Quem com Contreras fere, com Cronenworth será ferido. É a Lei Medieval aplicada à MLB. E foi com 35 corridas, 46 rebatidas (18 delas extra bases), cinco home runs e doze walks que o San Diego Padres varreu o Chicago Cubs em pleno Wrigley Field, na série melhor de quatro jogos entre segunda (13) e quinta-feira (15). Um fato que não acontecia há mais de uma década na Cidade dos Ventos, apoiado em grandes atuações de quase todos os atletas do elenco. Se o torcedor imaginou que a série contra o Mets seria o ápice dos Padres na temporada, a jornada contra os Cubs coloca uma pulga atrás da orelha: até onde essa equipe pode chegar? Com uma rotação incompleta, um elenco sem profundidade e ainda sem contar com a sua maior estrela, o San Diego brilha apoiado em atuações como as de Jake Cronenworth, que passou por 17 vezes ao bastão na série, com dez rebatidas e três walks. Impulsionou quatro coleguinhas de volta para casa e percorreu o diamante por cinco vezes.

O primeiro dos quatro jogos foi o mais equilibrado de todos, vencido por ‘apertados’ 4 a 1, com o ataque Café e Ouro rebatendo por dez vezes, contra cinco dos Cubs. Cronenworth foi 3 em 4, com um impulsionamento e uma corrida anotada. Na defesa, Darvish atuou por 8.0 entradas, cedendo apenas cinco rebatidas e uma corrida. Distribuiu sete strikeouts, em mais um quality start do nosso ás. Rogers completou o serviço, na sua 19ª partida salva na temporada. E Machado ficou a uma rebatida de alcançar a marca de 1.500 na carreira.

 

 

O segundo jogo foi marcado por uma virada épica. Os Cubs abriram 5 a 0 nas cinco primeiras entradas, dando a impressão de ter dominado os Padres. Mas seu bullpen não anda ajudando e depois da saída de Hendricks, aparecemos para o jogo. Foram quatro corridas na sexta entrada e mais seis na sétima, para virar o placar em 10 a 5, forçando a equipe de Chicago a trocar quatro vezes o arremessador neste curto período. Com novas corridas na oitava e na nona, os Padres venceram por 12 a 5. Manaea não estava em seus melhores dias e saiu após 4.0 entradas, com oito rebatidas e cinco corridas cedidas. O apaziguador Kyle Tyler entrou em ação e literalmente apaziguou a defesa. Atuou por duas entradas completas, sendo seguido no montinho por Crismatt e Kerr. No ataque, Voit destruiu com uma rebatida dupla e um home run, impulsionando cinco corridas e completando duas. Alfaro também teve um home run para chamar de seu, enquanto Machado viu sua rebatida 1.500 parar na luva de Morel, após um belo mergulho.

 

 

Com Mike Clevinger na lista do Covid, os Padres convocaram o inconstante Ryan Weathers para o montinho no jogo três. Mal nas ligas menores, o rei do pick-off causou temor por antecedência, comprovando a preocupação em campo. Oscilante, o outrora promissor arremessador atuou por 3.2 entradas, cedendo quatro das cinco corridas dos Cubs na partida. Stammen, Wilson e Tyler colocaram ordem no montinho e seguraram os donos da casa enquanto o ataque brilhava. Sob os olhares da beldade Jennifer Garner, Machado alcançou a rebatida 1.500 logo na sua primeira passagem ao bastão.

 

 

Não satisfeito, fechou o jogo com 3 em 4 ao bastão, anotando um home run, três corridas e impulsionando outras quatro. Voit foi 2 em 5 na caixa de rebatida, com um home run, duas rebatidas duplas, dois impulsionamentos e duas corridas. E Alfaro performou 3 em 6, com um home run, uma dupla, três impulsionamentos e três corridas. Foram 21 rebatidas no total da equipe, com o placar final apontando imponentes 19 a 6 para os Padres.

 

 

E fechando a série, uma tranquila vitória por 6 a 4. Apesar do placar apertado, os Cubs não chegaram a assustar em nenhum momento. Principalmente porque no montinho estava ele, o monstruoso Joe Musgrove e seu ERA de 1.59. O camisa 44 atuou por 7.0 entradas, com cinco hits e duas corridas seguidas em mais um quality start. Isso sem falar dos nove strikeouts que distribuiu. Garcia e Rogers (na sua 20ª partida salva) fecharam os trabalhos. Mazara foi a surpresa positiva no ataque. Com 2 em 3 ao bastão, alcançou um home run (o primeiro com a camisa Café e Ouro), uma dupla e um walk, impulsionando duas corridas.

 

 

Com cinco vitórias e duas derrotas, os Padres se despedem de Chicago com uma varrida em cima dos Cubs. A campanha poderia estar melhor, se não fossem os tropeços em San Diego. Porém, os Padres foram cruéis contra os filhotes, que passam por um processo de reestruturação. Mas, quem almeja algo grande na temporada não pode ter piedade ou perder terreno contra os menos de 50%. Líder da NL West, com 41 vitórias e 25 derrotas, os Padres partem agora para o Colorado, tentando implodir seu retrospecto negativo contra os Rockies. A melhor de três jogos ocorre entre hoje (17) e domingo (19).

Autor: Henrique Porto

DEIXE UMA RESPOSTA