Antigamente era comum vermos na NBA, as equipes mais fortes da liga tendo um trio de grandes jogadores: Jordan com Pippen e Rodman em Chicago; LeBron com Wade e Bosh em Miami; e muitos outros.

O termo Big-3 ficou muito famoso na liga e diversas equipes apostavam nesse esquema na tentativa de vencer um campeonato. Apesar de essa tendência ter diminuído um pouco nos últimos anos, ainda temos bons trios na liga.

Miami Heat

O atual vice-campeão da NBA acabou montando um ótimo trio na última temporada. Com a chegada de Jimmy Butler e a evolução gigantesca de Adebayo e Herro, Miami virou uma equipe competitiva “da noite para o dia”.

Mesmo com o fraco início nesta temporada, a equipe do Miami Heat tem um dos elencos mais promissores da liga. Desde a saída de LeBron, Wade e Bosh, Miami passou por grandes dificuldades, até a chegada de Butler, em 2019.

Apesar de Jimmy não ser mais tão jovem, o Heat tem jovens estrelas como Adebayo, Heero e Robinson. Sob o comando de Pat Rilley, a franquia pode ter um grande futuro.

Milwaukee Bucks

Com os contratos milionários da NBA, as equipes passaram a abrir mão de um Big-3. Apesar de não ser comum, ainda temos grandes trios na liga:

Na tentativa de dar o primeiro título para Giannis Antetokounmpo, os Bucks montaram um bom elenco para essa temporada. Com as trocas e movimentações na free agency, Giannis resolveu estender o vínculo com a franquia.

A chegada de Jrue Holiday, um dos melhores defensores da liga, mudou a situação em Milwaukee. Agora, com um dos melhores jogadores da liga e Middletonn e Holiday para apoia-lo, os Bucks podem brigar pelo título nesta temporada.

Depois da eliminação precoce nos playoffs do ano passado, os Bucks estão buscando redenção. Com Holiday tendo médias de 15 pontos e os outros dois jogadores com mais de 20, a franquia já está na vice-liderança do Leste. Apesar de ser um trio mais velho do que o do Heat, a equipe do Bucks também tem grandes chances de disputar um título nos próximos anos.

Portland Trail Blazers

Nos últimos anos, o Trail Blazers está sendo um dos times mais consistentes da liga. Com presença em todos os playoffs desde 2013, os Blazers ainda tem a esperança de vencer um título com Damian Lillard.

Com dois ótimos arremessadores em Lillard e McCollum, e um Nurkic no garrafão, os Blazers bateram na trave diversas vezes nos últimos anos. O maior problema da equipe foi as lesões dos seus três jogadores principais. Nurkic e Lillard sofreram com muitos problemas de lesões e precisaram jogar os playoffs da última temporada completamente limitados fisicamente, por exemplo.

Até aqui, Nurkic ainda não conseguiu render o mesmo que nas últimas temporadas. Ainda assim, o jogador é peça essencial do garrafão da equipe. Enquanto isso, McCollum e Lillard seguem dominando o jogo do perímetro. Apesar de não serem tão novos quanto os outros dois Big-3, a equipe tem a experiência necessária para ir longe em um playoff.

Brooklyn Nets

Com os contratos milionários da NBA, as equipes passaram a abrir mão de um Big-3. Apesar de não ser comum, ainda temos grandes trios na liga:

Com as movimentações da semana passada, os Nets entram imediatamente na lista. Além de montar um Big-3 muito forte, a equipe passa a ter o melhor trio da liga, em teoria. Com Harden e Durant voltando a jogar lado a lado, os dois ainda terão a ajuda de Kyrie Irving para buscar o título da NBA.

O maior problema desse trio dos Nets é o quanto a equipe perdeu para ter os mesmos em seu elenco. Além dos problemas envolvendo a folha salarial, a franquia também precisou abrir mão de muitos jogadores na troca. Por mias que tenham consequido um trio impecável para seu time titular, eles perderam praticamente todas as peças secundárias do elenco.

A estreia do trio aconteceu na derrota para o Cavaliers, e esse resultado mostrou completamente o que pode acontecer com a equipe do Nets essa temporada. Ainda que os três jogadores tenham marcado mais de 20 pontos, a partida teve duas prorrogações e eles não tiveram preparo físico suficiente. Esse Big-3 tem dois jogadores com títulos da NBA e um que almeja isso mais que tudo, mas a falta de peças complementares pode frustrar o sonho da equipe.

 

DEIXE UMA RESPOSTA