Em mais uma tarde ruim para Jacoby Brissett o Indianapolis Colts perdeu para o Tennessee Titans por 31-17. A derrota, muito por conta da ineficiência ofensiva, coloca os Colts em situação quase impossível para os playoffs. Vamos aos pontos positivos e negativos desta partida válida pela Semana 13 da temporada.

 

PONTOS POSITIVOS

Zach Pascal e Jack Doyle
Boa partida do WR dos Colts.

O WR liderou o time com 109 jardas em sete recepções. Quando acionado por Brissett, Pascal tem se mostrando um bom recebedor, capaz de conseguir boas jardas para o time. Já o TE mostrou mais uma vez que é um dos jogadores mais importantes do time. Recebeu seis bolas para 73 jardas e um touchdown. Doyle, além da capacidade muito subestimada de bloquear, consegue ter mãos firmes para as recepções.

Pressões em Tannehill

Tudo bem que a linha ofensiva dos Titans é a pior da NFL protegendo seu QB, mas o front seven defensivo dos Colts fez um bom trabalho. Ao todo foram seis sacks em cima do adversário, sendo dois do LB Darius Leonard.

Leonard com um de seus dois sacks na partida.

Além disso, Bobby Okereke forçou um fumble no QB no segundo quarto, quando o jogo estava empatado em 7-7. Mais uma excelente contribuição do calouro, que a cada jogo vem tendo mais participações em campo.

 

PONTOS NEGATIVOS

Jacoby Brissett

Infelizmente o teto do QB é esse. Mesmo com um bom primeiro tempo, onde claramente estava soltando mais o braço se comparado com outros jogos, no segundo tempo veio o choque de realidade com duas interceptações muito feias. Na primeira o QB estava totalmente desequilibrado e errou o passe para Jack Doyle por muito, dando a bola nas mãos de Kevin Byard. Pouco depois, quando os Colts já estavam atrás do placar, um passe sob cobertura dupla para Zach Pascal caiu nas mãos de Logan Ryan. Foram 319 jardas, 25 de 40 passes completos, um touchdown e as duas interceptações.

Mais uma tarde ruim para Jacoby Brissett.

A realidade é que Brissett é apenas um bom backup. Não podemos nos enganar com isso. Os times estudam as tapes dos jogadores a cada semana e sabem suas deficiências e tendências e o Tennessee Titans soube fazer isso muito bem para esta partida. Enquanto isso, Frank Reich fica de mãos atadas, pois sabe que, mesmo facilitando o plano de jogo ao máximo para seu QB, o mesmo não entrega o que se espera. Quando o jogo terrestre não funciona como em outros momentos, acaba acontecendo o que vimos nesta partida.

Derrick Henry

O RB adversário simplesmente acabou com o jogo. Foram 149 jardas terrestres em 26 corridas e um touchdown. Henry não tomou conhecimento de uma defesa que não cedia 100 jardas a um RB em temporada regular desde 2017 e foi o destaque ofensivo dos Titans na partida. Com isso, Ryan Tannehill teve a vida facilitada.

Time de “especialistas”?

Mais uma partida onde o Special Team dos Colts mais atrapalharam que ajudaram. Foram três field goals perdidos por Adam Vinatieri, sendo que no último Margus Hunt errou ao tentar impedir a passagem de Dane Cruikshank, que bloqueou o FG e permitiu um retorno para TD dos Titans.

O FG naquele momento colocaria os Colts em vantagem no placar, mas o erro fez o time ficar uma posse de bola atrás e ter que arriscar mais com um QB com limitações evidentes. Esses detalhes fazem a diferença para uma vitória ou derrota no record do time.

Lesões e mais lesões

O já combalido setor de recebedores dos Colts sofreu mais uma baixa. O WR Chester Rogers sofreu uma lesão no joelho e está fora da temporada. No momento os Colts tem somente três jogadores para a posição: Zach Pascal, Marcus Johnson e Ashton Dulin. Devin Funchess não volta mais para a temporada e T.Y. Hilton ainda se recupera de um problema na panturrilha. O mais próximo de voltar é Parris Campbell, que já está realizando os treinos semanais e pode voltar para a próxima partida.

Durante a semana foi descoberta uma lesão no joelho do kicker Adam Vinatieri. Com isso os Colts buscaram Chase McLaughlin nos waivers e pode ser um indicativo que o mesmo assuma o posto de titular no domingo.

 

PRÓXIMO CONFRONTO

Após as vitórias dos Steelers e do próprio Titans, os Colts praticamente deram adeus aos playoffs. Somente uma combinação muito grande de resultados para levar Indianapolis a jogar em janeiro. Na Semana 14 o Indianapolis Colts irá à Flórida enfrentar o Tampa Bay Buccaneers, às 15h apenas com transmissão do NFL Game Pass. Jogo perigoso demais para se deixar levar pelo record 5-7 dos Bucs.

Tampa Bay possui o 4º melhor ataque áereo mesmo com a inconsistência de Jameis Winston, e é o 22º correndo com a bola. Os WRs Mike Evans e Chris Godwin são um perigo real para a nossa defesa e é bom a secundária estar num bom dia. A defesa é a 2ª pior contra o passe, mas é a 2ª melhor contra o jogo terrestre. Exatamente o oposto dos nossos pontos fortes. Se os Colts ainda sonham com alguma coisa na temporada é bom vencer esta partida ou então joga a toalha de vez e planeja a próxima temporada. GO COLTS!!! (6-6).

 


Para ver os melhores momentos, mais estatísticas e números do jogo, acesse o Game Center da NFL.

Assine o Feed do Colts Brasil para não perder nenhum episódio! https://fumblenanet.com.br/feed/coltsbrasil

Siga-nos no Instagram! https://www.instagram.com/podcastcoltsbr/

E no Twitter: as notícias e cornetadas no @potrosbr, @horseshoeBR, @CarolVago12 e @pj1992.

DEIXE UMA RESPOSTA