Em algumas horas finalmente teremos o primeiro arremesso da temporada 2020 da Major League Baseball. E considerando que este ano será atípico e mais curto, a disputa pelos prêmios individuais estão muito mais abertas do que num ano normal. O prêmio de melhor arremessador não foge da regra.

Visto que não só os nomes tradicionais têm chances, segue uma lista com oito nomes que devem figurar bem nas apostas para o prêmio Cy Young, dado ao melhor arremessador de cada uma das ligas da MLB. 

Liga Americana

Gerrit Cole – Foto: John David Mercer/USA Today

Gerrit Cole, New York Yankees

Este é o nome mais forte, tanto pelo desempenho nos últimos anos quanto pelo novo contrato. Gerrit Cole é o arremessador com o maior contrato da história, assinado recentemente com o New York Yankees. De casa nova, o ace do Bronx terá uma bela proteção do ataque dos Yankees para trabalhar.

A dúvida maior, porém, é se Cole vai iniciar 2020 em alta, uma vez que em 2019 ele teve o início um pouco mais devagar. Afinal, dos 60 primeiros jogos do Houston Astros no ano passado, Cole foi o abridor em 13. Foram cinco vitórias e cinco derrotas, com 77 entradas arremessadas (média pouco abaixo de 6 innings por jogo), e média de corridas atribuídas (ERA) de 3.94.

Justin Verlander – Foto: Mark J. Terrill/AP

Justin Verlander, Houston Astros

Ele é o atual detentor da coroa de melhor arremessador. Justin Verlander desbancou o ex-colega Gerrit Cole em 2019 e terminou o ano com 21 vitórias e seis derrotas em 34 jogos, um total de 223 entradas arremessadas e 300 eliminações por strike. Foi o segundo prêmio para o veterano de 37 anos, além da série de recordes da carreira.

Em termos de início, Verlander foi melhor no começo de 2019. Nos mesmos 13 jogos iniciados que Cole e pelo mesmo time, ele registrou 9 vitórias e 2 derrotas, com 87 entradas arremessadas, 2.16 de ERA e 103 eliminações por strike. Resta saber, porém, se a idade afetará muito o desempenho, mas Justin Verlander é sempre um bom palpite.

Shane Bieber – Foto: John Minchillo/AP

Shane Bieber, Cleveland Indians

O ace do Cleveland Indians também teve um bom desempenho em 2019. Shane Bieber encerrou o ano com 15 vitórias e 8 derrotas em 33 jogos iniciados, 214 entradas arremessadas e dois shutouts (partida completa em que o arremessador não cede corridas).

2020 vai ser o terceiro ano do atleta de 25 anos, que foi o quarto na votação de Melhor Arremessador em 2019. Porém, uma temporada de 60 jogos depende também de um início intenso. Ano passado, Bieber teve apenas cinco vitórias nos 12 primeiros jogos, embora o número provavelmente reflita mais sobre o ataque da Tribe do que do desempenho de Shane. Atualmente, ele figura em terceiro preferido em algumas casas de apostas dos EUA.

Lucas Giolito – Foto: Charles Rex Arbogast/AP

Lucas Giolito, Chicago White Sox

Giolito já foi, anteriormente, o principal prospecto da Major League Baseball entre os arremessadores. Embora não tenha figurado no Top-5 de arremessadores em 2019, as melhorias feitas na mecânica de arremessos e arsenal do jovem de 26 anos, contudo, fazem dele um dos candidatos prediletos. Ele terminou 2019 com 14 vitórias e nove derrotas em 29 jogos iniciados, além de três jogos completos, 176 entradas arremessadas e 3.41 de ERA.

Até pelo fato de o White Sox ser um dos times a ter o menor deslocamento em 2020, a tendência é que os atletas de Chicago tenham mais tempo de descanso. Desse modo, isso pode ser um ponto favorável para Giolito na busca pelo título de melhor arremessador. Nas 60 primeiras partidas de 2019 ele atuou em 11 starts, registrou oito vitórias, e apenas uma derrota, dois jogos completos, e um ERA de 2.54 em 67 entradas.

Outros nomes para manter no radar: Mike Clevinger (Cleveland Indians), Blake Snell (Tampa Bay Rays), Charlie Morton (Tampa Bay Rays) e Tyler Glasnow (Tampa Bay Rays)

Liga Nacional

Jacob deGrom – Foto: Brad Penner/USA Today

Jacob deGrom, New York Mets

O atual Cy Young da Liga Nacional – por dois anos consecutivos – conquistou a primeira posição entre as apostas pelo alto nível em que vem jogando nos últimos anos. A saber, deGrom fechou 2019 com 11 vitórias e oito derrotas em 32 jogos, um ERA de 2.43 em 214 entradas arremessadas e 255 eliminações por strike.

Em 2020, serão menos jogos e contra adversários com muita potência no bastão – Mets enfrentará Red Sox, Yankees, Braves. Caso tenha um começo forte, pode, inclusive, contribuir para uma temporada de bom desempenho para New York. Em 2019, não foi o caso: foram 12 starts nos 60 primeiros jogos, com 3 vitórias e 5 derrotas, embora o ERA de 3.49. 

Max Scherzer – Foto: Mitchell Layton/Getty Images

Max Scherzer, Washington Nationals

Scherzer é o principal nome do atual campeão da MLB. O ace do Nationals há anos figura nas primeiras posições do ranking de melhores arremessadores, e em 2019 não foi diferente: ele terminou a temporada com 11 vitórias e 7 derrotas, um ERA de 2.92 em 27 jogos, além de um total de 172 entradas arremessadas.

Em 60 jogos em 2019, Scherzer – que terminou a votação para Melhor Arremessador em terceiro lugar – teve um início intenso, apesar do ataque do Nationals. Foram três vitórias e cinco derrotas em 13 jogos, com 85 entradas arremessadas, 117 eliminações por strike e um ERA de 3.06. Caso o ataque do time contribua na temporada curta, Scherzer é uma boa aposta para o Cy Young.

Walker Buehrle – Foto: Harry How/Getty Images

Walker Buehler, Los Angeles Dodgers 

O jovem arremessador do Los Angeles Dodgers é um dos pitchers mais bem cotados para vencer o prêmio de melhor arremessador em 2020. O Dodgers vem batendo na trave nos últimos anos na luta por um título da World Series, e a temporada curta pode favorecer neste sentido – com a ajuda de Walker Buehler, principalmente. Ele fechou 2019 com 14 vitórias e quatro derrotas em 30 jogos, 182 entradas arremessadas e 215 eliminações por strike.

Os 12 jogos de Buehler em 2019, dentro dos 60 primeiros do Dodgers, foram razoáveis, registrando 6 vitórias e apenas 1 derrota em 68 entradas totais. Com um ataque forte como o de Los Angeles, reforçado na última pré-temporada, as chances de Buehrle conquistar o prêmio aumentam ainda mais.

Jack Flaherty – Foto: Mark J. Terril/AP

Jack Flaherty, St. Louis Cardinals

Um dos mais jovens da lista, Flaherty teve um bom ano em 2019. Fechou a temporada com 33 starts, registrando 11 vitórias e oito derrotas, com 196 entradas totais e 231 eliminações por strike. Encerrou em quarto lugar na votação de Cy Young da Liga Nacional.

Para 2020, Flaherty, assim como Bieber e Giolito, jogará na Divisão Central. Isso deve dar ao arremessador tempo para descansar entre os deslocamentos curtos. Mas será preciso um começo de temporada melhor que o de 2019, quando registrou quatro vitórias e três derrotas nos 12 primeiros jogos. Foram 64 entradas arremessadas, ERA de 3.76.

Outros nomes para manter no radar: Yu Darvish (Chicago Cubs), Trevor Bauer (Cincinnati Reds), Stephen Strasburg (Washington Nationals) e Aaron Nola (Philadelphia Phillies).

DEIXE UMA RESPOSTA