Acontecerá nesta quinta-feira (04) uma reunião do Conselho da NBA, que votará o retorno da competição e de que maneira isso se dará. Representantes garantem que um retorno com todas as 30 equipes está fora de cogitação, bem com a volta direta para os playoffs. Portanto, uma solução foi apresentada e parece ser a a melhor opção para o comissário Adam Silver: 22 times disputarão as vagas para a pós-temporada.

O formato mais justo possível

Na última sexta-feira (29), após a discussão sobre as alternativas possíveis para a continuidade da liga, a associação de jogadores exigiu que algumas partidas de preparação fossem realizadas antes que os playoffs comecem. Diante disso, ficou decidido que o número máximo seria de seis partidas, incluindo assim apenas as equipes com chances reais de playoffs.

Os seis jogos dariam chances justas às equipes que estão atrás da última vaga de suas conferências. No oeste estariam na disputa: Pelicans, Blazers, Spurs, Suns e Kings; e no Leste os Wizards.

De acordo com a ESPN americana, as 22 equipes (as 13 primeiras da Conferência Oeste e as nove primeira da Leste) teriam uma continuação da fase regular com a adição de uma espécie de repescagem para definir os times que avançariam para a fase final.

Nesse cenário, cada uma das equipes jogaria oito jogos jogos de “temporada regular” para buscar a classificação. Além disso, se no final das contas o oitavo colocado tiver, ao final dos oito jogos, uma vantagem de mais de quatro jogos de vantagem para o nono, a disputa acaba. No entanto, se a diferença for menor, eles jogarão um tipo de “torneio entre si” para definir o classificado.

Forma de aprovação e alternativas possíveis para a NBA

Para que o formato de continuação da liga seja aprovado, o comissário da NBA, Adam Silver, precisará da aprovação de, pelo menos, três quartos dos donos das franquias. Ou seja, pelo menos 23 times a favor na votação.

Cogitou-se também a continuação da temporada da NBA composta por 20 times, onde somente os quatro melhores times fora da atual zona de classificação no Leste e Oeste, poderiam participar de uma nova estrutura de playoffs; mas, essa está praticamente descartada.

Local único

Fonte: Disney Parks

Além disso, reabrir as arenas é outro fator inviável para a NBA. Para isso, o local em que os jogos irão acontecer caso a continuidade da competição seja aprovada, será o o complexo esportivo da ESPN, na Disney. Caso a votação seja favorável, a liga prevê a data de 31 de julho para voltar as suas atividades, e 12 de outubro para encerra-las.

DEIXE UMA RESPOSTA