas. McDowell disse que agora quer recompensar o gerente geral Andrew Berry por lhe dar uma chance:

(Lembrando que essa entrevista foi feita pela cleveland.com)

“Eu disse a eles o quanto eu queria e o quanto eu não os decepcionaria me dando esta oportunidade, embora eu tivesse chance após chance. E sendo esta minha última chance e tudo, vocês todos me dando essa oportunidade, eu não vou fazer você ficar mal. (Andrew Berry), em particular, me dando essa oportunidade, me trazendo aqui, arriscando o pescoço por mim e tudo mais. Então, definitivamente, não quero decepcionar ninguém. ”

McDowell foi o jogador mais impactante da linha defensiva entre os que estavam brigando por vaga no elenco. Histórias de redenção nem sempre funcionam bem na NFL, mas McDowell começou bem ao reescrever sua história e agora precisa se provar em jogo valendo pela primeira vez em sua carreira dentro da NFL.

Linebackers

Os Browns fizeram algumas adições ao time de linebacker nesta offseason, mas o maior na Free Agent foi Anthony Walker vindo do Indianapolis Colts. Walker adiciona alguns atributos principais à unidade e um dos grandes fatores se não o melhor pode ser sua liderança. Com a extrema juventude acumulada em toda a unidade, Cleveland precisava de uma voz veterana para liderá-los e Walker era um líder no vestiário dos Colts, de acordo com seu ex-companheiro de equipe Darius Leonard. Então, ele levará essa liderança para uma unidade que dela necessite.

Walker também é um defensor forte e isso é muito necessário para essa defesa no geral. Sua adição melhorará a questão de tackles algo que fisicamente estávamos com problemas na última temporada e isso pode parecer simples demais, mas vimos como o ataque pode ser mortal para essa defesa. Mesmo com sua lesão na pré temporada onde complicou seu processo de treinamentos, ele deve ter um papel importante nesta defesa.

Duas das maiores incógnitas no corpo de linebacker são Mack Wilson e Jacob Phillips. Wilson está entrando em sua terceira temporada, enquanto Phillips está entrando em seu segundo ano. Ambos os jogadores têm um perfil atlético muito bom e ambos mostraram vislumbres de um jogo impressionante mas existem seus dilemas, Wilson é aquele com a maior batalha difícil, porque ele tem lutado por duas temporadas consecutivas com as mesmas lutas que o atormentaram na faculdade entre problemas para tackles errados ou ser apto para estar mais perto do box, a hora é agora para ele realmente aparecer e resolver certos problemas ou ele pode ter seus dias contados em Cleveland mas algo positivo é relatado que ele está em ótima forma, a melhor desde que chegou na liga. Phillips é o jogador que tenho mais esperanças para esta temporada. Ele lutou contra lesões na última temporada por breves momentos quando estava em campo, ele se mostrou promissor. Com um ano em seu currículo e sua saúde de volta aos 100% pode ser a temporada que ele exploda como jogador.

O calouro Jeremiah Owusu-Koramoah pode ser o linebacker mais interessante de se assistir esse ano e isso se deve ao seu conjunto de habilidades. Ele é um LB de cobertura extremamente talentoso, com capacidade atlética para corresponder a muitos tipos diferentes de recebedores. Este conjunto de habilidades se inclina para a posição de Safety porque seu conjunto de habilidades realmente reflete uma segurança. Portanto, sua presença influencia tanto o linebacker quanto as unidades de segurança. Ele tem a chance de ser um jogador que permite aos Browns ter um linebacker diversificado para vários esquemas, seu desenvolvimento e crescimento nesta temporada podem ser um grande fator para o quão dinâmica esta defesa pode se tornar. Sua versatilidade e conjunto de habilidades são únicos. Durante a pré temporada ele foi um dos jogadores defensivos de maior impacto mostrando tudo que os seus vídeos de College mostravam de melhor a ponto de se colocar como alguém que vai ser bastante usado durante o ano. Vai ser divertido ver como o Cleveland vai usar ele nesta temporada.

Números dentro da pré temporada valem espaço na temporada regular, nesse segundo jogo da pré temporada ele destruiu

A unidade de linebacker dos Browns pode ser a maior incógnita de toda a equipe. A escalação poderia seguir em várias direções. Muito disso será determinado pela situação de acordo com cada jogo isso focando no cenário do adversário e da questão de lesões. A escalação provavelmente será fluida com base no que o ataque está mostrando e em qual situação a defesa está enfrentando em uma determinada descida. Portanto, podemos não ver um verdadeiro linebacker de todos os níveis, mas sim uma rotação fluida. Walker é provavelmente a coisa mais certa em termos de tempo de jogo, ele é definido para ser o linebacker do meio da defesa e aquele que dá as chamadas de jogo. Além dele, não há muitas coisas gravadas como certas, Sione Takitaki e Malcolm Smith serão os linebackers situacionais, com Takitaki como um defensor de corridas e Smith como um linebacker de cobertura. Os três jovens linebackers, Mack Wilson, Jacob Phillips e Jeremiah Owusu-Koramoah são os verdadeiros wildcards. Eles têm a capacidade atlética de serem os principais contribuintes para a posição. Será interessante observar como essa posição se desenvolve. Tudo isso será importante para saber quão Joe Woods consegue se adaptar e pra qual linha sua defesa criará forma esse ano.

Special Teams

Jamie Gillan não teve um bom segundo ano dentro da NFL na temporada passada. Ele teve um total de 51 punts durante a temporada regular com uma média de 44 jardas por punt e 14 punts colocados dentro da linha de 20 jardas. Ambas as marcas ficaram entre as 10 últimas entre todos os Punters títulares da liga. Foi definitivamente um passo para trás comparando com sua temporada de calouro, onde ele se mostrou muito promissor. Ele pode recuperar essa forma e se recuperar de sua baixa temporada?

Eu acredito que ele pode. O talento está aí para Gillan. Ele é um Punter atlético com uma perna enorme. Consistência é a chave, ?as, esta temporada é um ponto de viragem para ele. Ele tem que ter um bom desempenho ou pode ser substituído na próxima janela.

A busca do Browns por um kicker confiável já se estende por muito tempo e mesmo o Cody Parkey onde seria o titular certo não dava total confiança entre os torcedores e agora com sua lesão onde o Browns teve que recorrer a Chase McLaughlin a situação entra como um dilema e um medo enorme em todos nós.

O chute falhado de 56 jardas no último jogo de pré temporada é aquele com o qual você pode conviver, desde que haja alguma consistência com distâncias menores. Infelizmente, na noite do jogo contra o Falcons para McLaughlin, a consistência não foi encontrada em lugar nenhum, uma vez que falhou uma tentativa de Extra Point. Após a vitória, o técnico Kevin Stefanski não se comprometeu com uma direção ou outra com a posição de chutador, ele, no entanto, deu crédito a McLaughlin por aceitar o desafio de tentar o chute de 56 jardas.

Nesta pré-temporada, McLaughlin terminou 4-5 em suas tentativas de Field Goal e 4-5 em tentativas de Extra Point. A média da liga para tentativas de field goal feitas em 2020 foi de 84,6% de acordo com o Pro Football Reference. Mesmo que sua porcentagem de pré-temporada tecnicamente caia abaixo disso, estou bem com uma tentativa de 56 jardas sendo a razão pela qual ele não atingiu essa média. O problema é que em sua curta carreira, McLaughlin foi um chutador abaixo da média, sua porcentagem de tentativas feitas fica em 78,6% na carreira.

McLaughlin está longe de ser um dos melhores chutadores da NFL e, francamente, poderia estar fora da liga em alguns anos. Infelizmente para os Browns, não há exatamente um mar de kickers de elite disponíveis para escolher. Se olharmos para os veteranos Dan Bailey e Stephen Gostkowski continuam disponíveis, mas claramente deixaram para trás seus melhores anos. Uma série de opções mais jovens, como Joey Slye ou Eddy Pineiro, permanecem disponíveis, no entanto, eles ainda estão disponíveis por um motivo.

O Browns terão que fazer um ciclo de kickers ao longo da temporada ou sonhar com McLaughlin tendo uma consistente temporada que faça com que a procura por um não seja aterrorizante ao longo que os jogos acontecem.

DEIXE UMA RESPOSTA