Tom Brady e o ataque dos Bucs

Foto: Mike Ehrmann/Getty Images

  Brady chegou em 2020 com algumas dúvidas vindas dos fãs da NFL, e com sua performance na primeira semana as dúvidas aumentaram bastante; apesar disso, Brady tem sido quase perfeito desde então, definitivamente se mantendo entre os melhores quarterbacks da liga. 

  Brady pode ter alguns passes horríveis na temporada, coisa que era mais rara em sua época em New England, mas seus wide receivers tem deixado muito no campo; com a lesão de Chris Goodwin e as performances medianas de Mike Evans, Scotty Miller se torna o alvo favorito de Brady. Já em relação aos tight ends, Gronkowski aparenta ter chegado em Tampa apenas para bloquear e às vezes tornar a vida de seu quarterback mais fácil; mas agora que OJ Howard esta fora da temporada, talvez seja hora de aumentar suas responsabilidades.

 

A confusa defesa de Tampa Bay e o confuso quarterback dos Bears

Foto: Patrick Gorski/Icon Sportswire via Getty Images)

  Poucas defesas na NFL têm tantas incógnitas como a dos Bucs no início desta temporada; com algumas performances impressionantes e outras horrorosas, o único ponto positivo consistente tem sido a presença de Lavonte David no meio de campo.

  Apesar de tantas questões, o desafio nesta quinta será para Nick Foles (ou, eventualmente, Mitch Trubisky). Com o único ponto positivo no ataque de Chicago sendo o brilho constante de Allen Robinson com alguns momentos para David Montgomery. 

  Com tudo isso, a responsabilidade de se manter no jogo cabe mais a Matt Nagy, como sempre, do que a qualquer outro aspecto do ataque de Chicago.

  Batalhas nas trincheiras e o jogo corrido

Foto: Charles Rex Arbogast/Associated Press

  David Montgomery definitivamente terá mais efeito no ataque de Chicago do que qualquer running back dos Bucs conseguiria na presença de Tom Brady; com lesões e decepções, o jogo corrido de Tampa aparenta tão ruim quanto o que vimos no final do ano passado.

  Já as linhas ofensivas de ambos os lados se encontram de parabéns; para o Bears conseguir manter tanto Foles quanto Trubisky vivos apesar de seus comportamentos erráticos, é uma tamanha conquista. E com a defesa de Tampa eles terão mais alguns desafios, brigando com um interior perigoso, junto a uma ponta que conta com Shaq Barret, que apesar de ter apenas 3 sacks esse ano, continua uma certa presença na linha.

  Já os Bucs contam com uma linha ofensiva que apenas impressionou até agora, e talvez esteja fadada a uma regressão até o final da temporada; e com o time enfrentando Khalil Mack do outro lado, alguns tropeços vão acontecer, só resta esperar que Mack não cause impacto suficiente para parar Brady.

 

A probabilidade é que esse jogo não seja necessariamente uma explosão ofensiva, e as chances de Chicago vão depender unicamente da performance de seu(s) quarterback(s) para mantê-los no jogo contra um dos melhores Qbs da liga.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA