Desde segunda-feira (16) as equipes já começaram as movimentações pré-draft, buscando jogadores melhores para o elenco atual ou buscando mais escolhas. Com a chegada da grande noite, ainda tivemos diversas movimentações, algumas boas e outras nem tanto. Como é de costume no draft, sempre temos as equipes vencedoras e as perdedoras, então vamos falar um pouco dos vencedores.

Minnesota Timberwolves

Na minha opinião, o Timberwolves saiu como o grande vencedor do draft, na tentativa de mostrar um bom planejamento para Karl-Anthony Towns. Tendo em suas mãos a primeira escolha geral, a equipe de Minnesota tentou descer até o último minuto. Mas, quando viram que não seria possível, a equipe resolveu apostar em Anthony Edwars, que era considerado o prospecto número 1 dessa classe.

Na sequência, a equipe trocou a escolha 17 para o Thunder, e trouxe de volta o armador Rick Rubio, juntamente com as escolhas 25 e 28. Eles ainda fariam mais uma troca, pegando o armador argentino Leandro Bolmaro em troca das escolhas 25 e 33. A equipe ainda tentou reforçar sua defesa, selecionando o garoto Jaden McDaniels, com a escolha 28.

Os Timberwolves ainda têm muitos problemas, e esse draft não será o suficiente para transformar a equipe de Minnesota em uma candidata aos playoffs. Ainda assim, o GM  Gerson Rosas, tem ganhado a confiança da torcida e, com certeza, trará uma nova cara a equipe nos próximos anos.

Philadelphia 76ers

Tanto com as seleções de jogadores quanto com as movimentações pré-draft, os 76ers estão dando uma nova cara ao elenco de Doc Rivers. Depois do fracasso da equipe nos playoffs passado, foi iniciada uma mudança no elenco, começando por se livrar do contrato milionário de Al Horford. Além disso, a equipe ainda recebeu na troca Danny Green, que pode suprir a necessidade de um bom arremessador na equipe.

Eles ainda deram sorte de o armador Tyrese Maxey cair no colo da equipe na escolha número 20. No segundo round, eles ainda trocaram por Seth Curry, armador que estava no Dallas Mavericks que, assim como Green, tem a bola de 3 como especialidade do seu jogo.

Daryl Morey foi um grande GM nos Rockets e já deixou os 76ers como um dos vencedores do draft em seu primeiro ano com a equipe. Com a chegada de dois grandes arremessadores do perímetro, Ben Simmons pode ter mais liberdade para fazer o jogo no garrafão, que é sua especialidade. A defesa também melhora muito com a chegada de Green, e podemos aguardar a equipe de Doc Rivers muito competitiva.

Sacramento Kings

Pela primeira vez em muito tempo, os Kings foram, sem dúvidas, um dos melhores times no draft. Ainda que a equipe tenha tido apenas um escolha no primeiro round, pode ter sido a maior steal desse ano. Tyrese Haliburton era considerado por muitos como um jogador que sairia nas seis primeiras escolha, então os Kings nem sonhavam em contar com ele.

No segundo round, a equipe de Sacramento ainda conseguiu Robert Woodard II, que poderia facilmente ter saído no fim do primeiro round. Eles ainda selecionaram, o ala-armador de Texas Tech, Jahmi’us Ransey. Tanto Ransey quanto Woodward devem passar a primeira metade da temporada na liga de desenvolvimento, mas podem se tornar grandes steals para a equipe.

Os Kings não tem um dos melhores elencos da liga, mas esse draft já começa a dar uma cara nova a equipe. Ainda que não tenham sido muitas escolhas por parte da equipe e ainda não resolva o problema, a primeira vez sem Vlade Divac já transformou a equipe em um dos vencedores do draft.

Detroit Pistons

Mais um caso de um GM novo chegando na cidade e buscando arrumar os problemas passados, Troy Weaver fez algumas das melhores negociações de ontem. Os Pistons começaram sua noite selecionando o armador francês Killian Hayes, considerado por alguns o melhor prospecto desse draft.

Após a seleção de Hayes na sétima escolha, os Pistons realmente começaram os trabalhos. Weaver soube se aproveitar muito bem do rebuild em Houston, e fez uma troca para trazer Trevor Ariza e a escolha 16 para Detroit. Não satisfeito, o GM ainda fez uma troca tripla envolvendo Nets e Clippers, mandando o jovem Luke Kennard embora e trazendo a escolha 19. Com as duas escolha adquiridas, os Pistons trouxeram o center Isaiah Stewart e o ala Saddiq Bey.

Tanto Saddiq Bey quanto Isaiah Stewart são dois grandes nomes e que saíram por um preço muito barato. Ainda que Luke Kennard tenha sido uma das maiores apostas da equipe em 2017, o jogador sofreu com muitas lesões e não era mais necessário em Detroit. Troy Weaver conseguiu explorar muito bem as equipes que estão desesperadas, trazendo além de três jovens prospectos, um líder veterano em Trevor Ariza, transformando o Detroit Pistons em um dos grandes vencedores da noite.

DEIXE UMA RESPOSTA