Estamos na Semana 4 da NFL, e alguns Head Coach já tem seus cargos ameaçados após um começo de temporada ruim, somados a um retrospecto negativo em anos anteriores. Hoje iremos conferir quem pode ser o primeiro técnico a perder seu emprego nas próximas semanas.

Adam Gase

Foto: Adam Hunger/Associated Press

Essa foi, inegavelmente, a contratação mais sem sentido na temporada de 2019. Apesar de ter chegado aos playoffs em 2016, Gase não demonstrou evolução no seu trabalho em Miami e acabou sendo mandado embora em 2018. Gase então recebeu outra chance, foi chamado para reconstruir o New York Jets e desenvolver o Quarterback Sam Darnold, mas tudo acabou dando errado. Gase terminou de destruir o que já estava ruim, e ainda por cima quebrou Darnold mentalmente.

A Odd para demissão de Gase em Vegas é de +235

Dan Quinn

Troy Taormina-USA TODAY Sports

Após tomar a maior virada da história de um Super Bowl, o Atlanta Falcons não para de ir ladeira à baixo. A equipe encarnou o personagem de vez e tomar viradas vexatórias jogo após jogo tem se tornado natural. O time chegou a abrir 20×0 contra os Cowboys e 26×10 contra os Bears, e ainda assim chega para a 4º Semana com um recorde de 0-3.

Dan Quinn foi o responsável por montar a lendária “Legion of Boom”, defesa do Seattle Seahawks campeã do Super Bowl 48. À partir disso, Quinn recebeu a oportunidade de se tornar Head Coach de uma equipe, chegando ao Super Bowl 51, onde liderou por 28-3 e acabou levando uma virada histórica.

Hoje, Quinn parece não ter muitas ideias de como reverter a situação. Logo, seu fim nos Falcons está mais que próximo.

A Odd para a demissão de Quinn em Vegas é de +350

Matt Patricia

Foto: Jose Juarez/Associated Press

Patricia teve uma oportunidade para poucos em sua carreira, teve como mentor Bill Belichick, (com quem trabalhou por quase 13 anos), foi contratado pelo Detroit Lions para montar uma defesa sólida e entregar um time que fosse competitivo na NFC North, mas assim como Gase, não conseguiu montar uma equipe que estivesse à altura de uma divisão tão poderosa.

Em seu terceiro ano como Head Coach do Detroit Lions, Matt Patricia entra em seu ano de “vai ou racha”. Se a equipe de Detroit não mostrar serviço logo, será muito difícil pensar no futuro dos Lions com seu atual treinador à frente da Franquia.

A Odd para demissão de Patricia em Vegas é de +350

Bill O’Brien

Foto: Ed Zurga/Associated Press

Assim como Patricia, O’Brien também é um discípulo de Belichick. BoB chegou aos Texans em 2014, e emplacou três temporadas seguidas com 9-7; os Texans de O’Brien só tiveram uma campanha negativa (4-12 em 2017, no qual Deshaun Watson rompeu o ligamento anterior cruzado). Sob seu comando, os Texans chegaram quatro vezes à pós temporada nos seis primeiros anos.

O grande problema com O’Brien à frente do Texans são suas decisões como General Manager. O Houston Texans é uma grande monarquia absolutista, pois o mesmo toma todas as decisões sem consentimento de terceiros, e essas decisões já estão custando a paciência do torcedor dos Texans. O grande exemplo disso foi trocar DeAndre Hopkins, para muitos o melhor Wide Receiver da NFL, por David Johnson (um Running Back que já passou dos 30 anos) e uma escolha de segunda rodada no Draft de 2021.

A Odd para demissão de O’Brien em Vegas é +800

DEIXE UMA RESPOSTA