A NFL é uma liga multibilionária que arrecada no mínimo 10 bilhões de dólares anualmente desde 2014. Com suas estrelas sendo os maiores responsáveis pelo constante crescimento da liga, não é surpresa os contratos surreais que os jogadores da NFL conseguem ano após ano. Atualmente, esses são os maiores:

Patrick Mahomes II (QB) – Kansas City Chiefs 

450 milhões totais – 45M/ano – 10 anos

Foto by Jamie Squire/Getty Images

O quarterback de 24 anos, e atual campeão do Superbowl, recentemente se tornou o jogador mais bem pago na história da liga quando assinou um contrato de dez anos na última offseason. A extensão totalizava mais de 450 milhões, deixando o valor total que Mahomes ganharia dos Chiefs até o fim do contrato em quase meio bilhão de dólares. Com apenas 63 milhões totais garantidos, o quarterback dos Chiefs continua apostando no seu próprio sucesso, e só teremos noção do resultado na próxima década.

Matt Ryan (QB) – Atlanta Falcons

150 milhões totais – 30M/ano – 5 anos

Fhoto by Grant Halverson/Getty Images

Em 2018, o recém MVP Matt Ryan assinou um contrato com um dos maiores valores totais na NFL; esse recorde durou até 2020 com o contrato de Mahomes. Porém, Ryan ainda lidera na categoria de garantias, já que o jogador possui 94.5 milhões. Até 2023, o quarterback continua em contrato com os Falcons, e a partir dos próximos anos é quando o acordo realmente começa a pesar para Atlanta. Isso porque, Ryan tomará entre 15 a 20% do CAP, ganhando maior a parte de seu salário nesse período. Em comparação, seu salário em 2021 será maior que os de 2019 e 2020 juntos.

Khalil Mack (EDGE) – Chicago Bears

 141 milhões totais – 23.5M/ano – 6 anos

Foto: Charles Rex Arbogast/Associated Press

Apesar de ter assinado seu contrato em 2018, Mack continua como um dos jogadores de defesa mais bem pagos na NFL. O defensor, que protagonizou uma das maiores trocas dos últimos anos, já chegou em Chicago como um dos defensores mais bem pagos da história. Apesar de seus valores anuais já terem sido batidos por outros jogadores da posição, o tamanho e estrutura de seu contrato superam até hoje a de qualquer outro.

Russell Wilson (QB) – Seattle Seahawks 

140 milhões totais – 35M/ano – 4 anos

Foto: Ronald Martinez/Getty Images

É de se surpreender que Wilson quase chegou na temporada de 2019 sem uma extensão dos Seahawks, já que se trata de um jogador que consistentemente se encaixa nos quarterbacks de elite da liga. Com Seattle esperando até o último momento para estender com sua estrela, o preço saiu razoavelmente alto, levando em consideração como o time tem usado Russell nas últimas temporadas. Com metade do valor total garantido, e maior parte dessa garantia vindo nos primeiros dois anos do contrato, é um acordo até que interessante para os Seahawks.

Jimmy Garoppollo (QB) San Francisco 49ers 

137.5 milhões totais – 27.5M/ ano – 5 anos

Foto:Daniel Shirey/Getty Images

O contrato de Garoppolo é estruturado de uma maneira não convencional, com maior parte das garantias vindo nos primeiros anos, e o salário em si aumentando levemente a cada temporada. Isso transforma a situação do CAP de São Francisco em peculiar, mas não de maneira ruim. John Lynch tem um histórico de saber lidar com a questão monetária de maneira que poucos outros General Managers na NFL têm. Portanto, será curioso ver para onde vai a franquia de São Francisco nos próximos anos com o CAP disponível.

Aaron Donald (DT) Los Angeles Rams

135 milhões totais – 22.5M/ano – 6 anos

Foto: Alex Gallardo/Associated Press

Em 2018, Aaron Donald assinou um dos contratos mais fora da linha na história da NFL, na época se tornando o Tackle mais bem pago com alguns milhões de diferença. Hoje em dia, o valor não chega mais a ser tão absurdo, já que existem mais jogadores da posição beirando os 20 milhões anuais. No entanto, Donald continua como o mais bem pago, o que após dois anos deste contrato, na NFL, não seria tão normal. O contrato em si chega a ser um pouco confuso, com vários valores espalhados e algumas coisas que só são possíveis de se entender analisando os contratos de todos os jogadores de LA, ou estando dentro da cabeça do GM Les Snead.

Joey Bosa (EDGE) Los Angeles Chargers

135 milhões totais – 27M/ano – 5 anos

Foto: Darren Yamashita-USA TODAY Sports

Com o contrato mais recente da lista, Joey Bosa é o defensor com o maior salário anual na NFL. Se trata de um contrato que não necessariamente ajuda na reestruturação que os Chargers irão passar nos próximos anos, mas que mantém um dos melhores defensores no elenco de Los Angeles. Ainda assim, se Bosa continuar com sua produção de anos anteriores, os Chargers não precisam justificar tamanho investimento no jogador.

DEIXE UMA RESPOSTA